domingo, 18 de maio de 2014

"VÃS REPETIÇÕES" É ERRO DE TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO PROTESTANTE



A Bíblia tem Orações repetitivas? Sim! 

Leia: Números 6,22-27; Salmos 105(106), 106 (107);  117 (118); Isaías 6,3; Mateus 26,44; Marcos 14,39; Apocalipse 4,8-11; 15,3-4









A tradução protestante, no caso, é falsificada. 

Não se trata de orações repetitivas e sim orações com multiplicação de palavras, que levam em conta a loquacidade, acham que vão convencer a Deus por palavras bonitas. 

Cristo nos alerta que o importante é a intenção e a pureza do coração e não as palavras bonitas.

Compare as traduções:

Protestante:   E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.

Católica:           Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.




Original Grego: 

"προσευχόμενοι δὲ μὴ βατταλογήσητε ὥσπερ οἱ ἐθνικοί, δοκοῦσιν γὰρ ὅτι ἐν τῇ πολυλογίᾳ αὐτῶν εἰσακουσθήσονται. Transliterado: proseucomenoi de mh battologhshte wsper oi eqnikoi dokousin gar oti en th polulogia autwn eisakousqhsontai"

"βατταλογήσητε" tem a acepção de gaguejar, isto é, (por conseqüência) tagarelar tediosamente, isto é, FICAR FALANDO, FALANDO exatamente como fazem alguns protestantes. 

Nada, portanto de "vãs repetições" como adulteram os protestantes para perseguir e condenar os católicos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário