quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

O MENINO JESUS CEGUINHO

Uma história bem interessante de devoção ao Menino Jesus é a devoção ao  "Niño cieguito", o Menino ceguinho.

A imagem tem traços bem latinos, típicos da tradição dos povos indígenas, talvez incas astecas, não sei, mas me deu essa impressão, pelo o modo como a imagem se apresenta, cabelo, leque, trono...

Só entendendo a história e lenda para compreender essa imagem que choca a princípio para quem a vê.












No entanto, logo percebi que a história do Menino Jesus ceguinho nos fala  da cegueira dos homens que não respeitam o que é santo e o que é de Deus.

Leia e entenda essa história:





Em Morelia, capital do estado de Michoacan aconteceu um fato que marcaria o destino de muitos fiéis.

Relata o Pároco Gabriel Gutiérrez Mejía.

 Sua história começa em 10 de agosto de 1744, segundo dados compilados pelo P. Gabriel Gutierrez, na cidade de Valladolid, agora Morelia.

Onde estavam os padres Mercedários na freguesia atual de La Merced.

 Na manhã do dia 10 de agosto de 1944, foi realizada, em um dia muito solene, a festa de São Lourenço Mártir, no Convento de La Merced.

Tarde e noite, o céu estava coberto por densas nuvens, acompanhada de trovões e relâmpagos, e terminou na violenta tempestade, como um presságio triste do que estava para acontecer à meia-noite daquele dia.

Os Padres Mercedários, ficaram mantidos no convento, por conta do tempo e a igreja estava completamente sozinha.

Na ausência de todos, perto da noite, a porta que liga o convento à igreja, agora ela está onde está a fonte da capela Batistério, a mesma que se comunica com o resto da nave do recinto.

Parecendo a igreja estar sozinha as portas do templo foram fechadas, mas  um homem estava escondido no interior com a intenção de roubar objetos de valor.


À meia-noite começou o seu crime: para chegar ao altar, voltou-se para a imagem de Nossa Senhora das Mercês para remover as jóias que ela tinha, isso ocorreu perto da festa da Virgem, de modo que a imagem carregava lindas jóias e enfeites.

Quando o homem estava roubando tudo da Virgem Maria, a pequena imagem do Menino Jesus, que ela carregava, começou a chorar, no mínimo, como menciona P. Gutiérrez Mejía, assim ele devia sentir na sua consciência.

 O assaltante continuou seu trabalho mais rápido, mas continuava a ouvir o choro da criança.

 Juntamente com o medo de ser descoberto, tentou cobrir a boca do Menino com a mão para parar o seu pesar.

 No entanto, a criança continuou a chorar, foi quando, em desespero, o homem tirou seus olhos com um soco, mas o grito foi ouvido ainda mais alto.











E a criança continuou  chorando, o homem resolveu colocá-lo no saco onde levava tudo o que tinha sido roubado.

 Deixou o templo e foi em direção da colina Punhuato, mas a imagem continuou a gemer, a tão exasperado ficou o ladrão, que começou a jogar fora seus braços e pernas e, finalmente, abandonou em algum lugar do morro o resto da imagem e fugiu.

No dia seguinte, a Padres Mercedários perceberam o furto, bem como a ausência do Menino Deus e prestaram queixa à polícia.

 Após uma longa investigação, identificaram o ladrão e o prenderam.

Na declaração que ele deu às autoridades falou dos gritos e choro  da imagem e revelou o local onde ele a havia abandonado.








A imagem foi recolhida e devolvida ao seu templo.

A notícia do fato da profanação  foi tema de vários atos de expiação.

O menino foi enviado pelos Padres Mercedários para Puebla, afim de que fosse restaurada no Convento das Capuchinhas.





Templo das Irmãs Capuchinhas,
onde o Menino também é venerado



 Diz-se que a imagem foi recebida pela Irmã María Josefa Manuela, que a consertou, colocou as peças que não foram recuperados, mas ela não conseguia colocar os olhos, porque sempre que ela os punha no  dia seguinte a imagem amanhecia sem eles.

 Desse modo, a Irmã chegou a conclusão que o Menino não  queria os olhos restaurados e o  enviou de volta para a igreja de Nossa Senhora de Las Mercedes, onde até a presente data é venerada como a imagem do "Niño Cieguito" ( menino ceguinho)  que recebe a reverência especial pelas pessoas que têm problema de visão.








Actualmente, a reverência que ele recebe vem de muitos cristãos de diversas partes da república,  é por isso que todo dia 10 de agosto é celebrado no templo e no dia  16 de Setembro na capital, Puebla.

Atualmente, muitos milagres são atribuídos a esta imagem singular, e a Virgen de las Mercedes, que tem em seus braços outra réplica do Menino Jesus.

 A imagem original fica agora numa pequena vitrine , na entrada do templo do lado esquerdo; o nome de "Santo Niño Cieguito" foi dado pelos  fiéis que vêm continuamente venerá-lo.





ORAÇÃO AO NIÑO CEGUITO ( MENINO CEGUIINHO)

Criança ceguinha, ceguinha criança

Meu menininho!

Eu te visito hoje e eu preciso de você, (faz o pedido)

Peço que não me deixe sozinho.

Olha para esta pena que me condena

Faz-me bem, Valei-me!

Criança ceguinho, ceguinha criança

Meu menininho!

Seja meu pequeno anjo que eu te juro,

por tua Mãe Santisima,

que realmente lutarei para ser melhor

mas confio de que você me dará o milagre

Menino ceguinho, ceguinho menino

Meu menininho!

Eu me despeço, pois vou indo.

antes agradeço-te por ouvir as minhas palavras

Eu rezo de manhã, depois de amanhã também

E Domingo voltarei a te ver novamente

(Três Pai nossos)

Amém .




Santo Niño venerado pelas crianças





CADA HISTÓRIA DE DEVOÇÃO SÓ NOS MOSTRA COMO DEUS É MISTERIOSO  E SE MANIFESTA AO SEU POVO DE FORMAS E COM SINAIS DIVERSOS.






 
 


2 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar neste Santo e fiquei muito maravilhada com a historia... Como cristã creio que é um Santo que nunca mais esquecerei... Meu menininho, Meninos Jesus Ceguinho!

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha ouvido falar neste santo e como Cristã Catolica fiquei maravilhada com a sua historia. Com certeza jamais esquecerei do meu menininho, Menino Jesus Ceguinho, que me livre da cegueira humana e me faça apenas enxergar a luz!!

    ResponderExcluir