quinta-feira, 25 de novembro de 2010

MILAGRES DIVERSOS DE SANTOS RELACIONADOS A LEVITAÇÃO -- PARTE 2 - ÊXTASES



SANTA TERESA D`AVILA






Em arroubo, escreve de si mesma Santa Teresa, o meu corpo tornava-se tão leve, perdendo de tal modo o peso que algumas vezes eu deixava de sentir os pés tocarem no chão.
MARIA DE AGREDA



Quando Maria de Agreda ficava em êxtase, seu corpo elevava-se igualmente, como se fora imponderável, e um sopro, mesmo de longe, o fazia oscilar e mover como uma leve pena. Poder-se-iam citar exemplos aos centos.

Conta-se, em particular, que diversos santos padres, entre outros, São Pedro de Alcântara, São Filipe de Néri, São Francisco Xavier, São José de Cupertino e São Paulo da Cruz, tinham no altar esses êxtases aéreos.

 

Às vezes não é uma simples elevação acima do solo, mas sim uma verdadeira ascensão aos ares.
DOMINGOS DE JESUS-MARIA

Domingos de Jesus-Maria, religioso carmelita, tão célebre pelos seus êxtases, elevava-se a ponto de seus irmãos mal poderem, estendendo os braços, tocar-lhe na planta dos pés.

SANTA INÊS DE BOÊMIA




 Num dia da Ascensão, enquanto salmodiava no jardim entre duas das suas companheiras, a bem-aventurada Inês de Boêmia, em súbito arroubo, elevou-se aos ares na presença delas até que não tardaram a perdê-la de vista, e só tornou a aparecer no fim de uma hora, com o rosto radiante de graça e de alegria.

SANTA COLETA








Diversas vezes, durante as suas orações contemplativas, Santa Coleta desaparecia inteiramente no espaço, à vista das suas irmãs.

Certos êxtases imprimem ao corpo um movimento rápido e impetuoso que, com justeza, se qualificou de vôo.

SÃO PEDRO DE ALCANTARA






São Pedro de Alcântara chegava algumas vezes, em seus transportes, até ao teto do coro.

São Pedro de AlcântarA, ouvindo cantar no jardim do convento, por um frade que se exercitavam no ofício, as primeiras palavras do Evangelho segundo São João: In principio erat Verbum, foi subitamente arrebatado, dando ao corpo, por uma espécie de  instinto irresistível, a forma de uma bola; sem tocar no chão, arrojou-se, atravessou com incrível celeridade, sem que mal algum lhe acontecesse, três portas muito baixas que conduziam à igreja e veio parar defronte do altar-mor, onde seus irmãos, que corriam ao seu encalço, o foram encontrar abismado no êxtase.

Acontecia muitas vezes que ele se ajoelhasse ao pé das árvores e aí, em êxtase, se elevasse, com a ligeireza de pássaro, até aos ramos mais altos.
BEM AVENTURADO FILIPINO

O bem-aventurado Filipino, também da Ordem de São Francisco, permanecia suspenso nos ares, por cima dos grandes carvalhos, como uma águia que paira em liberdade.


SÃO JOSÉ DE CUPERTINO







Esses prodígios superabundam na vida do bem-aventurado José de Cupertino.

Viam-no voar até às abóbadas da igreja, sobre as bordas do púlpito,ao longo das paredes donde pendia o crucifixo ou alguma imagem piedosa, em direção à estátua da Santa Virgem e dos Santos, pairar sobre o altar e por cima do tabernáculo, arremessar-se ao alto dos ares, agarrar-se e balançar-se nos menores ramos com a ligeireza de um pássaro, enfim, transpor de um pulo grandes distâncias.

Uma palavra, um olhar, o menor incidente que tivesse ligação com a piedade, produziam-lhe esses transportes.

Quiséramos descrever algumas dessas cenas que o mundo tacharia de estranhas e ridículas, e que achamos admiráveis, visto atestarem o maravilhoso poder das almas santas sobre o corpo e a Natureza e, melhor ainda, sobre o coração de Deus, que as liberta a seu gosto das servidões vulgares;







Nenhum comentário:

Postar um comentário