quinta-feira, 28 de maio de 2015

POR QUE LEMBRAR SANTA JOANA D`ARC FESTEJADA DIA 30 DE MAIO?



Jesus nos disse que "não se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa (Mateus 5,15). 

Assim é Santa Joana d´Arc, uma luz colocada sobre o candeeiro para que brilhe a todos que estão na Casa de Deus, a Igreja.  

   E "ao vermos sua luz, suas boas obras, glorificamos ao Pai que está nos céus" (Mateus 5,16), cumprindo com o mandamento da Bíblia que nos aconselha a fazer a memória daqueles que são exemplo e modelo de fé para os outros (Mateus 26,13; Filipenses 3,17; Tiago 5,10; João 8,39), afim de que imitemos suas boas obras. 









Santa Joana "lavou suas vestes no sangue do Cordeiro e está diante do trono de Deus e o serve, dia e noite, no seu templo" (Apocalipse 7,14-15), por isso, pode apresentar nossas orações ao Senhor e interceder por nós (Apocalipse 5,8).  Peçamos, pois, a intercessão dessa Serva de Deus, já que a oração de uma justa pode mais (Provérbios 15,29; Tiago 5,16).


TESTEMUNHOS

Os milagres comprovados para a beatificação de Santa Joana foram: 
1) A Irmã Teresa de Santo Agostinho  foi curada de úlceras na perna. 
 2) A irmã Julie Gauthier, de Faverolles, foi curada de uma úlcera cancerosa em seu peito esquerdo, durante uma novena a Santa Joana.
3) Irmã Marie Sagnier, de Frages, foi milagrosamente curada de um câncer do estômago.
O Papa Pio X aceitou esses três milagres como autênticos. 
Dois milagres foram comprovados para sua canonização:
1) Um milagre ocorreu em Lourdes, em 1909,com Thérèse Belin, que tinha tuberculose em seus pulmões e na cavidade abdominal, complicada por uma lesão orgânica de sua válvula mitral do coração.   Ela sentiu-se curada quando sobre ela foi invocada a intercessão de Joana. Na primeira invocação, Teresa abriu os olhos, na segunda, ela se sentou em sua maca e, na terceira, ela sentiu que tinha sido curada. 2)Outra cura reconhecida ocorreu a Miss Mirandelle que tinha um  mal perfurante plantar o que significa que ela tinha um buraco que atravessou a planta de seu pé e foi curada.


“ENGANOSA É A BELEZA, E INÚTIL A FORMOSURA, MAS A MULHER QUE TEME AO SENHOR, ESSA SERÁ LOUVADA.”
PROVÉRBIOS 31,30





ORAI SEM CESSAR
(I TESSALONISENCES 5,17)


Ó Santa Joana D’Arc, vós que, cumprindo a vontade de Deus, de espada em punho, vos lançastes à luta, por Deus e pela Pátria, ajudai-me a perceber, no meu íntimo, as inspirações de Deus. 

Com o auxílio da vossa espada, fazei recuar os meus inimigos que atentam contra a minha fé e contra as pessoas mais pobres e desvalidas que habitam nossa Pátria.  Santa Joana D’Arc, ajudai-me a vencer as dificuldades no lar, no emprego, no estudo e na vida diária. Ó Santa Joana D’Arc atenda ao meu pedido (pedido). 

E que nada me obrigue a recuar, quando estou com a razão e a verdade, nem opressões, nem ameaças, nem processos, nem mesmo a fogueira. Santa Joana D’Arc, iluminai-me, guiai-me, fortalecei-me, defendei-me. Amém!

Oremos:
Ó Deus, que nos alegrais com a comemoração de Santa Joana D´Arc, concedei que sejamos ajudados pelos seus méritos e iluminados pelos seus exemplos de castidade e fortaleza. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!  

Santa Joana D´Arc,
 orai por nós!

"Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos porque todos vivem para Ele” 
(Lucas 20, 37-38).




                    

A Imagem de Santa Joana entre as santas de sua devoção, Santa Margarida, com o dragão aos pés, e Santa Catarina, com a roda.

UMA NUVEM DE TESTEMUNHAS 
(HEBREUS 12,1)

A SANTA GUERREIRA

Joana D’Arc nasceu na França no ano de 1412 e morreu em 1431. Foi uma heroína, durante a Guerra dos Cem Anos, quando seu país enfrentou a rival Inglaterra. 

Com 13 anos de idade, começou a ter visões e receber mensagens de São Miguel, Santa Catarina e Santa Margarida, que lhe deram a ordem de salvar a França do domínio inglês, levando Carlos VII a ser coroado rei. 

  Motivada pelas mensagens, cortou o cabelo bem curto, vestiu-se como um homem e conseguiu comandar as tropas francesas. 

Rapidamente, ela teve várias vitórias e cumpriu com sua missão. Em 1430, durante uma batalha em Paris, ela foi traída por seu rei e capturada pelos borgonheses que a venderam para os ingleses. Foi acusada injustamente de praticar feitiçaria, em função de suas visões, e condenada à morte na fogueira.

Foi queimada viva na cidade de Rouen, no ano de 1431. Joana morreu olhando para uma cruz, pronunciando várias vezes, em voz alta, o nome de Jesus. Joana D’Arc foi canonizada (proclamada em santa) no ano de 1920










Nenhum comentário:

Postar um comentário