quinta-feira, 16 de novembro de 2017

UM PRESÉPIO DE NATAL ATRAI A FORÇA DOS ANJOS DE DEUS



Montar um presépio em casa não é apenas uma decoração, é um ato de amor, de oração, de devoção a Jesus. Um Natal sem presépio é um Natal sem Deus. Ter em casa uma árvore de Natal, Papai Noel, guirlandas, presentes, não significa festejar o Natal. O Natal é recordar o Nascimento de Jesus. 

Claro que para isso não precisamos de decoração, pois o verdadeiro Natal deve acontecer em nosso íntimo, na nossa mente, no coração e na mudança de atitudes.  No entanto, a decoração nos ajuda a direcionar a mente para essa época festiva do ano. E se as pessoas fazem questão de ter uma árvore de Natal e um Papai Noel, mas esquecem de simbolizar o aniversariante, então temos um problema. Será mais um Natal no qual o Senhor não encontrará um lugar para nascer ( São Lucas 2,7)


Related image




Ter um Presépio em casa é ter a presença constante dos Anjos. Sempre monto um presépio em casa. Depois colocarei aqui algumas fotos, e sempre sinto a eterna sensação de paz, silêncio de Deus... Durante o dia, sempre paro e mudo alguma ovelha de lugar ou um rei mago ou coloco mais folhas secas, pedras, etc. 

O Presépio sempre está ali, convidando para uma dinâmica de oração. Sempre que altero algo, lembro alguma passagem  do Evangelho, algum detalhe que faça a representação do cenário de Belém parecer mais verídica ou mágica. E, na maioria das vezes, depois que ligo o pisca pisca fico parado, olhando, apenas olhando... respirando, sem palavras, como se nada pensasse, e só existisse aquela cena mágica de anjos, estrela, Reis Magos... a Noite Mágica do Natal... 

Contemplar o Presépio atrai paz, tranquilidade, nos coloca mais próximos de Deus em oração, nos coloca em sintonia com os Anjos. Os Anjos que cantaram o "Glória a Deus nas alturas" e disseram aos Pastores para irem ver o Savador (São Lucas 2, 8-16). São eles que estão também ao nosso redor quando contemplamos o Menino Jesus. Não há mal que dure, não há forças espirituais malignas que fiquem no mesmo ambiente que um Presépio.

Um Presépio em casa é um  jeito concreto de dizer "Jesus te amo". Há muitas maneiras de dizer concretamente isso, e é claro  que o Senhor quer que digamos isso através de boas obras de misericórdia, perdoando e amando o próximo, mas montar um Presépio também é uma forma de dizer isso e de nos ajudar a manter a mente alerta num reforço de praticar a caridade.

Um Presépio nos dá a melhor lição do Cristianismo: Deus nasceu pobre para nos salvar! Pobreza não é motivo de vergonha! Deus quer que nos amemos e olhemos de modo especial pelos pobres. Deus quer que sejamos humildes, simples, sem essa "onda" de ostentação ou Teologia da Prosperidade. Jesus quer uma Igreja simples! Ele nasceu nu e morreu nu numa cruz!

Image result for presepio vaticano

"Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.
Tudo o que vocês aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim, ponham-no em prática. E o Deus da paz estará com vocês."
Filipenses 4,8-9




domingo, 12 de novembro de 2017

POEMA DO ADVENTO

Há de vir em nossa vida
O Senhor dos senhores virá
Dormindo ou acordado veremos
Advenha o que vier, virá

Há de vir julgar o mundo
O mundo julgado já está
Nossa consciência nos  diz
E Aquele que há de vir dirá

Há de vir salvar o pobre
câmelos no céu voarão
mas rico não entrará
Venha o bendito tempo

Em que o orgulho o fogo terá
Advirta-se o mundo conectado
A vida nem sempre durará
No fim dela  vem o julgamento

Nenhum vivente escapará
dinheiro, prazeres, sucesso
tudo irá passar
Há de vir um novo tempo

Comece agora no ser a gerar
Veja de em cada dia ser novo
Nova postura, novo olhar
que vivemos esperando o Advento

Cedo ou tarde o Senhor virá
Não sabemos a hora, o momento
Vigiemos para  o encontrar
puros com lâmpadas acesas

E na glória eterna reinar! 
Há de vir um novo mundo
Voltemos às veias da fé
pois há de vir: o Senhor virá!

Evandro F. Silva

Image result for BRIDE CHRIST CANDLE CARRYING AVENT PURPLE









PAPAS E SANTOS NEGROS E NEGRAS CATÓLICOS - IGREJA NA ÁFRICA

O cristianismo na África começou no Egito em meados do século I. No final do século II, chegou à região em torno de Cartágo . Africanos importantes que influenciaram o desenvolvimento inicial do cristianismo incluem Tertuliano , São Clemente de Alexandria , Orígenes de Alexandria , São Cipriano ( ícone ) , Santo Atanásio e Santo Agostinho de Hipona .

Segundo o que pesquisei, não se pode provar que todos esses personagens eram negros, mas devido à mistura de raças na região, eles eram , no mínimo, mestiços – pardos, num termo usado hoje.


A história do Cristianismo na África começou no primeiro século quando Marcos, o Evangelista começou a Igreja Ortodoxa de Alexandria por volta do ano 43. Pouco se sabe sobre os primeiros dois séculos da história do Cristianismo na África, além da Lista dos Patriarcas de Alexandria. Na primeira, a Igreja em Alexandria foi principalmente de língua grega, mas até o final do século II, as escrituras e a liturgia foram traduzidas em três línguas locais. O Cristianismo também foi instalado no noroeste da África (hoje conhecido como Magrebe), mas as igrejas haviam se ligado à Igreja de Roma.

As igrejas estavam ligadas às do Egito . O cristianismo também cresceu no noroeste da África (hoje conhecido como o Magrebe ). 

PAPAS AFRICANOS, POSSÍVEIS NEGROS.

Essas igrejas foram ligadas à Igreja de Roma e nos deram três Papas.

Vítor I (189-198)
Melquíades (311-314)
Gelásio I (492-496)


As imagens históricas desses papas, os retratam como brancos, mas são apenas representações simbólicas, pois só foram feitas séculos depois da existência deles.

 Todos esses Papas eram cristãos berberes como São Agostinho e sua mãe, Santa Monica, também considerados pardos ou negros. 

 No norte da África, muitos padres e bispos era negros. Ali floresceu uma teologia forte. 



Image result for santo agostinho negro filme


SANTO AGOSTINHO - NEGRO
 Santo Agostinho é um dos mais importantes personagens da história do cristianismo e fundamental para os estudos básicos de filosofia e teologia. Pouco se fala, porém, das origens geográficas e raciais do santo, que nasceu onde hoje fica a Algéria. Biógrafos de Santo Agostinho dizem que ele era mulato, quase negro. Pinturas e documentos mais antigos, porém, confirmam não só a importância e sabedoria como a cor da pele de Santo Agostinho.



Image result for santo agostinho santa monica negra negro filme


SANTA MÔNICA

Só a Virgem Maria exerceu mais influência materna sobre a Igreja católica dos primeiros séculos do que esta santa, que foi mãe de ninguém menos que o grande Santo Agostinho. Ela nasceu em Tegaste, no norte da África, em cerca de 331




Image result for saint athanasius black





SANTO ATANÁSIO
 Santo Atanásio era negro e magro e pequeno. Atanásio foi um importante teólogo cristão, um dos "padres da Igreja", o principal defensor do trinitarismo contra o arianismo e um grande líder da comunidade de Alexandria no século IV.



Related image


SÃO CIPRIANO DE CARTAGO

Cipriano (nascido Táscio Cecílio Cipriano; em latim: Thascius Caecilius Cyprianus) passou para a história não apenas como santo, mas também como excelente orador. É ainda considerado um dos Padres latinos. A principal fonte sobre sua vida é a obra Vida de São Cipriano, escrita por seu discípulo Pôncio de Cartago.






Image result for SAINT NICOLAU BLACK BARI


SÃO NICOLAU 

São Nicolau, o santo de onde a lenda foi construída, nasceu na região onde hoje fica a Turquia, em torno do ano 300 antes de Cristo. Nessa época, a região da Turquia era uma metrópole habitada quase que integralmente por povos de origem africana – assim como revelam os retratos criados de São Nicolau.

Related image


SANTAS PERPÉTUA E FELICIDADE

 Perpétua era nobre da cidade de Car­tago, no Norte da África. Felicida­de era escrava de Perpétua, também de Cartago. As duas tinham por volta de 20 anos e eram cristãs numa região dominada pelo império romano, em tempos de perseguição contra os cristãos. Foram martirizadas por decapitação no anfiteatro de Cartago no ano 203, na grande perseguição de Septímio Severo.



Related image


SÃO BESSARIAN 
São Bessarian nasceu no Egito. Ele foi ao deserto para se tornar um eremita. Ele é creditado por muitos milagres. Uma vez que ele fez água salgada fresca. Ele trouxe chuva durante uma seca e uma vez andou no Nilo.











sexta-feira, 10 de novembro de 2017

SANTOS E SANTAS NEGROS DA IGREJA CATÓLICA - CONTINUAÇÃO



Related image



SÃO SIMÃO DE CIRENE

Simão de Cirene foi de acordo com os Evangelhos sinópticos um homem que foi obrigado pelos soldados romanos a carregar a cruz de Jesus Cristo até ao Gólgota, o local onde Jesus foi crucificado. Era pai de Alexandre e Rufo (Marcos 15,21) e levou a cruz por ordem dos soldados romanos (Mateus 27,32) até o lugar chamado "Gólgota" (Mateus 27,33 e Marcos 15,22) que hoje muitos chamam de "Calvário".

Por vezes Simão de Cirene é representado como um negro, devido à identificação deste com " Simão que tinha por sobrenome Niger" (em latim: Niger - "negro") de Atos 13,1.




Related image



VENERÁVEL PIERRE TOUSSAINT

O venerável Pierre Toussaint (27 de junho de 1766 - 30 de junho de 1853) foi um ex-escravo da colônia francesa de Saint-Domingue que foi levado para a cidade de Nova York por seus donos em 1787. Lá, ele finalmente ganhou sua liberdade e se tornou um filantropo notável para os pobres da cidade. Liberada em 1807 após a morte de sua amante, Pierre tomou o sobrenome de "Toussaint" em homenagem ao herói da Revolução Haitiana que estabeleceu essa nação.

Após seu casamento em 1811 com Juliette Noel, Toussaint e sua esposa realizaram muitas obras de caridade. Entre esses trabalhos, incluiu a abertura de sua casa como orfanato , gabinete de emprego e um refúgio para viajantes. Ele contribuiu com fundos e ajudou a arrecadar dinheiro para construir a Catedral de São Patrício na Mulberry Street. Ele foi considerado "um dos principais novaiorquinos negros de seu tempo".  Suas memórias fantasmagóricas foram publicadas em 1854.

Devido à sua vida devota e exemplar, a Igreja Católica Romana vem investigando a sua vida por uma possível canonização e, em 1996, foi declarado "Venerável" pelo Papa João Paulo II , o segundo passo no processo. Toussaint é o primeiro leigo a ser enterrado na cripta abaixo do altar principal da Catedral de São Patrício na Quinta Avenida, normalmente reservada aos bispos da Arquidiocese Católica Romana de Nova York .



Image result for AUGUSTO TOLTON

SERVO DE DEUS AUGUSTO TOLTON

Servo de Deus Augusto Tolton (1 de abril de 1854 - 9 de julho de 1897), batizou Agostinho Tolton , foi o primeiro sacerdote católico nos Estados Unidos a ser conhecido como negro quando foi ordenado em 1886. ( James Augustine Healy , ordenado em 1854, e Patrick Francis Healy , ordenado em 1864, eram de raça mista .) Um ex- escravo que foi batizado e criado católico , Tolton estudou formalmente em Roma .

Ele foi ordenado em Roma no domingo de Páscoa de 1886 na Archbasilica de São João de Latrão . Atribuído à diocese de Alton (agora a Diocese de Springfield ), Tolton primeiro ministrou a sua paróquia em Quincy, Illinois . Mais tarde, atribuído a Chicago , Tolton liderou o desenvolvimento e a construção da Igreja Católica de São Monica como uma " igreja paroquial nacional " negra , concluída em 1893 às 36 e ruas Dearborn no lado sul de Chicago .



Image result for SÃO MOISÉS O NEGRO


SÃO MOISÉS, O NEGRO

São Moisés o Negro (Axum, c. 330 – Egito, 19 de junho de 405), (também conhecido como Abba Moisés o Grande, o Ladrão, o Abissínio, o Etíope e o Forte) foi um hieromonge asceta no Egito do século IV, e um conhecido Padre do Deserto.
Padroeiro da África

Por volta do ano de 405 d.C., aos 75 anos, correram notícias de que os bérberes atacariam o mosteiro. Os monges queriam defender-se, mas Padre Moisés os proibiu, mandando que, ao invés, fugissem. Ele e sete outros ficaram no mosteiro e foram martirizados no dia 19 de junho de 405 (1 de Paoni no calendário copta). Visto que o calendário copta não conta os anos bissextos da mesma forma que o gregoriano, hoje os cristãos de tradição alexandrina comemoram sua memória no dia 1 de julho.


Image result for SISTERTHEA BLACK SAINTS

SERVA DE DEUS IRMÃ THEA BOWMAN

Irmã Thea Bowman (29 de dezembro de 1937 - 30 de março de 1990), foi uma irmã , professora e erudita religiosa católica romana que fez um grande contributo para o ministério da Igreja Católica para os seus colegas afro-americanos . Ela se tornou um evangelista entre seu povo e foi uma pregadora popular na fé e na espiritualidade nos últimos anos. Ela ajudou a fundar a Conferência Nacional das Irmãs Negras para apoiar as mulheres afro-americanas nos institutos religiosos católicos .  Uma causa para sua canonização foi aberta. |A Irmã Thea Bowman foi designada como Serva de Deus 



François-Dominique Toussaint Louverture (20 de maio de 1743 — 8 de abril de 1803, Forte de Joux, La Cluse-et-Mijoux, Doubs) foi o maior líder da Revolução Haitiana e, em seguida, governador de Saint Domingue, o nome do Haiti na época.

É reconhecido por ter sido o primeiro líder negro a vencer as forças de um império colonial europeu em seu próprio país. Nascido escravo, tendo sua formação em armas e tendo levado uma luta vitoriosa para a liberação dos escravos haitianos, ele passou a ser uma figura histórica de importância no movimento de emancipação dos negros na América.



Resultado da imagem por Mother Mary Lange

SERVA DE DEUS MADRE MARY LANGE

Madre Mary Lange, OSP (1794-1882), era uma irmã religiosa afro-americana que foi a fundadora das Irmãs Oblatas da Providência , uma congregação religiosa estabelecida para permitir que as mulheres afro-americanas entrem na vida religiosa na Igreja Católica. A causa da beatificação foi iniciada e, portanto, ela é homenageada como Serva de Deus pela Igreja Católica.
Lange tornou-se venerada após sua morte como uma santa pela população católica de Baltimore. Em 1991, com a aprovação da Santa Sé , o cardeal William Henry Keeler , então arcebispo de Baltimore , abriu oficialmente uma investigação formal da vida de Lange para estudá-la para sua possível canonização . Como parte deste processo, seus restos foram exumados e examinados. Eles foram então transferidos para a capela do Convento Nossa Senhora do Monte Providência, a casa - mãe da congregação. Em 2004, os documentos que descrevem a vida de Lange foram enviados à Congregação do Vaticano para as Causas dos Santos, que aprovou a causa da santidade. 

terça-feira, 7 de novembro de 2017

OS PADRES E CATÓLICOS FARISEUS APEGADOS ÀS CERIMÔNIAS

É fácil perceber um crescente interesse de católicos e o apego de alguns padres pela Liturgia, os ritos da Missa, o que é bom, aparentemente.
O problema é vermos os ritos, normas, virarem mandamentos, como pecados mortais.

Um pároco, recentemente, proibiu outro padre de fazer missas "carismáticas" em nossa Capela, dizendo que a Missa não deve ser um show. O problema é que o povo estava gostando do estilo do padre "carismático". As Missas estavam ficando mais cheias no dia do padre convidado do que no dia do padre responsável pela Paróquia.
O referido Padre proibiu músicas  muito animadas, "abraço da paz é só apertar a mão de quem está do seu lado direito e esquerdo", ele disse.
Fiquei pensando aonde nossa Igreja quer chegar quando um Pároco praticamente persegue um padre convidado por ciúmes? Pelo o menos é o que ficou parecendo.
Fiquei pensando mais: ainda que o abraço da paz tenha sido normatizado por Roma, Papa Bento, etc. ( na verdade, ainda não li o documento que fala disso) isso significa que nossas igrejas precisam aderir sem questionar?
As Igrejas locais não deveriam ter um mínimo de liberdade para fazer sua Liturgia  respeitando as carcerísticas de seu povo?
O povo brasileiro é alegria, calor humano, gosta de abraçar, não só apertar a mão, gosta de beijar, expressar afeto, carinho... bem diferente do povo europeu ou de alguns outros países. 
A Missa deve ser então uma festa triste, sem calor?
Outro dia, me disseram que um Catequista estava ensinando que não podíamos sair contentes da Missa, porque a Missa era um sacrifício...   De onde ele tirou isso é que não sei.

Como pode alguém gostar de ir a uma Missa para ficar triste?
A Missa é um sacrifício, mas nossas vidas já são também. Queremos ir para a Missa para sarimos alegres e não com a cara de quem está no inverno da Europa.  O Sacrifício de Cristo deve ser adorado, mas sem perder a alegria, pois o Senhor ressuscitou!...  O Senhor nos salvou!.... O Senhor está no meio de nós!

Vejo crescer, no meio dos católicos, muitos conservadores apegados aos ritos da liturgia, mas não apegados à misericórdia.
Vejo crescer, no meio dos católicos, padres novos, mas com cabeça de quem vive antes do Concíclio Vaticano II: como se vestir uma batina fosse tudo ou colocar 6 velas num altar, porque o Papa Bento XVI mandou, fosse o auge da Liturgia! 
Que grande reforma litúrgica!

Penso na alegria de uma Missa africana: cantar e dançar levando as ofertas... cantar  e dançar com gestos como seu povo sempre fez, preservando sua tradição sem deixar de ser católico.

Acho que falta isso na Igreja Católica do Brasil: ser católico romano sem precisar deixar de ser brasileiro.

A Liturgia bem feita pode nos levar a rezar melhor, sem dúvida. Mas o apego apenas ao rito, sem levar em consideração o contexto, o povo, os gostos, o que pode trazer mais pessoas para Cristo, etc., também pode ser um engessamento da Igreja.



Image result for FARISEUS RITOS





O apego aos ritos, às vezes, pode é nos transformar em fariseus, que por fora parecem religiosos, mas por dentro são vazios.

Os católicos fariseus  ficam preocupados se o Salmo está sendo bem cantado, ao invés de meditarem sua letra.
Os católicos fariseus ficam incomodados se os outros não se ajoelharam diante do Santíssimo, ao invés de ele estar apenas ajoelhado adorando e pensando no Senhor.
Os católicos fariseus não rezam, fiscalizam os outros, não vivem a Missa, assistem os outros, não louvam a Deus com o coração, apenas com os lábios.

Independente de qualquer coisa, a Missa é o Sacrifício de Cristo e me esforço para assisti-la mesmo quando o padre é péssimo na celebração, mas criticá-lo e informá-lo que discordamos é fundamental. Quem sabe ele muda ou repensa seus valores e faz a Igreja mudar também. Queremos Missa, mas com alegria e com nossa identidade na Liturgia. Padres, escutem seus fiéis! Tolerem mais! Negociem mais!