domingo, 30 de janeiro de 2011

NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS, DA CANDELÁRIA OU NOSSA SENHORA DA LUZ















Nossa Senhora da Luz (também invocada sob os nomes de Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora das Candeias ou ainda Nossa Senhora da Purificação)

é um dos muitos títulos pelos quais a Igreja Católica venera a Virgem Maria, sendo sob essa designação particularmente cultuada em Portugal apesar de sua aparência remontar às Ilhas Canárias (Espanha).


História

A origem da devoção à Senhora da Luz tem os seus começos na festa da apresentação do Menino Jesus no Templo e da purificação de Nossa Senhora, quarenta dias após o seu nascimento (sendo celebrada, portanto, no dia 2 de Fevereiro).























De acordo com a tradição mosaica, as parturientes, após darem à luz, ficavam impuras, devendo inibir-se de visitar ao Templo até quarenta dias após o parto; nessa data, deviam apresentar-se diante do sumo-sacerdote, a fim de apresentar o seu sacríficio (um cordeiro e duas pombas ou duas rolas) e assim purificar-se.

 Desta forma, José e Maria apresentaram-se diante de Simeão para cumprir o seu dever, e este, depois de lhes ter revelado maravilhas acerca do filho que ali lhe traziam, teria-lhes dito:

«Agora, Senhor, deixa partir o vosso servo em paz, conforme a Vossa Palavra.

Pois os meus olhos viram a Vossa salvação que preparastes diante dos olhos das nações:

Luz para aclarar os gentios, e glória de Israel, vosso povo»

(Lucas, 2, 29-33).

Com base na festa da Apresentação de Jesus / Purificação da Virgem, nasceu a festa de Nossa Senhora da Purificação;

 do cântico de São Simeão (conhecido pelas suas primeiras palavras em latim: o Nunc dimittis), que promete que Jesus será a luz que irá aclarar os gentios, nasce o culto em torno de Nossa Senhora da Luz/das Candeias/da Candelária, cujas festas eram geralmente celebradas com uma procissão de velas, a relembrar o facto.

 Aparência

A Virgem da Candelária ou Luz apareceu em uma praia na ilha de Tenerife (Ilhas Canárias, Espanha) em 1400.














 Os nativos guanches da ilha ficaram com medo dela e tentaram atacá-la, mas suas mãos ficaram paralisadas.

A imagem foi guardada em uma caverna, onde, séculos mais tarde, foi construído o Templo e Basílica Real da Candelária (em Candelária).

Mais tarde, a devoção se espalhou na América.

 É santa padroeira das Ilhas Canárias, sob o nome de Nossa Senhora da Candelária.

 Invocação e expansão do culto



Nossa Senhora da Luz era tradicionalmente invocada pelos cegos (como afirma o Padre António Vieira no seu Sermão do Nascimento da Mãe de Deus: «Perguntai aos cegos para que nasce esta celestial Menina, dir-vos-ão que nasce para Senhora da Luz [...]»), e tornou-se particularmente cultuada em Portugal a partir do início do século XV;

segundo a tradição, deve-se a um português, Pedro Martins, muito devoto de Nossa Senhora, que descobriu uma imagem da Mãe de Deus por entre uma estranha luz, no sítio de Carnide, no termo de Lisboa.

Aí se fundou de imediato um convento e igreja a ela dedicada, que conheceu grande incremento devido à acção mecenática da Infanta D. Maria, filha de D. Manuel I e sua terceira esposa, D. Leonor de Áustria.

A partir daí, a devoção à Senhora da Luz cresceu, e com a expansão do Império Português, também se dilatou pelas regiões colonizadas, com especial destaque para o Brasil, onde é a santa padroeira da cidade de Curitiba, capital do Paraná (veja-se a lenda de Nossa Senhora da Luz), Guarabira/PB, Pinheiro Machado/RS, Itu/SP, ou ainda Corumbá/MS. Em Juazeiro do Norte, Ceará, ocorre todos os anos uma grande romaria em sua homenagem.

 Santa padroeira

Em Portugal, é o orago de diversas freguesias, sob as seguintes invocações:

Nossa Senhora da Luz:

Ferreira (em Paços de Ferreira);

A-dos-Cunhados (em Torres Vedras);

Albernoa (em Beja);

Carnide (em Lisboa; co-orago com São Lourenço);

Carvoeira (em Torres Vedras);

Farminhão (em Viseu);

Fenais da Luz (em Ponta Delgada);

Flamengos (na Horta);

Gaula (em Santa Cruz (Madeira));

Lagoa (no Algarve);

Luz (em Mourão);

Luz (em Santa Cruz da Graciosa);

Luz (em Lagos);

Luz de Tavira (em Tavira);

Maceira (em Leiria);

Pedreira (no Nordeste (Açores));

Ponta do Sol (na Madeira);

Ponte de Vagos (em Vagos);

Póvoa de Santarém (em Santarém);

São Jorge (Arcos de Valdevez)(em Arcos de Valdevez);

Vale do Peso (no Crato).

Nossa Senhora das Candeias:

Almeida;

Cabeço de Vide (em Fronteira);

Candelária (na Madalena);

Candelária (em Ponta Delgada);

Ferreiros de Avões (em Lamego);

Igreja Nova do Sobral Mourolinho (em) Ferreira do Zezere

Mourão;

Penha da Águia (em Figueira de Castelo Rodrigo);

Samuel (em Soure);

Santo Espírito (em Vila do Porto-Santa Maria Açores ).

Nossa Senhora da Purificação:

Alcanede (em Santarém);

Alcoentre (na Azambuja);

Alcorochel (em Torres Novas);

Alguber (no Cadaval);

Asseiceira (em Tomar);

Assentis (em Torres Novas);

Atenor (em Miranda do Douro);

Aveiras de Cima (na Azambuja);

Azevo (em Pinhel);

Bucelas (em Loures);

Cabeção (em Mora);

Cachoeiras (em Vila Franca de Xira);

Carapito (em Aguiar da Beira);

Fiolhoso (em Murça);

Freixianda (em Ourém);

Larinho (em Torre de Moncorvo);

Louredo (em Santa Marta de Penaguião);

Macedo do Mato (em Bragança);

Matela (em Vimioso);

Montelavar (em Sintra);

Navalho (em Mirandela);

Oeiras;

Olival (em Ourém);

Pena Verde (em Aguiar da Beira);

Pernes (em Santarém);

Podence (em Macedo de Cavaleiros);

Podentes (em Penela);

Pontével (no Cartaxo);

Quinta do Anjo (em Palmela);

Roliça (no Bombarral);

Sacavém (em Loures);

Santar (em Arcos de Valdevez);

Santa Maria de Galegos (em Barcelos);

Santo Espírito (em Angra do Heroísmo);

Sapataria (no Sobral de Monte Agraço);

Seiça (em Ourém);

Serra (em Tomar);

Vila Chã (em Vale de Cambra);

Vila Maior (em São Pedro do Sul).











A MÃE FELIZ CARREGA NO SEU COLO
A DEUS, QUE EM NOSSA CARNE SE OCULTOU,
E BEIJA CASTAMENTE AQUELES LÁBOS
A CUJA ORDEM TUDO SE CRIOU.

É ELE A LUZ QUE BRILHA SOBRE OS POVOS,
A GLÓRIA DE ISRAEL , SEU POVO AMADO.
FOI POSTO PARA RUÍNA E SALVAÇÃO
, ATÉ QUE SEJA O OCULTO REVELADO.


SIÃO, ENFEITA O TEU QUARTO NUPCIAL
E RECEBE O TEU REI, CRISTO JESUS,
QUE A VIRGEM CONCEBEU E DEU À LUZ,
E, CONSERVANDO A VIRGINDADE APÓS O PARTO,
ADOROU AQUELE MENINO A QUEM GEROU.

OREMOS:

NÓS VOS PEDIMOS , DEUS E SENHOR NOSSO,
PELA INTERCESSÃO DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA,
NOSSA SENHORA DA LUZ,
QUE POSSAMOS SER CONTINUAMENTE PROTEGIDOS
DE TODOS OS MALES
VIVENDO SOB O ESPLENDOR DA VOSSA FACE.
POR CRISTO SENHOR NOSSO.

AMÉM








NO DIA DA APRESENTAÇÃO DE JESUS NO TEMPLO E PURIFICAÇÃO DE NOSSA SENHORA É COSTUME NA IGREJA REALIZAR-SE A BÊNÇAOS DAS VELAS E UMA PEQUENA PROCISSÃO COM ELAS.
AS VELAS TAMBÉM PODEM SER LEVADAS PARA CASA E USADAS PARA ABENÇOAR A RESIDÊNCIA.

RECEBER A VELA BENTA NA MISSA É SEMPRE IMPORTANTE.
MAS EM CASOS ESPECIAS, EM NOSSA ORAÇÃO PARTICUAR, TAMBÉM PODEMOS
ABENÇOAR UMA VELA PARA USÁ-LA EM ORAÇÃO E AFASTAR QUALQUER FORÇA MALIGNA OU DEPRESSÃO QUE SINTAMOS.

UM EXEMPLO DE RITUAL QUE O PRÓPRIO CRISTÃO PODE FAZER
EM SUA CASA PARA ABENÇOÁ-LA COM A VELA :

BÊNÇÃO DA VELA

SENHOR SANTO, PAI ONIPOTENTE E DEUS ETERNO,
QUE CRIASTES TODAS AS COISAS DO NADA
 E QUISESTES QUE AS ABELHAS PRODUZISSEM O LICOR DE QUE SE COMPÕEM A S VELAS,
VÓS QUE SATISFIZESTES O DESEJO DO JUSTO SIMEÃO,
 DIGNAI-VOS, PELA INVOCAÇÃO DO VOSSO SANTO NOME,
PELA INTERCESSÃO DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA SEMPRE VIRGEM,
 NOSSA SENHORA DA LUZ,
 E PELAS PRECES DE VOSSOS SANTOS,
ABENÇOAR E SANTIFICAR ESTA VELA
PARA SALVAÇÃO DE NOSSO CORPO E ALMA,
NA TERRA E SOBRE AS ÁGUAS.

ESCUTAI SENHOR,
LÁ DO VOSSO SANTO TABERNÁCULO
 E DO TRONO DA VOSSA MAJESTADE
AS PRECES QUE VOS DIRIJO
LEVANDO NAS MÃOS ESTA VELA ,
SINAL DE VOSSA LUZ,
E DIGNAI-VOS AO MESMO TEMPO
BAIXAR OLHARES DE MISERICÓRDIA SOBRE QUANTOS VOS INVOCAM ,
 E AOS QUAIS REDIMISTES
COM O SANGUE PRECISOSO DO VOSSO FILHO.
QUE CONVOSCO VIVE E REINA.
AMÉM


BÊNÇÃO DA CHAMA DA VELA


SENHOR DEUS,
PAI ONIPOTENTE,
LUZ INDEFECTÍVEL, E AUTOR DE TODA LUZ,
ABENÇOAI ESTE LUME,
QUE JÁ POR VÓS FOI ABENÇOADO E SANTIFICADO PARA ILUMINAR O MUNDO
E FAZEI QUE SEJAMOS NELE ABRASADOS
 E ALUMIADOS COM O FOGO DA VOSSA CLARIDADE.

E ASSIM COMO ALUMIASTES MOISÉS
QUANDO SAIU DO EGITO,
 ILUMINAI TAMBÉM OS NOSSOS CORAÇÕES E SENTIDOS
PARA QUE MEREÇAMOS CHEGAR À VIDA E LUZ ETERNA.
E FAZEI QUE EM TODO O LUGAR
 ONDE FOR LEVADA O MISTÉRIO DESTA LUZ,
OS PODERES DAS SOMBRAS CEDAM À VIRTUDE DA VOSSA DIVINA MISERICÓRDIA.
 POR CRISTO, NOSSO SENHOR. AMÉM

Observação:


A vela pode ser usada na Bênção da casa levando-a em todos os cantos da casa, traçando o sinal da Santa Cruz nas portas e janelas e em todos os ambientes, rezando sempre, pode-se dizer apenas: LUMEN CHRISTI! ( LUZ DE CRISTO!)














ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

Virgem Santíssima das Candeias, vós que pelos merecimentos de vosso Filho Onipotente, tudo alcançais em benefício dos pecadores de quem sois igualmente Senhora e Mãe. Vós que não desprezais as súplicas humanas e nem a elas fechais o vosso coração compassivo e misericordioso.

Iluminai-me, eu vos peço, na estrada da vida, encorajai-me e encaminhai os meus passos e as minhas orações para o verdadeiro bem.

Livrai-me de todos os perigos a que está exposta à minha fraqueza. Defendei-me de meus inimigos, como defendeste o vosso amado Filho das perseguições que sofreu sendo menino.

Não consintais que eu seja atingido por ferro, fogo e nem por peste alguma, e depois de todos estes benefícios de vossa clemência nesta vida, conduzi a minha alma para a morada dos anjos, onde com Jesus Cristo, vosso Filho e Nosso Senhor, viveis e reinais, pelos séculos










ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA

Ó doce Virgem Maria - verdadeira guardiã da luz do mundo - que iluminais nosso destino com a gaça da vossa onipotência suplicante, que sois a candeia de amor cujo fogo brota do Coração Divino de Jesus.
Ó Nossa Senhora da Candelária, atendei a nossa súplica concedendo-nos o favor da vossa maternal ajuda, pela fortaleza da nossa fé e o bálsamo da confiança, a fim de que possamos um dia gozar convosco as alegrias do céu.
Assim seja.
Nossa Senhora da Candelária, iluminai-nos.




EVANGELHO DE SÃO LUCAS (2, 22-32)

A PURIFICAÇÃO DE MARIA E APRESENTAÇÃO DE JESUS NO TEMPLO:



22 Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor,

23 conforme o que está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor (Ex 13,2);
24 e para oferecerem o sacrifício prescrito pela lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos.

25 Ora, havia em Jerusalém um homem chamado Simeão. Este homem, justo e piedoso, esperava a consolação de Israel, e o Espírito Santo estava nele.

26 Fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que não morreria sem primeiro ver o Cristo do Senhor.


27 Impelido pelo Espírito Santo, foi ao templo. E tendo os pais apresentado o menino Jesus, para cumprirem a respeito dele os preceitos da lei,

28 tomou-o em seus braços e louvou a Deus nestes termos:

29 Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. 30 Porque os meus olhos viram a vossa salvação 31 que preparastes diante de todos os povos, 32 como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel.



NÓS VOS PEDIMOS,
Ó DEUS ETERNO E ONIPOTENTE,
QUE ,
ASSIM COMO VOS FOI APRESENTADO  NO TEMPLO O VOSSO FILHO UNIGÊNITO
REVESTIDO DA NOSSA CARNE MORTAL,
ASSIM NOS CONCEDAIS A GRAÇA
DE NOS APRESENTAR TAMBÉM À VOSSA PRESENÇA
DE ALMAS PURIFICADAS.
PELO MESMO NOSSO SENHOR.
AMÉM















CELEBREMOS JESUS LUZ DAS NAÇÕES
E SUA MÃE SEMPRE VIRGEM.
NOSSA MÃE NA GRAÇA.

























LENDA DE NOSSA SENHORA DA LUZ DE CURITIBA


Haveria uma imagem de Nossa Senhora da Luz, localizada na capela do primeiro vilarejo da região, a Vilinha, ainda às margens do Rio Atuba (Curitiba).

 Todas as manhãs esta imagem estava voltada para uma dada direção.

Interpretando como uma vontade da Santa, foi feito um contato com o cacique dos índios tingüi, o cacique "Tindiquera".

Este teria localizado o novo local e colocado uma vara no chão, dizendo "Coré Etuba", com o significado de "muito pinhão".


 Desta vara teria brotado uma frondosa árvore, sendo este o marco zero da cidade de Curitiba.


















































Nenhum comentário:

Postar um comentário