sábado, 25 de abril de 2015

O DRAGÃO DE SÃO JORGE E A BÍBLIA


A cultura cristã foi quem mais influenciou a nossa visão contemporânea dos dragões.  O dragão na concepção bíblica e cristã simboliza o mal, o demônio, a serpente enganadora.










Muito da visão dos cristãos a respeito de dragões é herdado das culturas do médio oriente e do ocidente antigo, como uma relação bastante forte entre os conceitos de dragão e serpente (muitos dragões da cultura cristã são vistos como simples serpentes aladas, às vezes também com patas), e a associação dos mesmos com o mal e o caos:



"Não te alegres, tu, toda a Filístia, por estar quebrada a vara que te feria; porque da raiz da cobra sairá um basilisco, e o seu fruto será uma serpente ardente, voadora."
 Isaías 14,29


Os dragões tipificam os inimigos do povo de Deus, como em Ezequiel 29,3:

"Fala, e dize: Assim diz o Senhor DEUS: Eis-me contra ti, ó Faraó, rei do Egito, grande dragão, que pousas no meio dos teus rios, e que dizes: O meu rio é meu, e eu o fiz para mim."
Ezequiel 29,2-3


 Ao fazer isso, associa-se a ideia das mitologias de povos próximos, para dar maior entendimento aos israelitas. 

É por isso que a Septuaginta, na sua narrativa da história de Moisés, traduz "serpente" por "dragão". (Êxodo 7,9-12).







Há ainda, no antigo testamento, no Livro de Jó 41,10-21, a seguinte descrição do Leviatã:

18 Os seus espirros fazem resplandecer a luz, e os seus olhos são como as pestanas da alva.
19 Da sua boca saem tochas; faíscas de fogo saltam dela.
20 Dos seus narizes procede fumaça, como de uma panela que ferve, e de juncos que ardem.
21 O seu hálito faz incender os carvões, e da sua boca sai uma chama.



Isaías também fala sobre o leviatã:

"Naquele dia o SENHOR castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, serpente veloz, e o leviatã, a serpente tortuosa, e matará o dragão, que está no mar."
 Isaías 27,1



O Leviatã, a serpente/crocodilo cuspidora de fumaça do livro de Jó, também é considerado um dragão bíblico, embora não seja apresentado como um ser maligno e sim como uma criação de YHWH (Jeová, nome de Deus). 












Em Isaías 30,6, há citado um "áspide ardente voador" (versão ARC), junto com outros animais, para ilustrar a terra para onde os israelitas serão levados, pois o contexto do capítulo é sobre a repreensão deles. 


No Novo Testamento, acha-se apenas no Apocalipse de São João, utilizado como símbolo de satanás.

Os dragões nas histórias da cristandade acabaram por adotar esta imagem de maldade e crueldade, sendo como representações do mal e da destruição, como lemos no Apocalipse:








E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Apocalipse 12,7

E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. Apocalipse 12,9

E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem. Apocalipse 12,13

E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua boca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca. Apocalipse 12,16

E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo. Apocalipse 12,17

E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. Apocalipse 12,4

E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Apocalipse 16,13














O caso do mais célebre dragão cristão é aquele que foi morto por São Jorge, que se banqueteava com jovens virgens até ser derrotado pelo cavaleiro. 

Esse dragão, na verdade, simboliza o mal, o paganismo, o Imperador e a Roma pagã enfrentados pelo cristão Jorge.
São Jorge mata o dragão vence o mal, a tentação de negar o Cordeiro e adorar a Besta do paganismo:


E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela? Apocalipse 13,4

São Jorge preferiu a morte a ter de negar Cristo, derrotou seus próprios medos e a morte, pois encontrou a vida em Cristo.

O dragão está ali na imagem de São Jorge para nos lembrar que a luta não acabou, nós que peregrinamos nesta terra temos de lutar contra a Besta e o Dragão do capitalismo e do neoliberalismo, do egoísmo, da intolerância, do ateísmo, e de todos os males de nossa contemporaneidade.










A jovem defendida por São Jorge e ameaçada pelo Dragão nada mais é que a Igreja, a Mulher perseguida pelo Dragão no Apocalipse.  Em nome da fé da Igreja, São Jorge aceita a morte e vence o dragão do paganismo.







COMO UM SANTO OU NOSSA SENHORA PODE OUVIR MILHARES DE ORAÇÕES AO MESMO TEMPO?



Os protestantes adoram fazer essa pergunta como se demonstrasse um nível de inteligência mais elevado por isso. Eles pensam conforme a lógica humana e esquecem que a realidade divina na qual os Santos estão mergulhados  ( Lucas 23,42-43; II Coríntios 5,7; Filipenses 1,23; Apocalipse 7,15;14,4)  é impossível sequer de imaginarmos.

Os Santos não conhecem a morte, mas a Vida em Jesus Cristo (Lucas 23,42-43; Filipenses 1,23; I Tessalonicenses 5,9)

A Bíblia diz que aquilo que os olhos nunca viram nem os ouvidos ouviram é o que Deus reservou aos seus Santos, logo, a realidade deles supera nossa realidade temporal e carna:


"Mas, como está escrito:As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem,são as que Deus preparou para os que o amam. "
1 Coríntios 2,9


Mesmo na terra, Deus mostra que para ele nada é impossível quando revela as necessidades de alguém ou de um povo a um Santo seu amigo (Atos dos Apóstolos 9,9-18) pois " agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos." 1 João 3,1-2.  

A morte é para nós nosso encontro com Deus, nosso juízo individual (Hebreus 9,27), e se somos encontrados puros entramos no céu e ficamos diante do trono de Deus, o servindo de dia e de noite no seu templo (Apocalipse 7,15) aguardando a ressurreição final, mas intercedendo e louvando diante do Senhor (Apocalipse 6,9-11) e por estarem diante de Deus, podem ouvir nossas preces, pois são semelhantes a ele,  o veem face a face (1 João 3,1-2; Apocalipse 7,15).






A alma de São Francisco subindo para o céu no dia de sua morte


Eles já não estão presos a um corpo mortal, mas foram revestidos de imortalidade (II Coríntios 5,1-2. 6-8) e participaram da primeira ressurreição, o Batismo (Colossenses 2,12).

Imagine no céu... Deus pode revelar aos Santos tudo o que ele quer e a prova é que no Apocalipse, São João vê as almas Santas dos Anciãos apresentando a Deus taças cheias das orações dos fiéis da terra (os santos da terra)(Apocalipse 5,8). Ora o Apóstolo vê os Santos Anciãos, no céu, apresentando a Deus as necessidades, os pedidos dos fiéis da terra. Isso mostra que eles têm conhecimento dessas necessidades:


 "Quando recebeu o livro, os quatro Animais e os vinte e quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfume (que são as orações dos santos (os cristaos da terra)."
(Apocalipse 5,8)


O próprio Jesus em diversas passagens mostra que os Santos Patriarcas e Profetas, mesmo depois da morte, continuavam a participar e assistir a vida do próprio Cristo e da história do povo na terra ( Lucas 9,28-31; João 8,56-58; João 5,45). 

Os Santos intercedem sem cessar para que o número dos escolhidos se complete e todos sejam salvos (Apocalipse 6,9-11) e pelo fato de formarmos um só corpo, se um é glorificado todos também colhem os frutos dessa glorificação (1Cor 12,26-27).









E São Paulo também afirma que as testemunhas que nos precederam, as almas dos Santos, nos cercam como uma nuvem (Hebreus 12,1), ou seja, estão sempre ao nosso lado, unidos pelo amor de Cristo, pois todos os batizados formam um só Corpo, que é a Igreja. Esse Corpo místico de Cristo que somos todos nós não morre. 

Nossa alma em Cristo continua viva, louvando, intercedendo, consciente, ajudando os outros pelo poder da oração, da intercessão (Gênesis 4,10;  Jeremias 15,1; Baruc 3,4;  Hebreus 11, 4; Apocalipse 5,8;  6,9-10; II Macabeus 15,12-16; Lucas 9,30-31; Lucas 16,22- 31; João 5,45; II Pedro 1, 14-15).

E a Bíblia nos diz que devemos pedir a intercessão dos Santos (Gênesis 20,7; Jó 42,8; Êxodo 17,10-13; 2 Coríntios 1,8-11; Efésios 6,17-20; Filipenses 1,15-19;Colossenses 4,1-4;  2 Tessalonicenses 3,1-2; Hebreus 13,17-18), pois a medição deles é preciosa aos olhos de Deus (Tiago 5,15-18; 1 João 5,15-16; Provérbios 15,8. 29):


"Comunicai com os santos nas suas necessidades, segui a hospitalidade;"
Romanos 12,12-13

A intercessão dos Santos nos dá salvação e proteção - Filipenses 1,15-19; 2 Tessalonicenses 1,11; 1 João 5,15-16; Colossenses 4,1-4;  2 Tessalonicenses 3,1-2; Hebreus 13,17-182; Coríntios 1,8-11; Efésios 6,17-20.

Orar invocando os nomes dos Santos e seus méritos para alcançar misericórdia diante de Deus é totalmente bíblico ( Êxodo 32,13; Deuteronômio 9,27; Salmos 105,42; 131,10; 2 Reis 2,14, 13,23; Mateus 27, 46-49; Lucas 16, 24).
Devemos e podemos recordar os Santos e mencioná-los em oração - I Tessalonicenses 1,2-3

Os santos também intercedem por nós como sacerdotes e mediadores secundários, que todos somos :  Apocalipse 1,5-61;  Pedro 2,8-9; 1 Pedro 2,4-5; 1 Timóteo 2,1-6


Não confunda invocação dos Santos com Evocação dos mortos. Nossa fé católica nos ensina que posso pedir oração a um irmão santo, pois todos vivem para Deus (Lucas 20,38), e participamos do mesmo corpo de Cristo, que está vivo, logo todos estamos vivos nele, e o que a Bíblia proíbe é pedir que os espíritos se manifestem (evocação), incorporações e práticas de necromancia (Deuteronômio 18,10-13).





















quarta-feira, 22 de abril de 2015

APARIÇÃO DE SÃO JORGE NO MONTE DAS OLIVEIRAS NAS CRUZADAS



The apparition of St. George on the Mount of Olives





A devoção a São Jorge como o patrono da Cavalaria, durante a Idade Média, foi propagada pelos cruzados, por ter São Jorge aparecido inúmeras vezes ao lado dos soldados da Cruz, durante as batalhas.


Estando os cruzados a caminho de Jerusalém, e passando por Lydda (antiga Dióspolis -onde o Santo foi sepultado), durante a primeira cruzada empreendida em 1096, lá deixaram um Bispo e padres para rezarem, no altar do Santo mártir, segundo a intenção de que eles conquistassem a Cidade Santa.



 E, por ocasião do cerco desta, estando a batalha praticamente perdida para os cristãos, São Jorge apareceu a cavalo no Monte das Oliveiras. 

A visão celeste agitava um escudo e fazia um sinal, incitando os cristãos a entrarem na cidade, o que os levou à vitória.










ORAÇÕES PARA AFASTAR MAUS ESPÍRITOS, DE LIBERTAÇÃO, DE EXORCISMO


ÍNDICE

1- PEQUENO EXORCISMO - ORAÇÃO DE SÃO MIGUEL
2- ORAÇÃO PARA VENCER O MALIGNO
3 - ORAÇÃO PARA LIBERTAR-SE DE MALDIÇÃO
4 - ORAÇÃO DE LIBERTÇÃO
5 - ORAÇÃO PARA DESFAZER MALES E AFASTAR MAUS ESPÍRITOS
Oração a Nossa Senhora libertadora dos flagelos
6 - ORAÇÃO DE LIBERTAÇÃO SOBRE OUTRA PESSOA QUE SE SENTE SOBRE A INFLUÊNCIA DO MALIGNO.
7 - ORAÇÃO À AUGUSTA RAINHA DOS CÉUS
8- ORAÇÃO DA CRUZ DE SÃO BENTO
9 - NOVENA PARA LIVRAR-SE DO MAL









1 - PEQUENO EXORCISMO - ORAÇÃO DE SÃO MIGUEL

São Miguel Arcanjo, defendei-nos neste combate, sede o nosso auxílio contra as maldades e as ciladas do demónio. Instante e humildemente vos pedimos que Deus sobre ele impere. E vós, Príncipe da Milícia Celeste, com esse poder divino, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos que vagueiam pelo mundo para perdição das almas. Ámen.






2- ORAÇÃO PARA VENCER O MALIGNO

Onipotente Verbo de Deus Pai, Cristo Jesus, Senhor de toda a criação, a ti que deste o poder aos apóstolos para caminharem sobre serpentes e escorpiões, e a ordem admirável para expulsar os demônios; a ti que precipitaste a Satanás do céu como um relâmpago, com a força de teu braço, te dirijo humildemente a minha prece:

Dai-me, servo indigno teu, o perdão dos pecados, urna fé robusta e o poder para enfrentar, em Teu nome e poder, todas as investidas do diabo e seus anjos maus.

Peco-te por ti mesmo, Senhor Jesus Cristo, que virás Para julgar Os vivos e os mortos e este século pelo fogo. Amém.






3 - ORAÇÃO PARA LIBERTAR-SE DE MALDIÇÃO
 
Senhor Jesus Cristo, creio que Tu és o Filho de Deus e o único caminho para Deus, que morreste na cruz por meus pecados e por mim foste ressuscitado dos mortos. 

Com fundamento no que fizeste por mim, eu creio que as reivindicações de satanás contra mim estão canceladas em Tua cruz.

E assim, Senhor Jesus, eu me submeto a Ti e me comprometo a servir-Te e a obedecer-Te e, nesta base, eu tomo posição contra qualquer força maligna das trevas que, de alguma forma, tenha vindo à minha vida - quer por meus próprios atos, quer por atos da minha família ou de meus antepassados ou de alguma coisa mais de que eu não esteia a par. 

Onde quer que haja sombra na minha vida, quaisquer forças malignas, eu renuncio a elas agora, Senhor. Recuso-me a submeter-me a elas por mais tempo, e, no nome poderoso de Jesus, o Filho de Deus, tomo autoridade sobre todas as forças do mal que me atormentam, desligo-me delas e liberto-me totalmente do seu poder. 

Eu invoco o Espírito Santo de Deus a invadir o meu ser e a fazer minha libertação e desligamento do mal, inteira e realmente, como somente o Espírito de Deus pode fazer. Em nome de Jesus Cristo. Amém.










4 - ORAÇÃO DE LIBERTÇÃO

Ó Pai Celeste, te amo, te louvo e te adoro. Agradeço-te por ter-me enviado o teu Filho Jesus que venceu o pecado e a morte para a minha salvação. Agradeço-te por ter-me dado o Espírito Santo, que me dá força, que me guia e me conduz à plenitude da vida. Agradeço-te por Maria, minha Mãe Celeste, que intercede com os Anjos e os Santos por mim.

Ó Senhor Jesus Cristo, eu me prostro aos pés da tua cruz e peço-te de cobrir-me com teu preciosíssimo sangue que jorrou do teu Sacratíssimo Coração e das tuas santíssimas chagas. Lava-me, ó meu Jesus, na água viva que brota do teu Coração. Senhor Jesus, peço-te de circundar-me com a tua santa luz.

Pai Celeste, faz com que a água santa do meu batismo, reflua atrás no tempo, através das gerações maternas e paternas, afim de que toda a minha família seja purificada e libertada de satanás e do pecado. Prostrado diante de ti, ó Pai, peço-te perdão para mim mesmo, para os meus parentes, para os meus antepassados, por causa de cada invocação de poder que os colocaram contra ti ou que não tenha dado uma verdadeira honra ao nome santo de Jesus Cristo.

No santo nome de Jesus, eu reclamo agora, qualquer que seja a minha propriedade física ou espiritual que foi colocada sobre a jurisdição de satanás, para colocá-la de volta sob o Senhorio de Jesus Cristo.Pelo poder do teu Espírito Santo, revela-me ó Pai, cada pessoa que eu tenho necessidade de perdoar e cada área de pecado não confessado. Revela-me, ó Pai, aquelas partes da minha vida que deram a satanás a possibilidade de introduzir-se na minha vida.

Ó Pai, eu te dou toda falta de perdão. Eu te entrego todos os meus pecados. Entrego-te todos aqueles caminhos do qual satanás se apossou na minha vida. Obrigado pelo teu perdão e pelo teu amor. Senhor Jesus, no teu santo Nome, eu aprisiono todos os espíritos do ar, da água, da terra, os que estão debaixo da terra e os do mundo infernal.

Aprisiono também, no nome de Jesus Cristo, todos os emissários do comando geral satânico e clamo o preciosíssimo sangue de Jesus sobre o ar, sobre a atmosfera, sobre a água, sobre aterra e sobre os seus frutos. Ordeno de andarem diretamente até Jesus, sem nenhum tipo de manifestação e sem causar danos nem a mim e nem nenhuma outra pessoa de modo que Jesus possa dispor de mim segundo a sua santa vontade.

No nome santo de Jesus, eu rompo e desfaço toda maldição, mau-olhado, feitiçarias, encantamentos, armadilhas, mentiras, obstáculos, traições, desvios, influências espirituais, presságios e desejos diabólicos, segredos hereditários conhecidos e desconhecidos e qualquer que seja a disfunção e doença derivadas de qualquer origem, inclusive as minhas culpas e os meus pecados.

No nome de Jesus, eu esmago as transmissões de todo voto satânico, vínculo, ligação espiritual e trabalho infernal. No nome de Jesus, eu esmago e desfaço todas as ligações e os seus efeitos com astrólogos, adivinhos, clarividentes, médiuns, curandeiros que operam com bola de cristal, leitura das mãos, pranoterapeutas, movimento da Nova Era, práticas de reiki e Sei Cho, operadores do oculto e de folhas de chá, cartas e tarôs, operadores psíquicos, cultos satânicos e espíritos guias, magos, bruxas e operadores vodus.

No nome de Jesus, eu desfaço todos os efeitos de participação em encontros mediúnicos e espíritas, horóscopos , escritura automática, preparações ocultas de qualquer espécie e de qualquer forma de veneração que não oferece uma verdadeira honra e adoração a Jesus Cristo. “Eis o Deus que me salva, tenho confiança e nada temo, porque minha força e meu canto é o Senhor, e ele foi o meu salvador.” (Is 12,2). Amém, aleluia, amém!  









5 - ORAÇÃO PARA DESFAZER MALES E AFASTAR MAUS ESPÍRITOS

Ó Pai Celeste, te amo, te louvo e te adoro. Agradeço-te por ter-me enviado o teu Filho Jesus que venceu o pecado e a morte para a minha salvação. Agradeço-te por ter-me dado o Espírito Santo, que me dá força, que me guia e me conduz à plenitude da vida. Agradeço-te por Maria, minha Mãe Celeste, que intercede com os Anjos e os Santos por mim.

Ó Senhor Jesus Cristo, eu me prostro aos pés da tua cruz e peço-te de cobrir-me com teu preciosíssimo sangue que jorrou do teu Sacratíssimo Coração e das tuas santíssimas chagas. Lava-me, ó meu Jesus, na água viva que brota do teu Coração. Senhor Jesus, peço-te de circundar-me com a tua santa luz.

Pai Celeste, faz com que a água santa do meu batismo, reflua atrás no tempo, através das gerações maternas e paternas, afim de que toda a minha família seja purificada e libertada de satanás e do pecado. Prostrado diante de ti, ó Pai, peço-te perdão para mim mesmo, para os meus parentes, para os meus antepassados, por causa de cada invocação de poder que os colocaram contra ti ou que não tenha dado uma verdadeira honra ao nome santo de Jesus Cristo.

No santo nome de Jesus, eu reclamo agora, qualquer que seja a minha propriedade física ou espiritual que foi colocada sobre a jurisdição de satanás, para colocá-la de volta sob o Senhorio de Jesus Cristo. Pelo poder do teu Espírito Santo, revela-me ó Pai, cada pessoa que eu tenho necessidade de perdoar e cada área de pecado não confessado. Revela-me, ó Pai, aquelas partes da minha vida que deram a satanás a possibilidade de introduzir-se na minha vida.

Ó Pai, eu te dou toda falta de perdão. Eu te entrego todos os meus pecados. Entrego-te todos aqueles caminhos do qual satanás se apossou na minha vida. Obrigado pelo teu perdão e pelo teu amor. Senhor Jesus, no teu santo Nome, eu aprisiono todos os espíritos do ar, da água, da terra, os que estão debaixo da terra e os do mundo infernal.

Aprisiono também, no nome de Jesus Cristo, todos os emissários do comando geral satânico e clamo o preciosíssimo sangue de Jesus sobre o ar, sobre a atmosfera, sobre a água, sobre aterra e sobre os seus frutos. Ordeno de andarem diretamente até Jesus, sem nenhum tipo de manifestação e sem causar danos nem a mim e nem nenhuma outra pessoa de modo que Jesus possa dispor de mim segundo a sua santa vontade.

No nome santo de Jesus, eu rompo e desfaço toda maldição, mau-olhado, feitiçarias, encantamentos, armadilhas, mentiras, obstáculos, traições, desvios, influências espirituais, presságios e desejos diabólicos, segredos hereditários conhecidos e desconhecidos e qualquer que seja a disfunção e doença derivadas de qualquer origem, inclusive as minhas culpas e os meus pecados.

No nome de Jesus, eu esmago as transmissões de todo voto satânico, vínculo, ligação espiritual e trabalho infernal. No nome de Jesus, eu esmago e desfaço todas as ligações e os seus efeitos com astrólogos, adivinhos, clarividentes, médiuns, curandeiros que operam com bola de cristal, leitura das mãos, pranoterapeutas, movimento da Nova Era, práticas de reiki e Sei Cho, operadores do oculto e de folhas de chá, cartas e tarôs, operadores psíquicos, cultos satânicos e espíritos guias, magos, bruxas e operadores vodus.

No nome de Jesus, eu desfaço todos os efeitos de participação em encontros mediúnicos e espíritas, horóscopos , escritura automática, preparações ocultas de qualquer espécie e de qualquer forma de veneração que não oferece uma verdadeira honra e adoração a Jesus Cristo. “Eis o Deus que me salva, tenho confiança e nada temo, porque minha força e meu canto é o Senhor, e ele foi o meu salvador.” (Is 12,2). Amém, aleluia, amém!

(Padre Robert De Grandis)









Oração a Nossa Senhora libertadora dos flagelos

Ó Nossa Senhora libertadora dos flagelos, nós nos lançamos aos vossos pés com o coração cheio de amargura e de confiança no vosso auxílio. Somos pecadores sim, mas filhos vossos. Após termos deixado a casa do Pai, fomos conduzidos pela soberba ilusão de construir um mundo feliz sem Deus e contra Deus. O maligno inspirou ao homem este ímpio propósito e o homem o levou adiante com blasfêmias constante. Mas agora, este mundo, distante de Deus e cheio pecados cai sobre nós e nos esmaga.

Não temos a coragem de nos apresentarmos diante de Deus, que com nossas ingratidões o abandonamos e o seu amor desprezamos, rejeitando assim a sua misericórdia. Por isso, recorremos a vós, nossa Mãe terníssima, Advogada nossa, com a consciência de termos pecado contra o céu e contra a terra, e com firme propósito de nos afastarmos do mal, para encontrarmos na oração e na penitência o caminho da conversão que conduz a Deus.

Liberta-nos, por isso, ó segura esperança dos Cristãos, liberta-nos de todo flagelo, afasta a cólera divina das nossas casas, da nossa Pátria, do mundo inteiro.Nós por todas as nossas necessidades nos entregamos ao vosso Coração Imaculado, no qual procuramos refúgio nas duras horas de expiação, força nas horas de tremenda purificação, certeza no triunfo do vosso Filho Divino, que na cruz temos a arma da nossa luta e da nossa vitória e a coroa da nossa felicidade. Amém!













Ao Senhor Jesus

Ó Jesus Salvador, meu Senhor e meu Deus, meu Deus e meu tudo, que com o sacrifício da cruz nos redimistes e destruístes o poder de satanás, eu vos peço de libertar-me de toda presença maléfica e de toda influência maligna. Eu vos peço no vosso nome, peço-vos pelas vossas santas chagas, peço-vos pela vossa santa cruz, peço-vos pela intercessão de Maria, a Imaculada Conceição e Virgem Dolorosa. O sangue e a água que jorraram do vosso lado, desçam sobre mim para purificar-me, libertar-me e curar-me. Amém!








6 - ORAÇÃO DE LIBERTAÇÃO SOBRE OUTRA PESSOA QUE SE SENTE SOBRE A INFLUÊNCIA DO MALIGNO:



Leitura do santo Evangelho segundo são Marcos (Mc 16,15-20):

Naquele tempo, depois de ressuscitar, disse Jesus aos Onze: «Ide por todo o mundo e anunciai a boa nova a toda a criatura. Quem acreditar e for baptizado será salvo, mas quem não acreditar será condenado. E estes serão os sinais que acompanharão aqueles que acreditarem: em meu nome expulsarão demónios, falarão novas línguas, tomarão na mão serpentes e, se beberem qualquer veneno, não lhes fará mal, imporão as mãos aos doentes e estes ficarão curados». O Senhor Jesus, depois de ter falado com eles, subiu ao céu e sentou-se à direita de Deus. Então eles partiram e pregaram por toda a parte, enquanto o Senhor operava juntamente com eles e confirmava a sua palavra com os prodígios que a acompanhavam.

Palavra da salvação.
R. Glória a Vós Senhor.

N. : Renuncias a satanás e a todos os seus anjos?
R. Sim, renuncio.

Renuncias a todas as suas incitações ao pecado e à rebelião contra Deus?
R. Sim, renuncio.

Renuncias a todas as suas seduções: à magia, à feitiçaria, à bruxaria, à astrologia, à adivinhação, à invocação dos mortos, ao espiritismo, à idolatria, aos cultos satânicos, à música satânica, à superstição e a todas as formas de ocultismo?
R. Sim, renuncio.

Crês em Deus, Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra?
R. Sim, creio.

Crês em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que nasceu da Virgem Maria, padeceu e foi sepultado, ressuscitou dos mortos, está sentado à direita do Pai e virá de novo para julgar os vivos e o mortos?
R. Sim, creio.

Crês no Espírito Santo, na santa Igreja católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne e na vida eterna?
R. Sim, creio.

Esta é a nossa fé. Esta é a fé da Igreja, que nos gloriamos de professar, em Jesus Cristo, Nosso Senhor.
R. Ámen.

Fiéis aos ensinamentos do Salvador ousamos dizer:

Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa Vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal. Livrai-nos de todo mal e de toda a perturbação diabólica, Vós que pela morte e ressurreição de Jesus Cristo, vosso amado Filho, nos libertastes do poder das trevas e da morte e nos transferiste para o vosso Reino de luz e santidade, libertai agora este nosso irmão N. de todo o domínio e ligação com satanás e os seus anjos. Libertai-o de todas as forças do mal, esmagai-as, destrui-as, para que o N. possa ficar bom e viver segundo a vossa santíssima Vontade. Libertai-o de todos os malefícios, das bruxarias, da magia negra, das missas negras, dos feitiços, das maldições, do mau-olhado, dos ritos satânicos, dos cultos satânicos, das consagrações a satanás. Destrui qualquer ligação com satanás e com todas as pessoas ligadas a satanás, vivas ou defuntas. Libertai-o de toda a infestação diabólica, de toda a possessão diabólica, de toda a obsessão diabólica, e de tudo aquilo que é pecado ou consequência do pecado. Destrui todos estes males no inferno para que nunca mais atormentem o N. nem nenhuma outra criatura no mundo. Deus Pai todo-poderoso, peço-Vos, em nome de Jesus Cristo Salvador e pela intercessão da Virgem Imaculada que ordeneis a todos os espíritos imundos, a todas as presenças que atormentam o N., a deixá-lo imediatamente, a deixá-lo definitivamente e a ir para o inferno eterno, encadeados por São Miguel Arcanjo, por São Gabriel, por São Rafael, pelos nossos Anjos da Guarda, esmagados debaixo do calcanhar da Santíssima Virgem Maria nossa Mãe Imaculada. Vós que criastes o homem à vossa imagem e semelhança na santidade e na justiça, e depois do pecado não o abandonastes, antes com sábia providência cuidastes da sua salvação pelo mistério da incarnação, paixão, morte e ressurreição do vosso muito amado Filho, salvai este vosso servo e libertai-o do mal e da escravidão do inimigo; afastai dele o espírito de mentira, soberba, luxúria, avareza, ira, inveja, gula, preguiça e de toda a espécie de maldade. Recebei-o no vosso Reino, abri o seu coração para entender o vosso Evangelho, para que viva sempre como filho da luz, dê testemunho da verdade e pratique obras de caridade segundo os vossos mandamentos. Com o sopro da Vossa boca expulsai, Senhor, os espíritos malignos: ordenai que se retirem porque chegou o vosso Reino. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
R. Ámen.

O Senhor te livre de todo o mal, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.
R. Ámen.

Bendigamos ao Senhor.
R. Graças a Deus.











7 - ORAÇÃO À AUGUSTA RAINHA DOS CÉUS

Augusta Rainha dos céus e Senhora dos Anjos, vós que desde o princípio, recebestes de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de satanás, humildemente vos rogamos que envieis as legiões celestes, para que, às vossas ordens, persigam os infernais espíritos, combatendo-os por toda a parte, confundam a sua audácia e os precipitem no abismo.

Ó Excelsa Mãe de Deus, enviai também São Miguel arcanjo, o invencível chefe dos exércitos do Senhor, na luta contra os emissários do inferno entre os homens. Destruindo os planos dos ímpios e humilhando todos aqueles que querem o mal. Obtenha para eles a graça do arrependimento e da conversão, afim de que dêem honra ao Deus vivo, Uno e Trino e a vós.

Ó nossa Poderosa protetora, por meio dos resplandecentes espíritos celestes, protegei por toda a terra as Igrejas, os lugares sagrados, e especialmente, o Santíssimo Sacramento do Altar. Impedi toda profanação e toda destruição. Os anjos estão a cada instante na espera de vossas ordens e ardem de um desejo em escutá-las.

Ó Mãe Celeste, protegei enfim também as nossas casas e os nossos lares das insidias do inimigo infernal. Fazei que os santos anjos habitem sempre nelas e nos tragam as bênçãos do Altíssimo. Quem como Deus? Quem como vós, ó Maria? Vós sois a Rainha dos Anjos e a vencedora de satanás. Ó boa e terna Mãe, vós sereis sempre o nosso amor e a nossa esperança!Ó Mãe de Deus, enviai os santos Anjos, para nos defender e repelir para longe de nós o cruel inimigo. Santos Anjos e Arcanjos defendei-nos e protegei-nos. Amém!












Image result for SAINT BENEDICT MEDAL INLUMINUE


8- ORAÇÃO DA CRUZ DE SÃO BENTO

C.S.P.B.: Crux Sancti Patris Benedicti
Cruz do Santo Patriarca Bento

C.S.S.M.L.: Cruz Sancta Sit Mihi Lux
a Cruz Santa seja a minha Luz

N.D.S.M.D.: Non Draco Sit Mihi Dux.
que o Dragão não seja meu Senhor.

V.R.S.: Vade Retro Satana!
Retira-te, Satanás!

N.S.M.V.: Numquam Suades Mihi Vana!
Não me aconselhes loucuras!

S.M.Q.L.: Sunt Mala Quæ Libas
São maldades o que me apresentas

I.V.B.: Ipse Venena Bibas.
tu mesmo bebe esses venenos.







9 - NOVENA PARA LIVRAR-SE DO MAL (rezar durante nove dias)

Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus Nosso Senhor, dos nossos inimigos.

Senhor Nosso Deus Soberano, Todo-Poderoso, a quem tudo pertence,
Vós que tudo fizestes e que tudo podeis transformar segundo a Vossa vontade,
Senhor Nosso Deus, livrai-nos do mal!
Vós que Sois o médico e o remédio das nossas almas, livrai-nos do mal!
Vós que Sois a salvação daqueles que a Vós recorrem, livrai-nos do mal!

Nós Vos pedimos e suplicamos que afasteis toda influência maligna,
Senhor fortalecei-nos e enchei-nos de Vosso Santo Espírito, livrando-nos do mal!
Afastai as forças do mal para que possamos nos dedicar à prática do bem.
Afastai de nossos lares e nossa vida todos os males.
Livrai-nos Senhor da bruxaria, magia, superstição, feitiços e maldições.
Afastai-nos Senhor de todo mal como a ganância, o egoísmo, e inveja, o ódio, a calúnia, a falência, a mentira e a traição.
Afastai a doença física, psíquica, moral e espiritual.
Senhor livrai-nos de todos os males!
Deus Todo-Poderoso, como Jesus nos ensinou, nós pedimos...

(Fazer seu pedido)

Pai-nosso, que estais no céu, 
santificado seja o Vosso nome. 
Venha a nós o Vosso reino, 
seja feita a Vossa vontade 
assim na Terra como no Céu. 

O pão nosso de cada dia nos dai hoje. 
Perdoai-nos as nossas ofensas 
assim como nós perdoamos 
a quem nos tem ofendido; 
e não nos deixeis cair em tentação, 
mas livrai-nos do mal. Amém.

Arcanjos de Deus livrai-nos do mal!
Arcanjos do Senhor venham em nosso auxílio!
Ó Deus, de modo especial, livrai-nos deste mal que tanto nos aflige. Amém.





















terça-feira, 21 de abril de 2015

OS PARENTES DE JESUS - SANTOS AVÓS, PRIMOS, TIOS VENERADOS PELA IGREJA




Não conhecemos todos da família de Jesus, mas alguns parentes dele são mencionados nos Evangelhos e passaram a ser venerados como Santos por terem tido uma vida exemplar de dedicação a Deus e ao Evangelho, como alguns irmãos do Senhor, que designam seus primos, pois Jesus era filho único de Deus e da Virgem Maria e não teve irmãos carnais. A palavra irmãos na Bíblia possui sentido amplo e significa primos em muitos casos.
Entre os parentes de Jesus que se desacaram na História Cristã e na piedade popular temos sesus avós, Santa Ana e São Joaquim, seu primo segundo São João Batista e a prima de Maria Santa Isabel, seus tios, São Cléofas e Santa Maria de Cléofas e os seus primos, os irmãos do Senhor, São Tiago o Menor, São Simão e São Judas Tadeu. Não encontrei nenhum registro de devoção ou história a respeito do outro irmão do Senhor José. Ele não é mencionado como Apóstolo ou discípulo de Jesus.



ALGUNS DE SEUS FAMILIARES SANTOS VENERADOS PELA IGREJA:





SANTA EMERENCIA ou EMERENCIANA - AVÓ DE MARIA E BISAVÓ DE JESUS






Santa Emerenciana no alto, Nossa Senhora com o Menino Jesus ao lado de Santa Ana, sua Mãe.


Segundo os evangelhos apócrifos, Ana era filha de um judeu nômade chamado Akar, da tribo de Levi, e de Santa Emerenciana. O casal Akar e Emerenciana teve além de Ana outra filha: Santa Esméria, mãe de Santa Isabel e avó de João Batista. Por isso Maria e Isabel eram primas (Lc 1,36). José de Arimatéia era seu tio materno. Algumas tradições afirmam que os nomes dos paes de Santa Ana eram Estolano e Emerenciana, outros afirmam que era Akar e Maria.


Havia três irmãs de Belém , filhas de Matã ou Fanuel, o sacerdote, outros dão o nome de Akar, e Maria, sua esposa, sob o reinado de Cleópatra e Sosipatrus, antes do reinado de Herodes , o filho de Antípatro : a mais velha era Maria, a segunda foi Sobe, o nome da mais nova era  Ana. A irmã mais velha casou-se em Belém, teve por filha Salomé, a parteira; Sobe se casou em Belém, e foi a mãe de Santa Isabel, que foi mãe de São João Batista ; Por fim, a terceira casou na Galiléia , e trouxe à luz Maria, mãe de Cristo.


No lado esquerdo, São Joaquim, Santa Ana, a Virgem e o Menino.
No lado direito, Santa Emernciana ou Emerencia e seu marido Estolano, pais de Santa Ana e bisavós de Jesus.






SANTA ESMERIA - IRMÃ DA AVÓ (TIA AVÓ) DE JESUS - TIA DE NOSSA SENHORA -  MÃE DE SANTA ISABEL E AVÓ DE SÃO JOÃO BATISTA

De acordo com Santo Hipólito de Roma (c. 170-c. 236),  Esmeria ou Sobe foi a primeira filha de Fanuel Sumo Sacerdote e sua esposa Maria ou chamada de Emerencia, e a irmã mais velha de Santa Ana. Santa Esmeria era a avó de João Batista. Santa Ana era a avó de Jesus.

"Em alguns hagiografias do final do século XV,  Santa Emerencia é descrita como a mãe de Santa Ana, e ela tinha uma irmã chamada Esmeria."
Essa genealogia que circulou na Idade Média, diz que a irmã de Santa Ana foi Hismeria ou Esmeria (não Sobe). Ela era a mãe de Santa Isabel e avó de João Batista. Esmeria também era a mãe de Eliud, que por sua vez foi o avô de São Servácio.

Esmeria, também conhecido como Sovin ou Sobe , era a mãe de Santa Isabel e uma irmã de Santa Ana, a mãe de Maria, mãe de Jesus , de acordo com fontes medievais bizantinas fontes.

A Bíblia registra apenas que Isabel como uma descendente de Arão, e uma prima (ou parente) de Maria .  O nome de Sobe aparece pela primeira vez nos escritos de volta do século 8 por Hipólito de Tebas , André de Creta , e Epifânio Monachus ,  e mais tarde em Nicéforo Calisto e Andronicus . Todos recontam essencialmente a mesma passagem, dada por estes dois últimos como se segue:

Havia três irmãs de Belém , filhas de Matã ou Fanuel, o sacerdote, e Maria ou Emerencia, sua esposa, sob o reinado de Cleópatra e Sosipatrus, antes do reinado de Herodes , o filho de Antípatro : a mais velha era Maria, a segunda foi Sobe, o nome da mais nova era  Ana. A irmã mais velha casou-se em Belém, teve por filha Salomé, a parteira; Sobe se casou em Belém, e foi a mãe de Santa Isabel, que foi mãe de São João Batista ; Por fim, a terceira casou na Galiléia , e trouxe à luz Maria, mãe de Cristo.






Acima, no lado esquerdo, temos Santa maria Salomé com seus dois filhos, em pé Zebedeu, seu marido, e ao lado dele, Santa Esméria com Eliud, seu filho, irmão de Santa Isabel, e bisavô de Saõa Servácio. Santa Esméria era irmã de Santa Ana, avó de São João Batista e Tia Avó de Jesus.
De acordo com outra tradição, Santa Ana teria ficado viúva e se casado três vezes. A primeira, com Joaquim de quem teve Maria, a Mãe de Jesus. Depois com Cléofas de quem teve Maria de Cléofas e por último com Salomé de quem nasceu Maria Salomé. Por isso, em muitas imagens os três maridos são retratados acima dela.
Ao lado direito, temos Maria de Cléofas, esposa de Alfeu, com os irmaõs do Senhor, João, Tiago, Judas e José, e em pé Santa Isabel com São João Batista menino e Zacarias ao lado.



Santa Ana e São Joaquim - AVÓS MATERNOS DE JESUS




Os dados biográficos que sabemos sobre os pais de Maria foram legados pelo Proto-Evangelho de Tiago, obra citada em diversos estudos dos padres da Igreja Oriental, como Epifânio e Gregório de Nissa.Sant'Ana, cujo nome em hebraico significa graça, pertencia à família do sacerdote Aarão e seu marido, São Joaquim, pertencia à família real de Davi.



Seu marido, São Joaquim, homem pio fora censurado pelo sacerdote Rúben por não ter filhos. Mas Sant’Ana já era idosa e estéril. Confiando no poder divino, São Joaquim retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência.

 Ali um anjo do Senhor lhe apareceu, dizendo que Deus havia ouvido suas preces. Tendo voltado ao lar, algum tempo depois Sant’Ana ficou grávida.


 A paciência e a resignação com que sofriam a esterilidade levaram-lhes ao prêmio de ter por filha aquela que havia de ser a Mãe de Jesus.

Eram residentes em Jerusalém, ao lado da piscina de Betesda, onde hoje se ergue a Basílica de Santana; e aí, num sábado, 8 de setembro do ano 20 a.C., nasceu-lhes uma filha que recebeu o nome de Miriam, que em hebraico significa "Senhora da Luz", passado para o latim como Maria. Maria foi oferecida ao Templo de Jerusalém aos três anos, tendo lá permanecido até os doze anos.









Santa Isabel - FILHA DE SANTA ESMÉRIA - PRIMA DE MARIA, NOSSA SENHORA

Viveu no primeiro século e foi Mãe de São João Batista, santo que antecedeu Jesus e o batizou. Jesus e João, por consequência, eram primos. Tudo que sabemos dela e de seu esposo, São Zacarias, é encontrado no primeiro capítulo do Evangelho de São Lucas.

"Ambos muito honestos e íntegros aos olhos do Senhor observando todos os mandamentos e os ensinamentos de Deus com alegria. Zacarias era um sacerdote no Velho convento e Isabel era da Família de Araon.

Tendo chegado a uma idade madura sem terem filhos Zacarias, quando orava no templo teve uma visão de um anjo, que disse a ele que suas preces haviam sido atendidas e que em breve teriam um filho. Talvez para prevenir que Zacarias pecasse contra a fé e a esperança ele ficou meio bobo até o nascimento do seu filho que era para ser chamado João, " aquele que receberia o Espirito Santo ainda no útero de sua mãe, e que traria muitos filhos de Israel de volta para o Senhor seu Deus".




Isabel recebeu a visita de Maria, mãe de Jesus, e  na época Maria cantou um hino de homenagem a Isabel, hoje conhecido como o "Magnificat" embora alguns manuscritos indicam que foi Isabel quem teria cantado o hino.

Na época, em geral, uma criança receberia o nome de um parente já falecido. Isto era o que os amigo e vizinhos de Isabel e Zacarias esperavam, mas Isabel insistiu que ele deveria se chamar João e seu pai escreveu que concordava.

O Cântico de Zacarias chamado hoje de "Benedictus" é diariamente rezado pelos cristãos na oração da manhã e faz parte do breviário.

A tradição, apoiada por São Basílio e São Cyrilo da Alexandria, assegura que Zacarias morreu como um mártir, morto pelos romanos no templo "entre o pórtico e o altar" a mando de Herodes, porque ele recusou a revelar onde se encontrava seu filho João. Entretanto, cumpre observar que os arquivos da Martirologia Romana não noticiam este incidente.

Na arte litúrgica da Igreja Isabel é mostrada como uma senhora já idosa, segurando o filho João, o Batista ; ou grávida saudando a Virgem.

Zacarias geralmente mostrado como um velho padre com uma vela e as vezes no nascimento de João ou ainda segurando uma vela iluminada.

No evangelho de São Lucas ela é mostrada com a Virgem Maria na "Visitação" onde a Santa recita o : " Salve Maria, Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus".

A festa de Isabel é celebrada no dia 5 de novembro

A festa de Zacarias é celebrada no 5 de novembro no Ocidente e no dia 15 de novembro na Igreja Oriental.









São João Batista - FILHO DE SANTA ISABEL -  PRIMO SEGUNDO DE JESUS

João Batista, chamado o "homem enviado por Deus" era um profeta eremita e martir. Filho de Zacarias e Isabel, primo de Jesus. Nasceu em Ain-Karim ,perto de Jerusalém, e seu nascimento foi anunciado a sua mãe pelo anjo Gabriel .Ele vivei recluso em um deserto da judéia e depois começou a pregar as margens do Rio Jordão e batizando grande numero de penitentes. 






Finalmente Jesus Cristo veio para ser batizado por ele antes de ir a Galiléia para iniciar sua pregação. João continuou perto do Rio Jordão e foi preso a mando do Rei Herodes Antipas(4AC-39DC), rei da Perea e Galiléia,



João, o batista, é o precursor do Messias .

Na liturgia da Igreja Católica sua festa e celebrada desde os primeiros anos da igreja católica no dia 24 de junho, e sua carreira como profeta é descrita nos evangelhos.

João é venerado com como um dos primeiros a seguirem um vida de austeridade monástica. Na arte litúrgica ele é mostrado batizando Jesus e com uma bastão que termina numa cruz.

É o santo padroeiro da amizade e sua festa é celebrada no dia 24 de junho.









São Cléofas ou Alfeu e Santa Maria de Cléofas - TIOS DE JESUS





Ela era irmã de Nossa Senhora, casada com Cleófas (ou Alfeu) e, portanto tia de Jesus Cristo.

 É também considerada a “Mãe dos irmãos de Jesus”, uma expressão semítica que significa “primos”.

         Historiadores escrevem que Cleófas era irmão de São José e pai de São Judas Tadeu, São Tiago Menor e de São Simão.

       

Alfeu e Cléofas seriam transcrição e pronúncia do mesmo nome hebraico Halphai ou dois nomes trazidos pela mesma pessoa. Alfeu Cléofas, presumivelmente, porque ele é o pai de Tiago, o Menor, e de José, primos de Jesus. No Evangelho de João, Maria, mãe de Tiago e José, é chamada “a mulher de Cléofas” e irmã, em maior ou menor precisão, de Maria, a Mãe de Jesus.






Santa Maria de Cléofas com seus filhos: Tiago, o Menor, José,  Simão e  Judas Tadeu, que são primos do Senhor.



OS PRIMOS DE JESUS (IRMÃOS EM LINGUAGEM BÍBLICA)




 Os irmãos de Jesus descritos no Evangelho (Mc 6,3; Mt 13,55) eram filhos de outra Maria.

Tiago e José, descritos como irmãos do Senhor, eram filhos de outra Maria (Mateus 27,56; Marcos 16,1) (talvez a mulher de Cléofas descrita em Jo 19,25). Tiago e Judas  são descritos como filhos de Alfeu (Mateus 10,3; Atos 1,13).

Judas é descrito como sendo irmão de Tiago (Lucas 6,16; Atos 1,13; Judas 1,1). Logo, eram todos irmãos, filhos de outra Maria e de Alfeu.

Simão é o único que não é descrito como tendo um pai ou mãe, mas podemos concluir que também era primo de Jesus, assim como os demais.


A expressão "Irmãos de Jesus" na verdade quer dizer PRIMOS DE JESUS. Não havia a palavra primo em aramaico na época de Jesus. O irmão significava não só o filho do mesmo pai e da mesma mãe, como também primos.
Há várias passagens bíblicas que mostram o termo irmão no sentido de parente ou primo (Gn 13,8; Gn 31,22-23; Ex 2,11; Jz 9, 1-3; I Cr 15,1-5; I Cr 23,21-22; II Cr 36,10).
Quando o Evangelho foi escrito em grego, os evangElistas continuaram usando o termo irmão no sentido aramaico.
São Paulo usa o mesmo termo em grego "αδέλφοι " (I Cor 15,6) para falar de irmãos na fé.





São Simão o apóstolo - IRMÃO DO SENHOR, PRIMO DE JESUS





Simão era filho de Cleophas e Maria. Cleophas era irmão de São José e ela irma de da Virgem Maria, assim Simão era primo irmão de Jesus.

Há indícios de que este Simão tenha sido o mesmo que é apontado como sendo irmão de São Tiago Menor e claro, também irmão de São Judas Tadeus. 

Alguns especialistas acham Simão era o noivo do casamento no qual Jesus transformou a água em vinho.(Bodas de Cana).

Também chamado de Canaanite (Mt10:4;Mc3:18) ele era um dos apóstolos e foi mencionado varias vezes no Novo Testamento. Conhecido como o Zeloso (Luc 6:15 e Atos1:13) por sua dura obediência lei dos judeus, Simão foi um dos primeiros discípulos de Jesus. Foi bispo em Jerusalém.


Segundo a tradição durante as perseguições de Atticus sob as ordens do Imperador Trajano em 107 Simão foi preso torturado e crucificado e teria 102 ou 120 anos na época. Atticus e os executores teriam expressado admiração pela força e fé de Simão durante o seu martírio. 








Teria sido morto na Pérsia. Parece que no final teria sido serrado ao meio.








Outra versão inclui a assertiva de que ele teria morrido calmamente em Edessa, com 106 anos e governado a igreja durante 43 anos.

Na arte litúrgica da Igreja ele é representado segurando um peixe ou uma serra ou com em um barco segurando um remo.

 Sua festa é celebrada no dia 18 de fevereiro e
em algumas regiões junto com seu irmão, São Judas Tadeu, em 28 de outubro.










São Judas Thadeu - IRMÃO DO SENHOR, PRIMO DE JESUS








São Judas, filho de Cleophas ou Alfeu que morreu martirizado, ( Cleophas era irmão de São José) e de Maria Cleophas,( irmã de Nossa Senhora)  assim era primo irmão de Jesus e diziam que se parecia muito com Ele.

Era irmão de São Tiago, o menor e de São Simão, o apóstolo .

Alguns especialistas acham que São Simão, o apóstolo, era o noivo do casamento no qual Jesus transformou a água em vinho (Bodas de Canã). São Judas assistiu de perto o milagre e estudiosos dizem que isto foi a causa de Judas Thadeu se tornar um seguidor quase fanático de Jesus. Lucas também chama Judas o "Zealote"(o fanático) (Luc 6:15). Outros escolares acham que o "zealote" seria zeloso e não fanático devido ao fervor com que São Judas Thadeu seguia a lei judaica e mais tarde os ensinamentos de Jesus. 

Ele é o autor do menor dos livros do Novo Testamento :
"A carta de Judas"; embora no versículo 17 desta carta, deixa uma dúvida de que talvez os apóstolos de Jesus já haviam morrido.

A tradição ocidental baseada nos contos apócrifos da "Paixão de Simão e Judas" diz que após pregarem no Egito, Simão juntou-se a Judas e foram em missões para a Pérsia. Lendas do século sexto descrevem o martírio de ambos Simão e Judas na Pérsia, na cidade de Sufian(Siani); embora a tradição oriental diz que Simão morreu pacificamente em Edessa.

Como São Thadeu, Judas tem sido confundido também com Santo Addai na Mesopotania . Vários estudiosos das escrituras, acreditam que Judas foi morto com uma serra ou um facão.

Na arte litúrgica da Igreja São Judas Thadeu é mostrado como um homem de meia idade com uma serra ou um livro ou um barco. Algumas vezes ele é mostrado segurando um remo e algumas vezes um peixe.

Suas relíquias estariam em Rheims e Touluse ,França.

Ele é venerado como um dos mais populares santos da Igreja e é considerado o patrono das causas perdidas. No Brasil, só perde em popularidade para São Jorge, mas alguns observadores ponderam que São Jorge é o mais popular, devido a invocações em práticas nada cristãs.

Sua festa é celebrada no dia 28 de outubro.





São Tiago, o menor - IRMÃO DO SENHOR, PRIMO DE JESUS

Também conhecido como Saint James, the less 




Tiago é chamado de o Jovem ou o Justo, nome dado a ele na lista dos discípulos feita por Mateus, Marcos e Lucas e ainda mencionado nos Atos dos Apóstolos. Ele era filho de Alphaeus e de Maria, uma prima de da Virgem Maria, era conhecido como "o menor" apenas para distingui-lo de Tiago, "o maior" (irmão de João) que era mais velho e bem mais alto. De acordo com Marcos (15:40) ele estava com as mulheres Maria (chamada de mãe de Tiago por Marcos, 16:1)e Maria Madalena na crucificação de Jesus .Ele é também chamado ( Mt 27:56) primo em primeiro grau de Jesus.

Ele é o mais controvertido e estudado dos apóstolos.

Este Tiago seria o mesmo "Tiago da Epistola de Tiago" que começa chamando a si próprio de "servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo" o que pode indicar que isso era um título oficial da Igreja da época. Tiago usa o tom de autoridade de quem era bem conhecido na Igreja e acostumado a usar de sua autoridade.

Autoridades bíblicas consideram este Tiago, filho de Alphaeus como Tiago "irmão do senhor", mas modernos escolares acham que talvez tenha havido dois com o nome de Tiago, um filho de Alphaeus e um dos 12 apóstolos; e o outro o "irmão de Jesus", que seria um primo em primeiro grau ou um filho de José do seu primeiro casamento. Estudiosos sustentam que José era viuvo quando foi escolhido para se casar com a Virgem Maria para ser o pai de Jesus; e tinha vários filhos sendo um deles de nome Tiago.(Judas, Justus, Tiago e Simão e as filhas Assia e Lídia).

Temos ainda que Tiago fala dos apóstolos no tempo passado e não se identifica como sendo um deles, uma aparente distinção entre o Tiago da Epístola e o Apóstolo Tiago citado em Co. 15:7; além do elegante estilo literário grego usado pelo autor da Epístola, bem diferente do que seria usado por um camponês da Galiléia.

O nome Tiago o menor, é definitivamente referido ao filho de Alphaeus por causa da referencia de Marcos em 15:40 onde ele é chamado de Tiago menor ou Tiago, o jovem(teria sido o primeiro bispo de Jeruzalem, e um dos pilares da igreja o qual São Paulo consultou sobre os Evangelhos) e de acordo com o judeu convertido Heggesippus, do segundo século e um historiador eclesiástico, Tiago foi atirado do alto de seu templo pelos fariseus e depois apedrejado lá pelos anos de 62 DC. Isto vem de encontro com o historiador judeu contemporâneo Josephus, que relata que o Bispo James (Bispo Tiago) foi apedrejado e que viveu apenas o suficiente para perdoar os seus assassinos. Por isto Tiago é chamado também de " O Justo". São Euzébio acha que a catástrofe que acabou mais tarde com Jerusalém foi devido a ira do Senhor com o tratamento dado a este justo homem na primavera de 62.

Sua festa é celebrada no dia 3 de maio.




Santa Ana com São João Batista diante do Menino Jesus com Santa Maria e  São José.





Santa Isabel com São João Batista, São José, Nossa Senhora, o Menino Jesus, São Joaquim e Santa Ana.



Santa Maria Salomé - IRMÃ DE MARIA, MÃE DE JESUS (segundo algumas tradições)









Em Lc 5, 10 diz: “… e também de Tiago e João, filhos de Zebedeu…”
Já descobrimos que o Tiago Maior era irmão de João e ambos, filhos, não de José, mas sim, de Zebedeu. A Bíblia mostra claro que a mãe dos filhos de Zebedeu não é Maria Santíssima. Em Mateus 20, 20-23 diz: “Então a mãe dos filhos de Zebedeu, juntamente com os seus filhos, dirigiu-se a Ele”. Está claro que não é Maria, a Mãe de Jesus. A Bíblia não diz – a mãe dos filhos de José – mas sim, mãe dos filhos de Zebedeu.









Maria Salomé seria o nome da irmã de Maria, a mãe de Jesus, e filha de Joaquim conforme a tradição cristã. Santa Salomé ou Maria Salomé (em hebraico, "שלומית", "Shelomit") foi uma das discípulas de Jesus de Nazaré e uma das mulheres ao pé da cruz no Evangelho segundo Marcos (Marcos 15:40). Na manhã de Páscoa aproximou-se do túmulo de Jesus, testemunhando a Sua ressurreição (Marcos 16:1).

Nasceu no primeiro século e é uma das três Marias que serviram a Jesus, junto com Maria Cleophas (mãe de São Tiago, o menor, São Judas Thadeus e esposa de Cleophas ou Alpheus), Maria Salomé e Maria Madalena).

Alguns exegetas bíblicos acham que Maria Cleophas seria irmã da Virgem Maria (João 19:25).

Maria Salomé era casada com Zebedeu, mãe de São João, o evangelista e de São Tiago, o maior ( conhecido nos países de língua inglesa como Saint James, the Greater) e seria prima da Virgem Maria. Era uma das três Marias que ajudaram Jesus durante o inicio de seu ministério e o acompanharam nas suas viagens e testemunharam a sua crucificação, a retirada do corpo, e a sua ressurreição. O evangelista São Marcos menciona Salomé como uma das mulheres que vieram com Madalena untar com óleos (costume da época) o corpo de Jesus na manhã da ressurreição.

Diz os Evangelhos que Jesus e Salomé em uma conversa, ela pede a Jesus para coloca-la e seus filhos com Ele em Seu Reino no céu. É que Tiago e João o seguiriam seu exemplo de humildade e sacrifícios para ganhar e merecer seus lugares lá. A lenda diz que após a ressurreição ela foi para Veroli, Itália e passou o resto de sua vida espalhando a Boa Nova .

Na arte litúrgica da Igreja ela é representada algumas vezes com Maria Cleophas amparando  a Virgem Maria durante a crucificação e/ou presente com Maria Madalena na ressurreição, ou com os filhos João e Tiago em seus braços. As vezes ela é mostrada no Natal porque existe uma possibilidade de que, como ela era parteira, teria ido ao estábulo em Belém, feito o parto de Maria e se converteu. Santo Ambrósio, estudioso do assunto, diz que existe ainda a possibilidade dela ser irmã de Maria.

É padroeira da Veroli, na Itália.

Sua festa é celebrada no dia 22 de Outubro

Nos países do hemisfério sul, no firmamento temos três estrelas que são chamadas Três Marias em homenagem as Três Marias e na França temos uma cidade com o nome de "Saintes Maries de la Mer" , também em homenagem a elas. Em Minas Gerais temos uma Usina Hidroelétrica com o nome de Três Marias.





São Tiago o Grande e São João Evangelista, filhos de Santa Maria Salomé, Mulher de Zebedeu - PRIMOS DE JESUS






Quadro: A família de Santa Ana. Retratando as três filhas de Santa Ana, de acordo com a tradição.
No lado direito, Santa Maria Salomé e seu esposo Zebedeu com São João e São Tiago, o Maior.
No lado esquerdo, Santa Maria de Cléfas e São Cléofas, com São Tiago, o Menor, São Judas Tadeu e São Simão, o Zelote e José, primos de Jesus.
Ao centro, Santa Ana sentada, e Nossa Senhora como o Menino e São José ao lado.











São Tiago, maior - PRIMO DE JESUS

Também conhecido como Saint James, the Greater



Apóstolo, santo patrono da Espanha como Santiago, tem em sua honra um grande templo em Compostela. Filho de Zebedeu e Salomé ele pescava para viver com o seu irmão João (o evangelista) na Galiléia . Mateus, Marcos, e Lucas atestam o seu chamamento por Cristo. Cristo deu a Tiago e a João o apelido "Filhos do Trovão" para expressar a sua natureza apaixonada. Eles queriam chamar o fogo do céu para os Samaritanos que rejeitaram Cristo (Lu 9:54-56) e queriam sofrer com Jesus como testemunhas (Mar10:35-41).

Tiago estava com Pedro e João quando Jesus ressuscitou a filha de Jairus dos mortos(Mc5:37). Estes mesmos três apóstolos estavam também presentes na " Transfiguração" e na "Agonia no Jardim das Oliveiras". Tiago, o maior, é considerado o protomártir dos apóstolos, morto pelo Rei Herodes Agrippa em Jerusalém (Acts 12:2). Ele foi decapitado e seu martírio é o único relatado pelos apóstolos no Novo Testamento. De acordo com a tradição ele pregou na Espanha antes de sua morte e por isso tornou-se o santo mas venerado dos santos espanhóis. É costume aceito na Espanha que os seus restos mortais foram levados para Compostela durante a Idade Media. Na arte litúrgica ele é mostrado como um velho senhor e as vezes como um peregrino.

Sua festa é celebrada no dia 25 de julho.








São João, o evangelista - PRIMO DE JESUS



Image result for saint john evangelistSão João nasceu na Galiléia em 6 DC e era filho de Zebedeu e Salomé e era o irmão mais novo de Tiago, o Maior. Os dois irmãos viviam da pesca no Lago Genesare até serem chamado por Jesus.
João seria o discípulo mais amado do Senhor e é dito que teria escrito o Livro das Revelações (o Apocalipse), o último livro da Bíblia, quando estava em exílio na ilha de Patmos perto da costa da Turquia. Este livro é uma soberba conclusão das sagradas escrituras. O livro do Gênesis começa com a odisséia do homem ao ser expulso do Éden e o Livro das Revelações seria uma visão de encorajamento a espera do homem, para o retorno ao Paraíso.

João é o mais jovem dos apóstolos tendo cerca de 25 anos ao ser chamado. João deve ter sido um seguidor de João Batista , porque ele relata todas as circunstancias da vida do Percursor de Jesus e embora, por modéstia, ele esconda , as vezes, o seu nome em algumas partes do Evangelho que tem o seu nome.( Evangelho de São João).

Cristo deu a Tiago e a João o apelido de "Filhos do Trovão" para expressar a sua natureza apaixonada. Eles queriam chamar o fogo do céu para os Samaritanos que rejeitaram Cristo(Lu 9:54-56). Queriam sofrer com Jesus como testemunhas (Mar10:35-41). Este santo heroísmo beneficia a fé, porque permite a eles propagar a lei de Deus sem medo do poder dos homens.
 São Paulo nomeia João, Pedro e Tiago como sendo os líderes ou os pilares da Igreja de Jerusalém. (Gal2:9).
Ele e Pedro foram os primeiros apóstolos na tumba do Cristo ressuscitado. (Jo 20:3-8) Na ultima ceia ele se inclinou e se apoiou no peito de Jesus e foi o único apóstolo presente a crucificação, onde Jesus deu a ele a tarefa de cuidar de Sua mãe a Virgem Maria e de Seus amigos.
Ele estava na Corte porque conhecia os altos sacerdotes e ele conseguiu que os serventes da Corte do Califa deixassem São Pedro entrar.(Jo 18:15-16).

Mais tarde quando Cristo apareceu para eles no lago e com eles comeu, João por instinto reconheceu quem era e disse a Pedro (Jo21:7). Juntos eles caminharam ao longo da margem do lago. Vendo João seguindo Pedro a Ele o que seria do seu amigo, pensando talvez que Ele iria dar a ele um favor especial . "O que será de ti?" o Senhor perguntou, "Então eu terei ele aqui até eu voltar e ele me seguirá. "Alguns discípulos pensaram que isto significava que João não iria morrer nunca, mas ele mesmo tratou de dizer o que realmente significava. (Jo21:20-23). Ele viveu por 70 anos após a morte de Jesus. Por muito tempo ele continuou junto a São Pedro. Eles estavam juntos quando o homem é curado no Portão do Paraíso(Atos 3:1-11) e foram presos juntos e apareceram diante do Sanhedrin juntos(Atos 4:1-21) Ele acompanhou Pedro a Samaria para transmitir o Espirito Santo aos novos convertidos. João permaneceu em Jerusalém alguns anos após a Ascensão de Jesus embora algumas vezes ele pregou no exterior, visto que São Paulo (alguns anos após a sua conversão) encontra-se com João e confirma sua missão aos gentios. Ele provavelmente foi um assistente ao Conselho de Jerusalém.
A tradição diz que seus afazeres apostólicos foram primeiro para os judeus nas províncias de Parthia, onde ele plantou a fé cristã.Ele voltou de novo a Jerusalém no ano de 62 DC para se reunir e conferenciar com outros apóstolos que ainda viviam. Depois disto ele foi para Éfesus(Turquia) onde deu a Ásia Menor a sua particular atenção e onde ele estabeleceu igrejas e dirigiu congregações.. Com quase toda certeza, João estava presente a morte da Virgem Maria em Éfesus.
Sua autoridade apostólica era universal e embora São Timóteo permanecesse Bispo de Éfesus, até o seu martírio em 97 , não há diferenças entre eles nos relatos de jurisdição. É provável que ele tenha colocado bispos em todas as Igrejas da Ásia porque enquanto os apóstolos viveram, eles supriram as igrejas com suas próprias nomeações em virtude do poder recebido do próprio Jesus.

Uma linda historia sobre João é contada por São Clemente de Alexandria. Perto do fim João escolheu um jovem para ser padre e encarregou o seu tutor para que fosse instruído, batizado e confirmado.
No seu retorno, algum tempo depois, ele disse ao tutor:
" Devolva-me o que eu dei a você perante esta Congregação e perante Jesus!"
"Ele está morto". disse o tutor "Morto?" perguntou João.
"Após a sua instrução e seu batismo, ele caiu em más companhias e foi caindo nos degraus da honra até chegar ao fim, tornando-se até um ladrão" disseram eles.
João então disse ao jovem que estava presente: " Existe ainda espaço para arrependimento A sua salvação não é irrecuperável. Eu responderei por você diante de Cristo e implorarei a Jesus por você e estou disposto a sacrificar minha vida por você, como Jesus sacrificou a dele por todos nós. Acredite, fique comigo, eu sou um enviado de Cristo".
O jovem ficou parado com os olhos no chão e cheios de lagrimas. Ele abraçou seu tutor e implorou o perdão. Ele encontrou um segundo batismo nas lágrimas. João beijou-o afetuosamente e devolveu a ele os Santos Sacramentos.

Esta veia de caridade percorre toda a vida de São João e é a grande lei da fé cristã, sem a qual todas, as pretensões a uma Religião Divina seriam em vão e sem valor. Outra história conta que um visitante encontrou João jogando bola com os seus discípulos. O visitante reclamou e como o visitante carregava um arco e flechas João perguntou a ele se ele poderia jogar todas as fechas sem parar ."Não" respondeu ele, o arco iria quebrar. João então respondeu que o nosso espírito também precisa descansar para não quebrar. Assim, no dia a dia, podemos as vezes brincar e relaxar para acalmar as tensões. Esta a é a "Regra dos Jogos" que São Tomas de Aquino nos ensina na Questão 169, artigo 10 na sua "Summa Teológica ".

Nos anos 95 durante a Segunda perseguição do Imperador Domiciano, João foi preso na Ásia e levado para Roma onde conseguiu escapar ao martírio de forma milagrosa. Tertuliano diz que ele saiu de dentro de um caldeirão de óleo fervendo sem nenhum dano aparente. Seus perseguidores atribuíram este milagre a feitiçaria e ele foi exilado na ilha de Patmos.
Até ser removido do calendário Romano em 1960, este evento era usado para comemorar litúrgicamente, na Igreja Ocidental, o dia 6 de maio como sendo o dia de São João. Relatos deste julgamento dão a ele o título de mártir, embora ele seja o único apostolo que não morreu martirizado. Entretanto, este fato vem de encontro a previsão de Cristo de que João beberia do cálice do sofrimento.
Na ilha de Patmos, já com idade extremamente avançada, ele teria sido favorecido com uma visão que foi descrita e relatada no Livro das Revelações.
O seu exílio não teve longa duração visto que, com a morte de Domiciano, seus éditos foram declarados nulos pelo Senado Romano por serem suas sentenças muito duras e cruéis. João estava livre para voltar a Éfesus de novo em 97 DC. Alguns acham que ele escreveu o seu Evangelho quando retornou a Éfesus já com 92 anos de idade. A tradição identifica João como o autor do 4° Livro do Evangelho já no século segundo. Com certeza sabemos que os fragmentos descobertos por Cherster-Beatty, datam os escritos como sendo do inicio do século segundo ou um pouco mais cedo, no final do século primeiro.

O Livro das Revelações, também atribuído a ele, e tão diferente em pensamento, conteúdo e estilo do genuíno escrito joanino, que parece ser mais um produto dos seus seguidores.

Quando a fraqueza apoderou-se dele e ele não mais podia pregar, era carregado para a assembléia dos fiéis e constantemente ele era ouvido dizer : "Minhas queridas crianças, amai uns aos outros" e quando perguntado porque repetia sempre as mesmas palavras disse :"Porque é o preceito mais importante do Senhor e se vocês o cumprirem será o bastante".

São Jerônimo diz: "estas palavras deveriam estar incrustado em caracteres de ouro nos corações de cada cristão".

São João morreu em Éfesus quando tinha mais de 92 anos de idade.

Usava cabelos longos, como Jesus e muito comum na época. Mas como estava sentado a direita de Jesus na Santa Ceia do mestre Leonardo da Vinci (1495), alguns acreditam ser ele Maria Magdalalena, mas aí ficaria faltando ( na pintura) um dos doze apóstolos, presentes a Ultima Ceia. Veja em diversos.

Diz a tradição que ele era o único dos doze apóstolos que sabia escrever (antes de receberem o Espirito Santo) por isso é representado algumas  vezes, segurando, em sua mão direita, uma pena de escrever, e na outra um livro.(SãoLucas médico, tambem sabia escrever. Seu Evangelho é o mais longo de todos, mas São Lucas não era um dos doze apóstolos).Veja em SLucas.
Alguns estudiosos acham que Matheus, apezar de ser coletor de impostos, nao sabia escrever e grande parte dos escritos eram ditados a um  escrevente, mas na verdade sao apenas conjecturas pois nada disso pode ser hoje comprovado.

 Na arte litúrgica da Igreja, São João geralmente é representado como um jovem belo, as vezes como um patriarca , as vezes com o livro do Evangelho nas mãos ou com o "Atos dos Apóstolos", ou com o Livro das Revelações , ou escrevendo o Livro das Revelações na ilha de Patmos ( algumas vezes é representado com o demônio voando para fora do seu tinteiro), as vezes com uma águia representando a majestade do Evangelho e as vezes dentro de um caldeirão de óleo, as vezes bem velho lendo ou escrevendo, ou as vezes levantando Drusilla dos mortos ou ainda sendo carregado pelos anjos ao céu .

Sua festa é celebrada no dia 27 de dezembro

A sua festa na Igreja Oriental é celebrada no dia 26 de setembro







A família de Santa Ana por Marten De Vos









São Servácio
Nascido na Armênia, morreu em Maastricht , tradicionalmente em 384, foi bispo de Tongeren -Latin: Atuatuca Tungrorum , a capital do Tungri -. Servatius ou Servácio é santo padroeiro da cidade de Maastricht e as cidades de Schijndel e Grimbergen . Ele é um dos santos de gelo . Sua festa é 13 de Maio.
 Duas vitae ( biografias ) afirmam que seu lugar de nascimento foi a Armenia e fazem dele um primo de São João Batista , e, assim, um parente distante de Jesus.






Mais um quadro retratando Santa Ana, a matriarca, com Nossa Senhora e o Menino Jesus ao centro, Santa Maria de Cléofas com seus filhos, os irmãos do Senhor, do lado esquerdo. Santa Maria Salomé, esposa de Zebedeu, com seu  filhos, os filhos do trovão, como Jesus dizia, São Tiago o Maior, e São João, o Evangelista.







Na extrema esquerda, Emyu está conversando com Cleophas, como indicado por seus gestos de mão. Sentado abaixo dele é sua esposa Memelia, wearning um turbante exótico e segurando um livro aberto. Ao lado dela, vestido com uma túnica vermelha, é o seu filho Servatius (d 384.), O ex-bispo e santo padroeiro de Maastricht: seu nome é dado no pergaminho que ele está segurando. Segundo a tradição medieval, Emyu era filho de Eliud e neto de Esmeria, a irmã de St Anne: seu filho Servatius foi, assim, acredita-se estar relacionado com Cristo. Esta suposta genealogia de St Servatius pode ser encontrada na arte medieval, logo no século XII. Ele também foi corroborado pelo autor medieval Jacobus de Voragine, autor da  Legenda Aurea . A inclusão de St Servatius e seus pais aqui é particularmente apropriado para uma pintura destinado para a catedral de que Servatius era o santo padroeiro.
Abaixo de Cléofas temos Alfeu com Santa Maria de Cléofas e seus quatro filhos, Tiago, João, Judas Tadeu e Simão.
No lado direito, temos Santa Isabel com São João Batista menino de vermelho e Zacarias conversando com Salomé, outro esposo de Santa Ana. Abaixo de Salomé, temos Zebedeu e Santa Maria Salomé com Tiago o maior e João Evangelista, seus filhos.
Ao centro, Santa Ana conversa com São Joaquim, pai de Nossa Senhora, sentada abaixo com o Menino e São José.



FONTES:

http://imaginemdei.blogspot.com.br/2011/07/glorious-st-anne-iconography-of-st-anne_24.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Salom%C3%A9_(irm%C3%A3_de_Maria)
http://www.cademeusanto.com.br/santa_salome.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/The_Three_Marys
http://ocarmelo.blogspot.com.br/2012/07/santa-ana-26-de-julho.html
http://www.jangadabrasil.com.br/julho35/fe35070b.htm
http://www.filhosdapaixao.org.br/escritos/esclarecimento/004_irmaos_de_jesus.htm
http://www.cademeusanto.com.br/sao_tiago.htm
http://www.geni.com/people/Sobe-or-Esmeria/6000000003820929230
http://en.wikipedia.org/wiki/Saint_Servatius
http://fraternidadesaogilberto.blogspot.com.br/2012/05/sao-servacio-bispo.html
https://www.catharijneconvent.nl/adlib/41723/?q=middelrijns+altaar
http://en.wikipedia.org/wiki/Sobe_(sister_of_Saint_Anne)
https://journeyingtothegoddess.wordpress.com/tag/saint-anna/