sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

MILAGRES DE SANTA INÊS VIRGEM E MÁRTIR - CURA FILHA DO IMPERADOR DE ROMA













SANTA INÊS VIRGEM E  MÁRTIR, ORAI POR NÓS!




















UM COSTUME MUITO ANTIGO NA IGREJA É PEDIR A INTERCESSÃO DOS SANTOS JUNTO A DEUS, REZAR PELOS MORTOS,  REZAR NA TUMBA DOS SANTOS OU VENERAR SUAS RELÍQUIAS.

PODEMOS LER ALGUNS TRAÇOS DESSES COSTUMES NO RELATO DO MILAGRE DE SANTA INÊS  DESCRITO ABAIXO. 

SANTA INÊS FOI MARTIRIZADA E VENERADA COMO SANTA DESDE OS PRIMÓRDIOS DA IGREJA DE ROMA ( SÉC III OU INÍCIO DO IV).

A IGREJA NÃO PEDE NENHUM SINAL MILAGROSO COMO REQUISITO DE SANTIDADE NO CASO DE UM SANTO MÁRTIR

 NA ÉPOCA DA MORTE DE SANTA INÊS A IGREJA AINDA ESTAVA SE ESTRUTURANDO E NÃO EXISTIA UM PROCESSO RIGOROSO COMO HOJE DE CACNONIZAÇÃO.
















 Constance era filha de um imperador romano muito famoso chamado Constantino.




















Ela estava muito triste porque ela estava coberta de manchas e não queria sair pois as pessoas, muitas vezes, olhavam abismadas para ela.

Muitos médicos e especialistas em saúde receberam dinheiro de seu pai, mas não foram capazes de curá-la das manchas e caroços horríveis.

Uma amiga de Constance chamada Martina veio visitá-la e viu como  sua amiga estava triste.

Ela sugeriu que elas viajassem para Roma e visitassem o local onde os Mártires Cristãos foram enterrados, pois Martina tinha ouvido falar de pessoas sendo curadas de muitas doenças lá.

Martina e Constance partiram na longa viagem para Roma e decidiram visitar o túmulo de Santa Inês.


 Quando as amigas chegaram em Roma, havia multidões lá e Constance ficou muito nervosa e cobriu o rosto com um lenço.



As meninas também ficaram nervosas, porque elas não eram cristãs e não tinham certeza sobre o que fazer quando elas chegaram ao túmulo de Santa Inês.



 Uma senhora, na fila para o túmulo, ouviu as meninas e explicou-lhes que elas deveriam pedir a Santa Inês por ajuda.












Quando chegaram à frente da fila ambas as meninas se ajoelharam em frente ao túmulo.

Constance ficou nervosa, mas sua amiga Martina pediu a Santa Inês para ajudá-la.













As meninas correram para ir para casa. Martina pediu a Constance para remover seu lenço e mostrar a ela, seu rosto.

Constance relutantemente o fez e as duas meninas ficaram surpresas de ver que as manchas desapareceram.













TUMBA DE SANTA INÊS












 Constance correu de volta ao túmulo de Santa Inês, a fim de agradecê-la.

A partir desse momento ela decidiu se converter ao cristianismo.






Mais tarde Constance mudou-se para viver perto de túmulo de Santa Inês e seu pai também se tornou um cristão.

As virtudes que Constance exibiu ao longo de sua vida foram Coragem e fé.

A princesa Constance , filha do imperador Constantino mandou erguer a majestosa basílica de Santa Inês Fora dos Muros, palco de grandes milagres por intermédio da santa virgem.











BASÍLICA DE SANTA INÊS FORA DOS MUROS












Vários milagres foram reportados em sua tumba e creditados à sua intercessão, e sua fama se espalhou rapidamente.

Quando o Imperador Constantino quis ter sua filha batizada, ele o fez perto do local da igreja de Santa Inês fora dos muros, que foi erigida por ele sobre sua tumba.

Em 382 o Papa Damasus I, que foi o primeiro a chamar Roma de "Sé Apostólica", restaurou a igreja de Santa Inês.


Durante o reinado do Papa Paulo V as relíquias de Santa Inês foram encontradas no santuário da igreja.

Agnes significa, em grego, casta; e em latim, ovelha.

 Talvez por isto na arte litúrgica da Igreja ela é representada sempre segurando uma ovelha.

Na sua festa, uma ou duas ovelhas são abençoados na sua igreja em Roma e de sua lã se faz alguns "palliuns" (duas tiras de lã branca) que o Papa confere aos Arcebispos como símbolo de sua jurisdição.

Ela é mencionada na Primeira Prece Eucarística. Segundo a tradição, Santa Inês ajuda a encontrar um noivo para um feliz casamento.

É padroeira da pureza e da castidade, e é invocada na proteção da castidade.




MILAGRES DE SANTA INÊS:





O ANJO A PROTEGE NO PROSTÍBULO



























Com efeito, tendo sido levada a um antro de prostituição, lá se lhe deparou o anjo do Senhor, que a circundou de uma luz tão esplendorosa que ninguém a podia ver.











Tendo começado a orar, percebeu na sua frente uma túnica branca com a qual se cobriu, abençoando a Deus.













O lugar de infâmia, tornou-se, assim, lugar de prece e piedade. Quem quer que lá entrasse, sentia-se tocado por um aspecto religioso à vista de uma luz inesperada, e saía mais puro do que quando entrava.








O FILHO DO PREFEITO CAI MORTO POR CASTIGO E É RESSUCITADO

O filho do prefeito, chamando a todos de covardes, atirou-se ao meio da luz, mas caiu cegado e até, segundo os atos, sem vida.














Um dos seus companheiros, ao vê-lo morto, pôs-se a gritar:

"Socorro! Uma prostituta, por artes mágicas matou o filho do prefeito!"

O povo atirou-se ao recinto, gritando: "É uma feitiçeira! - É inocente! - É um sacrilégio!"

O prefeito, sabedor da morte do filho, acorreu , precipidamente, aflito, dizendo à santa que era a mais cruel dentre todas as mulhere, e perguntando-lhe de que modo havia matado o filho.

Respondeu ela que o rapaz fôra sufocado pelo impuro demônio cujos desígnios tratava de levar a efeito. Era manifesta a prova, ois os que haviam respeitado a luminosa presença do anjo , tinham saído sãos e salvos.

O prefeito respondeu-lhe que acreditaria nas suas palavras, se ela rogasse ao anjo devolver-lhe o filho.








" Se bem que o não mereça a vossa fé, retrucou a jovem, sendo tempo de manifestar-se o poder de meu Senhor Jesus Cristo, saí todos, para que eu lhe ofereça a prece habitual."












Saíram todos e ela se prosternou, e rogou ao Senhor, com lágrimas, que ressucitasse o jovem.

O anjo , aparecendo, devolveu-lhe a vida. O jovem começoe a bradar: " Só há um Deus no céu e na terra, e é o Deus dos Cristãos."







SANTA INÊS É JOGADA NA FOGUEIRA E NÃO SE QUEIMA

Àquelas palavras, todos os arúspices e pontífices dos templos estremeceram, e instigaram o povo à sedição.








Todos gritaram: " Abaixo a feitiçeira, que muda opiniões e transtorna!"

O prefeito, diante de tão grandes maravilhas, ficou estupefato.
Mas temia a proscrição, no caso de agir contra os pontífices e defender Inês contra a sua´própria sentença.









Assim, tristemente, deixando no seu lugar o substituto, afastou-se. O substituto, chamado Aspácio, mandando que se acendesse uma grande fogueira, a ela atirou a santa.











Mas as chamas , afastando para um lado e outro, queimaram vários dos espectadores.











Inês , de braços estendidos, abençoava a Deus pelas suas maravilhas, quando o fogo se apagou de súbito.

Os pagãos mais ainda bradaram contra a feitiçaria.













O substituto, não encontrando outro meio para apaziguar os ânimos enfurecidos, deixou que a santa morresse pelo gládio.















APARIÇÃO DE SANTA INÊS A SEUS PAIS













A história conta que oito dias depois da morte, ( no seu anivesário natalício)  apareceu em grande glória aos pais que rezavam em seu túmulo, segurando um cordeirinho branco e cercada de muitas virgens e anjos e anunciou-lhes sua grande felicidade no céu.








CELEBREMOS A FESTA DE SANTA INÊS,
LEMBREMOS O MODO COMO ELA SOFREU
O MARTÍRIO POR CRISTO.

NA FLOR DA IDADE, VENCENDO A MORTE,
A VIDA ENCONTROU.

SOMENTE AMOU QUEM DA VIDA É O AUTOR.




DEUS ETERNO
E TODO PODEROSO,
QUE ESCOLHEIS AS CRIATURAS MAIS FRÁGEIS
 PARA CONFUNDIR OS PODEROSOS,
 DAI-NOS, AO CELEBRAR O MARTÍRIO DE SANTA INÊS ,
 A GRAÇA DE IMITAR SUA
CONSTÂNCIA NA FÉ.
POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO,
VOSSO FILHO,
NA UNIDADE DO ESPÍRITO SANTO.
AMÉM


SANTA INÊS, ORAI POR NÓS!
























































Um comentário:

  1. Demetrio Carvalho
    Passei minha infância toda em santa inês (Maranhão) considero santa inês minha cidade natal, nunca vou deixar de visita minha cidade santa inês.

    ResponderExcluir