quinta-feira, 16 de outubro de 2014

SANTOS PARA DECORAÇÃO DE HALLOWEEN, A VÉSPERA DO DIA DE TODOS OS SANTOS




Faço uma festa de Halloween em minha casa para meus sobrinhos. Não vejo mal nisso, pois considero isso uma brincadeira. Mas, ao mesmo tempo, uso essa brincadeira para mostrar para meus sobrinhos e minha família que o Halloween nada mais é que a véspera do Dia de Todos os Santos (All Hallows`eve), por isso, nós, católicos, devemos revisitar, renovar e recriar essa festa que foi paganizada pelos Estados Unidos e seu conumismo.     Não faz parte de nossa cultura brasileira essa celebração, mas quem quiser celebrar é bom recordar os ideais católicos da festa.
O Halloween, no Brasil, foi traduzido como o Dia das Bruxas o que é um erro enorme, ele é a Noite de Todos os Santos e devemos festejá-lo com orações.
Como alusão à ideia das bruxas, escolhi Santos que trazem símbolos marcantes relacionados com elas.




Assim como muitas mulheres e homens acusados injustamente por motivos políticos, Santa Joana sofreu o martírio na fogueira como bruxa, mas ela era mais poderosa que uma bruxa, era uma Santa de Deus e morreu dando esse testemunho, gritando o nome de Jesus.





Outra imagem que destacarei é a de São João Evangelista que foi perseguido pelo Imperador Romano e jogado num caldeirão de óleo fervente, mas nada sofreu miraculosamente.





Não pode faltar nessa seleção, as imagens de São Cipriano, o feitiçeiro, convertido por Santa Justina, que tornou-se Bispo católico e morreu mártir junto com ela. Os dois foram lançados num caldeirão de óleo fervente, mas, assim como São João, sobreviveram. Foram martirizados pela espada, tendo a cabeça decapitada.




Na imagem acima, 
Santa Justina vence os demônios
 enviados pela bruxaria do feitiçeiro Cipriano
com o sinal da cruz.





Para lembrar a lenda do cavaleiro sem cabeça, recordarei os mártires que mesmo tendo a cabeça cortada continuaram vivos, andando com a cabeça cortada nas mãos, pregando, rezando e louvando a Deus.












São Dênis depois que teve a cabeça cortada caminhou com ela louvando a Deus e pregando que o povo continuasse firme na fé, até que caiu no lugar onde ergueram a Basílica de Saint Denis, onde eram enterrados os reis da França.






São Justus de Beauvais depois de ter a cabeça decapitada por soldados romanos, foi encontrado pelo  pai e pelo irmão sentado com a cabeça em seu colo. Dando a cabeça para seu pai, Justus pediu-lhe para o levassem à cidade de Auxerre, para que sua mãe, Felicia, pudesse beijá-la.









 Santa Valerie de Limoges foi decapitado por sua fé e, em seguida, levantou-se e levou sua cabeça decepada ao seu confessor, São Martial .









Em contraposição às bruxas que voam em vassouras, 
mostrarei São José de Cupertino que ao toque dos sinos convidando para a oração ou ao simples nome de Jesus e Maria entrava em êxtase e se elevava no ar, chegava mesmo a voar para chegar na Igreja na hora da oração e voou na presença de uma multidão para transportar uma Cruz que 3 homens juntos não conseguiam erguer até ao alto de um monte em pregrinação.









Um comentário:

  1. Entre as duas mitologias (santos e bruxas), prefiro a das bruxas.

    ResponderExcluir