terça-feira, 15 de abril de 2014

ADORAÇÃO DO CRISTO CRUCIFICADO NA SEXTA-FEIRA SANTA

 
Gosto muito das sextas-feiras santas pela oportunidade de beijar o Cristo Crucificado. Acho um ritual muito bonito, poético, chegando mesmo a ser mágico.
 
Demonstrar a Jesus nosso amor beijando a imagem de sua cruz, faz com que eu me sinta mais cristão, mais católico.
É como dizer ao mundo:
"sim, eu sou cristão."
"Sim, eu creio no Cristo Crucificado e em sua mensagem de vida e santidade."
"Sim, eu creio que sua morte matou a minha morte e o castigo eterno devido por meus pecados."
"Sim, eu quero ser todo teu, Senhor."
 
 
 
 
A Igreja, nossa Mãe, foi tão boa que nos concedeu indulgências, perdão das consequências, castigos devidas por nossos pecados já perdoados (Números 20,12; I Samuel 3,14,17-18; II Samuel 12,13-14; Jonas 1,12)  , sempre que beijamos a cruz na sexta-feira santa, pois assim ela recebeu poder do Salvador para ligar e desligar, perdoar, e administrar o mistério da reconciliação (Mateus 16,19; João 20,23; II Coríntios 5,18-20).
 
Obrigado, Senhor, por viver mais uma Semana Santa.
 
 
 
 
Como nos diz a Bíblia, a Cruz é motivo de alegria e orgulho para o cristão:
 
 
 

Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
1 Coríntios 1,18
 
 
 
 
 
 
Porque Cristo enviou-me, não para batizar, mas para evangelizar; não em sabedoria de palavras, para que a cruz de Cristo se não faça vã.
1 Coríntios 1,17
 
 
Mas longe esteja de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
Gálatas 6,14
 
 
 
 
 
 
 
E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.
Lucas 14,27
 
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim.
Mateus 10,38
 
Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, Filipenses 3,18
 
 
E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.
Lucas 9,23
 
E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.
Colossenses 1,20
 
 
 
 
 
 
 
 

terça-feira, 8 de abril de 2014

 
Ovos de Páscoa: De todos os símbolos, o ovo de páscoa é o mais esperado pelas crianças.  Nas culturas pagãs, o ovo trazia a idéia de começo de vida. Os povos costumavam presentear os amigos com ovos, desejando-lhes boa sorte. Os chineses já costumavam distribuir ovos coloridos entre amigos, na primavera, como referência à renovação da vida. Existem muitas lendas sobre os ovos. A mais conhecida é a dos persas: eles acreditavam que a terra havia caído de um ovo gigante e, por este motivo, os ovos tornaram-se sagrados.

Os cristãos primitivos do oriente foram os primeiros a dar ovos coloridos na Páscoa simbolizando a ressurreição, o nascimento para uma nova vida. Nos países da Europa costumava-se escrever mensagens e datas nos ovos e doá-los aos amigos. Em outros, como na Alemanha, o costume era presentear as crianças. Na Armênia decoravam ovos ocos com figuras de Jesus, Nossa Senhora e outras figuras religiosas.

Pintar ovos com cores da primavera, para celebrar a páscoa, foi adotado pelos cristãos, nos século XVIII. A igreja doava aos fiéis os ovos bentos. A substituição dos ovos cozidos e pintados por ovos de chocolate, pode ser justificada pela proibição do consumo de carne animal, por alguns cristãos, no período da quaresma.
A versão mais aceita é a de que o surgimento da indústria do chocolate, em 1830, na Inglaterra, fez o consumo de ovos de chocolate aumentar. 

Coelho da Páscoa: O coelho é um mamífero roedor que passa boa parte do tempo comendo. Ele tem pêlo bem fofinho e se alimenta de cenouras e vegetais. O coelho precisa mastigar bem os alimentos, para evitar que seus dentes cresçam sem parar. Por sua grande fecundidade, o coelho tornou-se o símbolo mais popular da Páscoa. É que ele simboliza a Igreja que, pelo poder de cristo, é fecunda em sua missão de propagar a palavra de Deus a todos os povos.  
 
 
 

Celebrações da Semana Santa e seus significados



Domingo de Ramos: O Domingo de Ramos abre solenemente a Semana Santa, com a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Jesus é recebido em Jerusalém como um rei, com ramos de palmeiras. Nesse dia, são comuns procissões em que os fiéis levam consigo ramos de oliveira ou palmeira, o que originou o nome da celebração. Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os discípulos e entrou na cidade como um rei, mas sentado num jumentinho - o simbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o rei de Israel. Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição.



Quinta-feira Santa: É o quinto dia da Semana Santa e na manhã deste dia, nas catedrais das dioceses, o bispo se reúne com o seu clero para celebrar a Celebração do Crisma, na qual são abençoados os óleos que serão usados na administração dos sacramentos do Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos.
Neste mesmo dia, à noite, são relembrados os três gestos de Jesus durante a Última Ceia: a Instituição da Eucaristia, o exemplo do Lava-pés. É neste momento que Judas Iscariotes sai para entregar Jesus por trinta moedas de prata. E é nesta noite em que Jesus é preso, interrogado e, no amanhecer da sexta-feira, açoitado e condenado. A igreja já se reveste de luto e tristeza, desnudando os altares (quando são retirados todos os enfeites, toalhas, flores e velas), tudo para simbolizar que Jesus já está preso e consciente do que vai acontecer. Também cobrem-se todas as imagens existentes no templo.



Sexta-Feira Santa ou Sexta-Feira da Paixão: É quando a Igreja recorda a Morte do Salvador. É celebrada a Solene Ação Litúrgica, Paixão e Celebração da Cruz .




Sábado Santo ou Sábado de Aleluia: É o dia da espera. Os cristãos junto ao sepulcro de Jesus aguardam sua ressurreição. No final deste dia é celebrada a Solene Vigília Pascal e proclama-se a Páscoa através do canto do Exultet e faz-se a leitura de 8 passagens da Bíblia (4 leituras e 4 salmos) e a Epístola percorrendo-se toda história da salvação, desde Adão até o relato dos primeiros cristãos. Entoa-se o Glória e o Aleluia, que foram omitidos durante todo o período quaresmal.



Domingo de Páscoa: É o dia mais importante para a fé cristã, pois Jesus vence a morte Solenidade das Solenidades. Decora-se a casa com Ovos de páscoa coloridos com as cores da primavera (Hemisfério Norte), guirlandas floridas e coelhos.
 
 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

O JEJUM DA SEXTA - FEIRA SANTA É BÍBLICO - O PODER DO JEJUM

 
Jesus afirmou, na Bíblia, que quando ele morresse, os apóstolos jejuariam.
 Por isso os cristãos, desde o início dos séculos, jejuam nas sextas-feiras e, de um modo especial, jejua-se na sexta-feira santa em recordação de sua paixão e morte, como nos manda a Santa Igreja.
 
Eis um trecho dos evangelhos:
 
"Ora, os discípulos de João e os fariseus jejuavam; e foram e disseram-lhe: Por que jejuam os discípulos de João e os dos fariseus, e não jejuam os teus discípulos?
E Jesus disse-lhes: Podem porventura os filhos das bodas jejuar enquanto está com eles o esposo? Enquanto têm consigo o esposo, não podem jejuar;
Mas dias virão em que lhes será tirado o esposo, e então jejuarão naqueles dias."
(Marcos 2,17-20)
 
"Disseram-lhe, então, eles: Por que jejuam os discípulos de João muitas vezes, e fazem orações, como também os dos fariseus, mas os teus comem e bebem?
E ele lhes disse: Podeis vós fazer jejuar os filhos das bodas, enquanto o esposo está com eles? Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então, naqueles dias, jejuarão."
(Lucas 5,33-35)
 
 
 O jejum serve para nos unir mais a Deus e para nos ajudar no caminho da conversão (mudança do coração), reconhecendo que Deus é tudo, mais importante que nossos apetites e desejos:
 
"E eu dirigi o meu rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, e saco e cinza." (Daniel 9,3)

 
 
"Ainda assim, agora mesmo diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. "(Joel 2,12)

 
 
"E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia." (Lucas 2,37)
 
 
 
 
 
 

O jejum nos dá forças contra os demônios:

 
"Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum. " (Mateus 17,21)
 
"E disse-lhes: Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum." (Marcos 9,29)
 
 
 
 
 
 
 
Jejuar não é só abster-se de comida, mas também é evitar o pecado:
 
 
 
 
 "Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo?" (Isaías 58,6)
 
 
 
 
 
 Jesus quer que jejuemos com alegria e humildade:
 
 " E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
17 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto,
18 Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente."
(Mateus 6,16-18)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Santa Catarina de Sena jejuou até a morte pela união da Igreja dividida pelo grande cisma do Ocidente.
 
 
 
 
 

"Quem jejua, pense no sentido do jejum;
 seja sensível à fome dos outros
quem deseja que Deus seja sensível à sua;
seja misericordioso
quem espera alcançar misericórdia;
quem pede compaixão,
também se compadeça;
quem quer ser ajudado,
 ajude os outros.
Muito mal suplica
quem nega aos outros aquilo que pede para si. "
 
São Pedro Crisólogo
 
 
 
 
 
 
 

 
 

domingo, 6 de abril de 2014

MILAGRES E GRAÇAS DE NOSSA SENHORA DAS DORES - A VIRGEM MARIA DOLOROSA


Nossa Senhora das Dores é um dos títulos dados a Maria, Mãe de Jesus, em recordação de suas dores já profetizadas pelo Profeta Simeão no templo de Jerusalém:

" E uma espada transpassará a tua alma, a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. " Lucas 2,34-35
 
São muitas as graças que a Igreja e os fiéis recebem e receberam pela intercessão da Mãe de Jesus, invocada como Nossa Senhora das Dores. Aqui colocarei algumas:





1- APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DAS DORES AOS SETE FUNDADORES DOS SERVITAS E MILAGRE DA VINHA.

Nos princípios do século 13 viviam em Florença sete fidalgos, igualmente distintos pela riqueza, pela posição social e pela piedade, mas principalmente pela devoção extraordinária que tinham a Nossa Senhora.

Seus nomes eram: Bonfílio Monáldio, Bonajuncta, Manetto Antellense, Amidéo, Ugúccio, Sosteneo e Aleixo.


Na noite de Sexta-feira Santa viram-se diante de um  milagre. Maria Santíssima apareceu aos seus Servos, vestida de pesado luto.


Em sua companhia viram anjos, dos quais alguns com instrumentos martirizantes da Sagrada Paixão e Morte de Jesus, outro com o livro aberto da Regra de Santo Agostinho, e ainda outro com o título escrito em ouro: “Servos de Maria”.

Seguiam mais anjos trazendo um hábito preto e uma palma.

 O hábito com a palma Maria deu-o aos Religiosos, dizendo estas palavras:

 “Escolhi-vos meus Servos, para que, usando do meu nome, vades trabalhar na Vinha de meu Filho.

 Eis aqui o hábito, que vos dou. Sua cor negra vos lembrará as dores que hoje sofri ao pé da Cruz, assistindo a agonia de meu Filho, Jesus.

 A Regra de Santo Agostinho recebei-a por norma da vossa vida;

 a palma far-vos-á lembrar a glória eterna, prêmio da perseverança fiel no meu serviço”.




 

"Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe..."
João 19,25





2- APARIÇÃO E MILAGRES DE NOSSA SENHORA DE DORES  PARAM VULCÃO.


Em 1736 , a data das erupções vulcânicas temíveis que muitas vezes castigaram as Ilhas Canárias, um franciscano , convocou o povo para organizar uma procissão com a imagem da Virgem das Dores de Tinajo, cujo motivo era pedir para parar os fluxos de lava e magma que saiam do vulcão.
A procissão foi localizado na montanha Guiguan e ali se fez uma promessa  de construir um santuário para a Virgem de Tinajo se as lavas do vulcão parassem.  Um indivíduo , segurando uma cruz de madeira , adiantou-se e pregou a no cruz magma . A lava chegou ao pé da cruz, e as promessas feitas à Virgem pareiam ter falhado.

Mas dias depois, uma mulher de luto , se aproximou de uma garota que cuidava do rebanho de
cabras , cumprimentou gentilmente e disse :" 'Filha , vá e diga aos seus pais para falar com os vizinhos para construir o santuário , caso contrário o vulcão entrará em erupção mais uma vez . "
A menina disse-lhes da aparição estranha aos seus pais, mas eles não acreditaram .
Dias depois, ela voltou para ver a mulher vestida de preto que lhe diz o mesmo aviso , mas ela  se recusa a dar tal declaração , uma vez que seus pais haviam brigado .
Mas a mulher de luto , colocou a mão no ombro da garota dizendo :" Veja, agora eu acredito. "
Os pais da menina ficaram impressionados , surpresos ao ver uma mão , mostrando os ombros da menina.
Imediatamente, ela foi levada para a Igreja  matriz para mostrar qual das imagens da Virgem Maria e parecia com a que ela viu e, atônita,  afirmou ter sido a Nossa Senhora da Dores ,  a mesma mulher que tinha comunicado dias antes muitos recados.
A partir desse momento todos os vizinhos estavam impacientes para a construção da capela, trabalho que levou cerca de 10 anos de construção. O evento milagroso se espalhou por toda a ilha , e a devoção a Nossa Senhora das Dores foi aumentando em todas as áreas .

Os textos antigos registram também que no dia 31 de julho de 1824, o vulcão entrou em erupção entre as  vilas de Tao e Tiagua. Os fiéis planejaram uma procissão enorme e todos os presentes imploraram à Virgem para não permitir que as terras deles que eram desprotegidas fossem condenadas ao desastre e , momentos depois , o vulcão parou. Após este novo milagre, a Virgem das Dores foi proclamada como a Virgem dos Vulcões.











 
3 - A VIRGEM DAS DORES  SALVA TRIPULAÇÃO DE NAUFRÁGIO




Em 1770,   a poucos dias de desembarcar de uma viagem marítima que transportava entre outras mercadorias, uma imagem de Nossa Senhora das Dores para La Palma, Venezuela, uma forte tempestade levantou temores para a vida dos marinheiros do barco. A tripulação se confiou a Deus e à sua Mãe Santíssima.
O piloto do barco temendo um naufrágio procurou a imagem e a trouxe para o convés, colocando-a na cabine da popa . Todos imploraram a intercessão da Virgem Maria  com orações  da fé cristã, buscando o consolo na Virgem e mãe.
 Imediatamente a tempestade parou . O vento , a chuva e o mar agitado cederam e começou a soprar uma brisa suave e os ventos alísios em direção ao leste . A alegria e euforia dos passageiros e tripulantes se exprimiu em gritos e aplausos a Deus e sua Mãe, Maria. 
A 15 de julho de 1774 a Virgem chegou em "La Palma". Tomada por milagrosa , a imagem mexicana da Virgen de los Dolores sentou fé, devoção e lenda entre palma .





"Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava,
 disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho."
João 19,26

 

4- O milagre de Nossa Senhora das Lágrimas, Padroeira de Cabeza de Torres.


O santa padroeira de Cabeza de Torres é a Virgem das Lágrimas. O título foi dado a um busto da Virgem das Dores, que chorou a 08 de agosto de 1706 , na casa de Francisco López Hawthorns Partido Monteagudo . ( O local ocupado pela casa mencionada está localizado na cidade de Cabeza de Torres).

De acordo com muitos documentos sobre este milagre aconteceu que  após o meio-dia uma empregada foi limpar uma sala onde havia duas imagens de devoção da família.

A Bem-aventurada Maria das Dores  e outra de seu Santo Filho .



Ela observou que o rosto da Virgem estava angustiado , e tinha a testa suada e dos olhos escorriam grandes lágrimas. Cheia de temor e medo chamou os patrões da casa e todos choraram diante do milagre da imagem. Vieram os vizinhos mais próximos e a  notícia correu trazendo mais agricultores para ver o prodígio.
 A
Virgem começou a suar e chorar com duração de até quatro horas da , suor e lágrimas tarde escorrendo pelo rosto.
 
Ninguém queria sair de lá e todos os olhos estavam cheios de lágrimas de ternura e devoção. Por volta das nove da noite começaram a rezar o rosário. Pela terceira vez a Virgem voltou a chorar por uma hora.

 
O bispo , com informações de vários peritos, depoimentos de testemunhas , o relatório do vigário e do Procurador Notário  , emitiu uma Pastoral de acordo com o Concílio de Trento e as lágrimas foram declaradas milagrosas

 
A imagem milagrosa de Nossa Senhora das Lágrimas está exposto na capela da Igreja de Cabeça de Torres quando o terceiro centenário do milagre é foi realizado .


 





 

5- Ação de graças a Nossa Senhora das Dores:
 
“Gostaria de testemunhar a graça concedida por Nossa Senhora das Dores. Eu estava muito depressiva por conta da morte do meu marido e parecia que não tinha forças para continuar vivendo. A dor era tão grande que mesmo a alegria dos meus filhos não me fazia bem. Encontrei então a novena de Nossa Senhora das Dores e pedi para que ela retirasse a espada que provocava o sofrimento no meu coração. No decorrer da novena, minha dor foi diminuindo e, por incrível que pareça, no nono dia, eu já conseguia sorrir para os meus filhos. Hoje, consegui transformar a dor em saudade e uma boa lembrança.”
Rosana Silva, São Paulo, SP



 















6- Testemunho de Roberta de Recife:

Uma Graça alcançada na novena de Nossa Senhora das Dores /2013



Bom dia Padre Reginaldo! Peço que o senhor leia o meu testemunho para que as pessoas creiam na intercessão da Nossa Mãezinha. A minha filha Karol de 20 anos está cursando a faculdade no curso de odonto na UFPE.E estava com dificuldades no final do quarto período e ficou na final em quatro cadeiras.Chegou em casa triste, e eu disse pra ela não ficar triste, pois Nossa Senhora ia interceder por ela. E foi quando o senhor começou a novena de Nossa Senhora das Dores agora no mês de setembro.Padre eu fiz a novena na intenção dela, quando o senhor abençoava a água dava pra ela beber e disse a ela que quando ela fosse fazer a prova antes rezasse uma Ave-Maria. No primeiro dia ela me disse que fez a prova,mas só tinha certeza que duas questões estavam certas e as outras ela chutou, aí eu disse pra ela: você não chutou, Nossa Senhora guiou sua mão.( ela tirou 7 e era essa nota que ela precisava).Ela passou nas 4 cadeiras e vai pro quinto período. Obrigada Padre por ser um anjo evangelizador! Benção alcançada, benção testemunhada! Padre tenho fé que um dia vou conhecer-lo pessoalmente.Que Deus te abençoe muito muito.O senhor faz parte da minha família,pois está todos os dias na minha casa. Faço parte da Comunidade do Divino Pai Eterno( Areias - Recife) da Paróquia de Santa Luzia, nossos sacerdotes são: Padre Irmael Moreira e Padre Hewerton Di Castro.
Em 01/10/2013 às 22h11






 




7- Testemunho de Ana de Fortaleza/Ceará:

Milagre de Nossa Senhora das Dores



Sua Benção,Padre. Quero compartilhar uma graça alcançada na novena de Nossa Se- nhora das Dores em 2010. Minha filha de 11 anos,sentia uma dor no pé e já havia feito fisioterapia duas vezes. Após uma ressonância, o médico falou que poderia se tratar de um tumor e o chão se abriu pra mim. Estava aguardando vaga para consulta com um especialista e, no quarto dia da novena, recebi uma ligação confirmando uma desistência e que poderia levá-la. O médico teve um semblante muito preocupado, falou sua filha está sem diagnóstico e precisa de uma biópsia o mais rápido possível. Com a força de Deus, marquei a biópsia para o dia seguinte(dia de Nossa Senhora das Dores) e entreguei minha menina a ela. A cirurgia foi na hora de seu programa e passei o tempo inteiro rezando e rogando a mãe do céu que livrasse minha filha de uma doença grave. Após a cirurgia, o médico, vendo minha agonia, me tranquilizou dizendo que se tratava de um tumor benigno que Graças a Deus e a Nossa Senhora das Dores foi confirmado no resulta do da biopsia. Obrigada Jesus, obrigada Nossa Senhora das Dores.
Em 17/09/2012 às 11h45












8- MILAGRE DO QUADRO DE NOSSA SENHORA DAS DORES DA CIDADE DE IZUCA MATOMOROS, MÉICO



Quadro da Virgem das dores que chorou na cidade de Izuca de Matomoros, Puebla, no México.
Está guardado na Igreja de São Domingos, no altar do sagrado Coração de Jesus.
 
 
 
"Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe.
E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa."
João 19,27









 

9- MILAGRE DA VIRGEM DAS DORES EM ROMA

Em 1546, em uma rua em Roma, uma pintura com a imagem da Virgem Maria chorou e nasceu o culto de Maria das Lamentações, que se espalha a partir de Fermo em Marche.
São Carlos Borromeu




















 
10- MILAGRE DE NOSSA SENHORA DAS DORES DE VARESE, ITÁLIA.


 Numerosos milagres, ao longo dos séculos, têm sido atribuídos à  Nossa Senhora das Dores representada numa imagem na Basílica de San Vittore, em Varese  , que remonta ao século XVI .

A origem da imagem de Nossa Senhora das Dores encontra-se em meados do século XVI, quando foi reconstruída em estilo renascentista  a abside de S. Victor , que procedeu à decoração da capela-mor e do coro, de acordo com um programa iconográfico centra-se na paixão de Cristo, em analogia com o que foi feito nas décadas anteriores no santuário e no mosteiro de Santa Maria del Monte .

A devoção à estátua cresceu continuamente , após o milagre que aconteceu em 28 de julho de 1670 , quando os clérigos e o celebrante que faziam a veneração de Nossa Senhora permaneceram ilesos depois de um raio haver caído no coro.  Depois desse milagre, decidiu-se  a Nossa Senhora das Dores para a  Igreja de São Lourenço , onde desenvolveu um Calvário.

Em 1678 ,  transferindo a imagem em uma procissão solene no dia 30 de maio , três belas estrelas apareceram no céu , e esse sinal foi a causa da imagem  permanecer em St. Victor , e ser colocada na capela de St. Charles onde ele ainda está.




Basílica de São vitor

Outra procissão pelas ruas da Vila , 28 de outubro de 1745, foi o cenário de um novo milagre : a cura milagrosa da Irmã Joan Margaret Campanigo , uma freira em St. Martin , doente há anos.

Este evento foi alvo de duas investigações meticulosas da autoridade eclesiástica em 1746 e em 1749. Sua conclusão favorável traz o Arcebispo de Milão , Cardeal. Joseph Pozzobonelli a reconhecer ,em 10 de setembro de 1749 , a origem sobrenatural do evento. O mesmo bispo consagrou o altar do ano de 1755 , durante a visita pastoral. Nesses mesmos anos atrás outros testemunhos de milagres foram atribuídos à  Virgem Maria. Nossa Senhora das Dores .

















11- APARIÇÃO DE NOSSA SENHORA DAS DORES EM FÁTIMA, PORTUGAL


No dia 13 de outubro de 1917, na última aparição de Nossa Senhora em Fátima, a Virgem Maria abriu as mãos e fez com que elas se refletissem no Sol, e começou a Se elevar, desaparecendo no firmamento. Enquanto Se elevava, o reflexo de sua própria luz se projetava no Sol.
 Os três pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, então viram, ao lado do Sol, o Menino Jesus com São José e Nossa Senhora. São José e o Menino traçavam com a mão gestos em forma de cruz, parecendo abençoar o mundo.










Desaparecida esta visão, Lúcia viu Nosso Senhor a caminho do Calvário e Nossa Senhora das Dores. Ainda uma vez Nosso Senhor traçou com a mão um sinal da Cruz, abençoando a multidão.









 








12- APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA DAS DORES DE KIBEHO, ÁFRICA


Estas aparições, ocorridas de 1981 a 1989, foram reconhecidas oficialmente pela Igreja em junho de 2001. Todas as mensagens de Nossa Senhora em Kibeho são muito importantes. As aparições aconteceram em Kibeho, pequeno povoado de Ruanda, um dos países mais pobres da África, numa escola para estudantes.











Veja mais em:
http://sagradafacejesus.blogspot.com.br/2012/05/aparicoes-de-nossa-senhora-em-kibeho.html
















As Promessas aos devotos de Nossa Senhora das Dores

Santa Brígida diz-nos, nas suas revelações aprovadas pela Igreja Católica, que Nossa Senhora lhe prometeu conceder sete graças a quem rezar cada dia, sete Ave-Marias em honra de suas principais "Sete dores" e Lágrimas, meditando sobre as mesmas.

Eis as promessas:


1ª - Porei a paz em suas famílias.
2ª - Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios.
3ª - Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei nos seus trabalhos.
4ª - Conceder-lhes-ei tudo o que me pedirem, contanto que não se oponha à vontade de meu adorável Divino Filho e à santificação de suas almas.
5ª - Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida.
6ª - Assistir-lhes-ei visivelmente no momento da morte e verão o rosto de Sua Mãe Santíssima.
7ª - Obtive de Meu Filho que, os que propagarem esta devoção (às minhas Lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhe-ão apagados todos os seus pecados e o Meu filho e Eu seremos a sua eterna consolação e alegria. 







 


Santo Afonso Ligório nos diz que Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu, aos devotos de Nossa Senhora das Dores as seguintes graças:
 
Eis as Graças:

1ª – Que aquele devoto que invocar a divina Mãe pelos merecimentos de suas dores merecerá fazer antes de sua morte, verdadeira penitência de todos os seus pecados.
2ª - Nosso Senhor Jesus Cristo imprimirá nos seus corações a memória de Sua Paixão dando-lhes depois um competente prêmio no Céu.
3ª - Jesus Cristo guardá-los-á em todas as tribulações em que se acharem, especialmente na hora da morte.
4ª - Por fim os deixará nas mãos de sua Mãe para que deles disponha a seu agrado, e lhes obtenha todos e quaisquer favores.