quarta-feira, 4 de julho de 2012

NOSSA SENHORA DA CABEÇA - MILAGRES, GRAÇAS ALCANÇADAS, HISTÓRIA










Nossa Senhora da Cabeça possui uma história maravilhosa, que teve seu início no ano de 1227, nos contrafortes da SERRA MORENA, ANDALUZIA, região espanhola, onde fica situada a cidade de ANDUJAR, a 18 km. do pico denominado CABEÇA.

 As terras ao lado da montanha eram utilizadas como pasto, sobretudo para criação de carneiros, vigiados por pastores. Gente simples, pobre e religiosa. 



 







Dentre eles, JOÃO ALONSO RIVAS, natural de Granada, filho de cristãos cativos e fugitivos da tirania dos mouros, dos Árabes. Durante a fuga, João Rivas perdeu um braço.



 
João era muito piedoso e muito devoto da Virgem Maria, a quem dedicava suas orações, enquanto apascentava suas ovelhas. 

Por várias vezes, parecendo vir do alto da montanha, ele ouvia um toque de campainha. Pensava: “deve ser pura imaginação, coisa de um viver solitário, nestas terras altas”.

Numa noite, 12 de agosto de 1227, o pastor João Rivas, ouvindo mais distantemente o som da campainha, seus olhos depararam com um brilhante luzeiro no alto do Monte Cabeça

Ele, sem dúvidas nem medo, partiu em direção ao Célebre pico. 

Chegando lá, ouviu o toque da campainha saindo da gruta, de onde saíam também, raios luminosos. 







 



Entrando na caverna viu, sobre as pedras, uma belíssima Imagem de Nossa Senhora, e a campainha que presa a um galho, ao lado da Virgem, continuava a bater. 









 Voltando ao normal, João dirigiu-se à Mãe de Deus e perguntou: 

“fostes vós, ó minha Mãe, que pelo vosso influxo me atraístes à Vossa presença, para divulgar os Vossos desígnios? Se assim é, dizei-me o que devo fazer e a Vossa vontade será cumprida”.















 E uma voz dulcíssima, que parecia vir do céu, falou-lhe assim: 










“Não temas, servo de Deus. Vai à cidade de Andujar e dizei a quantos encontrares que chegou o tempo de cumprir a vontade de Deus, fazendo construir neste lugar, um templo, onde hão de operar os prodígios em favor dos que acreditarem”. 



João prometeu à Virgem Mãe de Deus, fazer tudo quanto Ela ordenara. 

Temendo que os habitantes de Andujar achassem que ele fosse um louco visionário ou impostor, recebeu de Nossa Senhora o SINAL: 

“Vai cristão venturoso! O testemunho de suas palavras será o teu braço perdido que eu te restituo”.

 João Rivas viu seu braço direito perfeitamente são. 






















Ao clarear do dia João Rivas, tendo à frente o Vigário e outras autoridades, foram ao Monte Cabeça, levaram a Imagem em triunfo para Andujar e foi aclamada Padroeira sob a invocação de NOSSA SENHORA DA CABEÇA.



 


Daí em diante, foram multiplicando-se os milagres operados por Deus, pela intercessão da Padroeira. 



















Dentre os muitos milagres realizados, teve grande repercussão o que se deu em favor de um nobre senhor condenado à morte (cortar a cabeça), o qual fez voto de ir, se a Virgem o salvasse, depositar uma cabeça de cera aos pés da Sagrada Imagem.

 Além de fazer o milagre pedido, na hora da execução da pena de morte, a multidão em delírio, viu chegar o mensageiro do rei trazendo a graça ao condenado: “ A Virgem o libertou!”

 O feliz agraciado cumpriu seu voto e é em recordação de tão extraordinário acontecimento que a partir daí , nos Santuários dedicados à Nossa Senhora da Cabeça, a Imagem dela é representada trazendo na mão direita, uma cabeça ( confere: Manual de Nossa Senhora da Cabeça, pág. 10ss. Rio-1910).




Foto da imagem original perdida na Guerra Civil Espanhola.









 Imagem atual, que é revestida com mantos e vestes de cores variadas, como na foto abaixo:










 


No BRASIL, desde 1910, NOSSA SENHORA DA CABEÇA é venerada na Catedral do Rio de Janeiro.


ALGUNS MILAGRES E GRAÇAS ALCANÇADAS:








 

FESTA EM AÇÃO DE GRAÇAS:
Em 1948, o lojista Sr. Aristonides Afonso do Prado e sua esposa D. Maria Luiza, perdizenses, trouxeram do Rio de Janeiro, esta IMAGEM DE NOSSA SENHORA DA CABEÇA, para nossa cidade de Perdizes, e juntamente com o Vigário, o Revmº. Pe. Henrique Oliver, fizeram a primeira festa em novembro de 1948, distribuindo a Oração da Novena. O motivo de tudo isso foi uma grave doença que padecia o Sr. Aristonides e da qual foi curado, totalmente, em razão da promessa feita a NOSSA SENHORA DA CABEÇA



QUADRO LIVRE DO FOGO AUMENTA FÉ NO POVOADO DE ARAPIRACA:

Um milagre atribuído à santa foi quando o quadro conseguiu, sem explicação plausível, escapar do incêndio que tomou conta de uma casa no povoado de Arapiraca. Depois disso, tornou-se o principal atrativo para os fiéis que passaram a acreditar no poder prodigioso da santa. Em todas as entrevistas a história é relatada. Para os depoentes o ocorrido foi um aviso sobrenatural.
























VARRENDO CAPELA EM AÇÃO DE GRAÇAS:
 
Moradora do povoado Tenda, Raimunda Ferreira diz que teve seus pedidos atendidos.
No ano de 2.000, a neta de Dona Raimunda, que tinha quatro anos de idade, tomou banho em um baixão na sexta-feira da Paixão durante a Semana Santa e “no sábado da Aleluia ela amanheceu com a cabeça cheia de caroços”.
A mãe de Adriana estava decidida a cortar os cabelos da criança, para tentar amenizar o problema: “a menina chorou, não queria cortar os cabelos. Então eu cheguei lá e pedi que não cortasse, pois eu faria a promessa a Nossa Senhora da Cabeça para que ela ficasse boa”, afirma Dona Raimunda.
Ela prometeu então que, se sua neta fosse curada, ela iria varrer a capela de Nossa Senhora da Cabeça e Adriana, sua neta, juntaria o lixo durante a novena, no mês de maio. “Eu ainda passei um remédio caseiro na cabeça da menina, mas acredito que Nossa Senhora da Cabeça foi quem fez o milagre pra que ela ficasse boa”, revela dona Raimunda, que diz ter recorrido à santa ainda em outras ocasiões.
 












LIVRE DE PEDRAS NOS RINS:

Em 2006, Raimunda Ferreira descobriu que tinha muitas pedras nos rins, o médico, na cidade de Floriano, passou uma medicação e falou para ela retornar depois para fazer exames e ver se era preciso operar. Antes de tomar os remédios, ela recorreu à santa pedindo a cura.
Quando retornou ao médico, ela constatou que não tinha mais pedras nos rins. “Era uma pedra, era grande, foi milagre”, afirma.














EMPRESÁRIO CURADO DE ANEURISMA CEREBRAL:

Daniel Brito de Lima, empresário, residente em Teresina, passou por uma situação delicada no ano de 2000, quando sofreu um aneurisma cerebral e ficou em estado grave. Chegou a passar 30 dias em coma induzido.
Durante esses 30 dias, sua mãe buscou forças na fé para conseguir a cura para seu filho.
Segundo Daniel, os médicos já tinham dito para sua mãe que as chances de escapar vivo ou sem sequelas eram mínimas e que ela deveria se apegar a Deus. Então ela descobriu a existência da
imagem da santa em Teresina, na igreja São Benedito. Devota também de São Francisco de Assis, a família passou a se apegar a Nossa Senhora da Cabeça.
Daniel conta que a experiência fora do seu corpo que teve durante o coma induzido foi um encontro com seu pai e avô e que “eles colocaram a mão na minha cabeça e disseram: - Não é a
sua hora. Eu tive a sensação de que naquele momento eu acordei do coma”, lembra.
Depois de ter acordado do coma, sua mãe lhe disse que tinha se apegado a Nossa Senhora da Cabeça, Daniel afirma que ficou curioso para conhecer a santa e agradecer. “O que me foi dito é que ela é a Mãe e tudo que se pede ela faz pelo filho. Então foi pedido a ela para que ajudasse, orientasse e guiasse os médicos para que tudo desse certo”, diz ele. Curado, Daniel, considera-se abençoado por Nossa Senhora da Cabeça. Um funcionário da
sua empresa, que é natural de Socorro do Piauí, contou-lhe que no povoado Tenda havia a capela de Nossa Senhora da Cabeça e que muitas pessoas iam pagar promessas por lá. Desde então surgiu o interesse para conhecer o local.
No ano seguinte, em 2001, Daniel foi à novena no povoado, com a mãe e a esposa, que, na época, ainda era namorada. “Eu conheci a história da imagem quando cheguei lá. Soube que ela estava em uma casa que pegou fogo. E desde então vou todos os anos. Desde o primeiro ano em que fui, participo da procissão descalço com o andor no meu ombro”, afirma.
Ele conta que sempre leva alguém, e que em 2008 levou um ônibus com várias pessoas.
Para estimular a fé na santa, sempre leva camisas, chapéus, santinhos para a comunidade com o intuito de divulgar a procissão, “eu fiz a promessa que enquanto eu for vivo, todos os anos eu vou
participar da procissão”.







LIVRE DE PROBLEMA NA CABEÇA:
A tesoureira, Magnólia Carvalho Lima do Amaral, que é da cidade de Guadalupe e reside em Teresina, afirma que teve um problema na cabeça em julho de 2007, quando sofreu uma queda ocasionada por um desmaio repentino. Sua irmã, que conhecia a santa por meio do Daniel Brito, fez uma promessa para que, se não fosse nada grave, ela iria pagar a promessa na capela de Nossa Senhora da Cabeça, acompanhando a procissão.
Em maio de 2008, Magnólia foi ao município de Socorro do Piauí e acompanhou a procissão de Nossa Senhora da Cabeça no povoado Tenda. Ela diz que foi abençoada pela santa:
“Fui rezando, acompanhando a procissão, me considero devota”.
 


CURADA DE BRAÇO ENCOLHIDO:

Jacileide Reis, que reside no povoado Tenda, tinha sete anos de idade quando a mãe fez uma promessa a Nossa Senhora da Cabeça para que ela fosse curada de um problema no braço. Segundo a devota, o braço da filha “era encolhido” e as demais crianças ficavam rindo dessa anomalia. A mãe de Jacileide então prometeu que se seu braço melhorasse, mandaria fazer um braço de madeira (ex-voto) para colocar aos pés da santa.
A graça foi alcançada, porque meu braço era bem encolhido, hoje já consigo esticá-lo um pouco e minha mãe colocou o braço de madeira junto com a santa”, afirma a pagadora de promessa, hoje com 33 anos, e que ainda leva seu filho para assistir à novena de Nossa Senhora da Cabeça. 


CIRURGIA BEM SUCEDIDA:
 Janecleide ainda afirmou que há cinco anos foi fazer uma cirurgia nos rins e se apegou à santa para que tudo desse certo. Ela afirma que teve a graça mais uma vez alcançada e pagou a promessa rezando durante a novena, que acontece no mês de maio.







FOTOS DA BASÍLICA REAL E SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DA CABEÇA EM ANDAJUR, ESPANHA:



























 
ROMARIA DE NOSSA SENHORA DA CABEÇA, ESPANHA.






ROMARIA DE NOSSA SENHORA DA CABEÇA, ESPANHA











FONTES:













































3 comentários:

  1. Minha filha Yasmin nasceu perfeita,mas com quatro meses ela começou a convulsionar sem ter nem febre,foi quando fiquei internada com ela durante quinze dias,ela tinha mais de cem(100) espasmos por bloco,e tinha entorno de 8 a 9 blocos por dia. os médicos disseram que ela não iria falar,andar e nem se alimentar por via oral,pois ela teria a Síndrome de West,fiz promessa pra Nossa Senhora da Cabeça e fui atendida hoje sou devota . Acredite e tudo dará certo amém

    ResponderExcluir
  2. A história de Nossa Senhora da Cabeça é muito linda. Os milagres são emocionantes. Adorei o post, as imagens também são excelentes. Parabéns. Abraços.

    ResponderExcluir