quarta-feira, 13 de abril de 2016

A FREIRA QUE VEIO DO PURGATÓRIO - VISÃO DE SANTA FAUSTINA

Uma noite,  veio visitar uma de nossas irmãs que tinha morrido dois meses antes. Foi uma das irmãs do primeiro coro. Eu a vi em um estado terrível. 





Tudo em chamas, o rosto torcido dolorosamente. [Visão] durou um breve momento e Ela desapareceu. 

Um frio perfurou minha alma e até mesmo não sabia se ela sofria no purgatório ou inferno, no entanto redobrei minhas orações por ela. 

À noite seguinte, ela voltou, mas eu a vi em um estado ainda mais terrível, entre chamas, mais desespero terrível no rosto mostrou. Fiquei surpresa que havendo oferecido orações por ela a vi em um estado mais horrível e eu perguntei: 

Não têm ajudado  todas as minhas orações? Ela disse que nada ajudaram e que minhas orações não iam lhe ajudar. 







Eu perguntei: E as orações da Congregação toda oferecidas por você, têm ajudado? Elearespondeu que nada. Essas orações eram para o benefício de outras almas. 

E eu disse: Se minhas orações não ajudam nada, irmã, por favor, não venha me ver e Ela desapareceu imediatamente. Mas eu não queria parar de orar. 

Depois de algum tempo veio visitar-me à noite, mas em um estado diferente.

 Ela não estava entre chamas como antes e seu rosto estava radiante, seus olhos brilhavam de alegria e me disse que Eu tinha o verdadeiro amor ao próximo, que muitas almas se aproveitaram das minhas orações e me incentivou a não parar  de interceder pelas almas que sofrem no purgatório e me disse que ela não ia ficar muito tempo no purgatório. 

Os juízos de Deus são verdadeiramente misteriosos!





COMENTÁRIO:

O Purgatório é a certeza da salvação, as almas que estão no Purgatório já estão salvas, apenas esperam entrar diretamente no céu, purificando-se,  passando pelo fogo (I Cor 3,15):

A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia (dia do juízo) a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.
Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.
1 Coríntios 3,13-15


Todos devemos receber na outra vida a paga do bem ou do mal que fizemos enquanto estávamos no corpo (2 Coríntios 5,10) . Logo, deve haver uma punição para os pecados leves ( Lucas 12, 45-48) , os que não são para a morte eterna (I João 5,16).


E Jesus nos diz isso ao falar que há pecados que podem ser perdoados no outro mundo (Mat 12,32).



FONTE:
Do Diário de Santa Faustina:



Nenhum comentário:

Postar um comentário