sexta-feira, 1 de novembro de 2013

VISITAR OS CEMITÉRIOS E REZAR PELOS MORTOS É BÍBLICO


A Bíblia afirma que Deus arrebatou o Profeta Ezequiel em espírito e o transportou para uma planície coberta de ossos, um cemitério (Ezequiel 31,1), e nele, o Senhor fez uma revelação ao seu servo.

O cemitério é esse lugar onde devemos ir para ouvir a Palavra de Deus, como Ezequiel ouviu.










 Ao visitarmos os cemitérios nos lembramos que somos pó e ao pó retornaremos, lembramos nossos parentes queridos, seus exemplos de vida, ensinamentos, e que um dia também estaremos junto com eles na Casa do Pai, aguardando a Ressurreição da Vida.

Vejamos o trecho que nos fala da visita de Ezequiel a um cemitério na Bíblia (Ezequiel 37, 1-14):









"1. A mão do Senhor desceu sobre mim. Ele me arrebatou em espírito e me colocou no meio de uma planície, que estava coberta de ossos.

2. Ele fez-me circular em todos os sentidos no meio desses ossos numerosos que jaziam na superfície. Vi que estavam inteiramente secos.
3. Disse-me o Senhor: filho do homem, poderiam esses ossos retornar à vida? Senhor Javé, respondi, só vós o sabeis.
4. Ele disse-me então: Profere um oráculo sobre esses ossos. Ossos dessecados, dir-lhes-ás tu, escutai a palavra do Senhor:
5. Eis o que vos declara o Senhor Javé: vou fazer reentrar em vós o sopro da vida para vos fazer reviver.
6. Porei em vós músculos, farei vir carne sobre vós, cobrir-vos-ei de pele; depois farei entrar em vós o sopro da vida, a fim de que revivais. E sabereis assim que eu sou o Senhor.
7. Profetizei, pois, assim como tinha recebido ordem. No momento em que comecei, um barulho se fez ouvir, em seguida um ruído ensurdecedor, enquanto os ossos se vinham unir aos outros.
8. Prestando atenção, vi que se formavam sobre eles músculos, que nascia neles carne e que uma pele os recobria. Todavia, não tinham espírito.
9. Profetiza ao espírito, disse-me o Senhor, profetiza, filho do homem, e dirige-te ao espírito: eis o que diz o Senhor Javé: vem, espírito, dos quatro cantos do céu, sopra sobre esses mortos para que revivam.
10. Proferi o oráculo que ele me havia ditado, e daí a pouco o espírito penetrou neles. Retornando à vida, eles se levantaram sobre seus pés: um grande, um imenso exército.
11. Então o Senhor me disse: filho do homem, esses ossos são toda a raça dos israelitas. Eles dizem: nossos ossos estão secos, nossa esperança está morta; estamos perdidos!
12. Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar à terra de Israel.
13. Sabereis então que eu é que sou o Senhor, ó meu povo, quando eu abrir os vossos túmulos e vos fizer sair deles,
14. quando eu meter em vós o meu espírito para vos fazer voltar à vida e quando vos hei de restabelecer em vossa terra. Sabereis então que sou eu o Senhor, que o disse e o executei - oráculo do Senhor."



ORAÇÃO PELOS MORTOS NO NOVO TESTAMENTO:

A Bíblia, no Novo Testamento, afirma que os cristãos também oravam pelos mortos:

"De outra maneira, que intentam aqueles que se batizam em favor dos mortos? Se os mortos realmente não ressuscitam, por que se batizam por eles? " ( I Cor 15,29) 




A VISITA AO SEPULCRO

Visitar o túmulo dos falecidos é uma prática cristã que nos recorda a visita das mulheres ao sepulcro de Jesus para prestar-lhe as honras, que ele não teve antes de ser enterrado na correria das vésperas do sábado, no qual não podiam trabalhar:


E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. 
(Mateus 28,1)


E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol. 
(Marcos 16,2)



É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro
(Lucas 24,22)


E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro. (João 20,1)


Uma passagem do Evangelho de São João narra que os judeus ao verem a irmã de Lázaro correndo para ver Jesus, pensaram que ela corria para ir chorar no túmulo do irmão e deixa claro que esse costume de visitar os túmulos dos parentes é algo absolutamente natural e saudável, pois nos recorda que um dia todos que morreram ressurgirão  (Ezequiel 37, 1-14):


"Vendo, pois, os judeus, que estavam com ela em casa e a consolavam, que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali."
João 11,31




A SEPULTURA É SAGRADA


Para os cristãos, a sepultura é um lugar sagrado, assim como o foi a de Jesus, pois ele é as primícias dos que morreram (1 Coríntios 15,20).

Visitar os túmulos dos mortos e orar por eles ( I Cor 15,29)  é uma prática cristã e bíblica.

 Assim como o profeta Ezequiel foi transportado por Deus para um cemitério para nos lembrar que Deus, um dia,  nos trará de voltar à vida (Ezequiel 37, 1-14), assim também somos chamados a meditar nesse mistério da ressurreição e da nossa passagem desta vida para a outra com Cristo. 

Os mortos não precisam de visita, mas sim os vivos, para que lembrem que um dia também irão para lá.



A DIGNIDADE E O RESPEITO PARA COM OS MORTOS:


A Bíblia nos fala da necessidade de respeitar e zelar pelo túmulo dos mortos e seus corpos.


No Gênesis ( 23,1-2.7-9.19-20), lemos como ao falecer Sara, Abrão busca sepultá-la com toda dignidade.

Quando Abraão morre, ele também é enterrado na mesma caverna da sepultura da Sara, tornando-se a caverna de Macpela como que num mausoléu da família Gênesis (25,7-10).  

Lá, também foi enterrado Jacó Gênesis (49,29-33).


ENTERRAR OS MORTOS É OBRA DE MISERICÓRDIA

A Bíblia afirma que enterrar os mortos é uma obra de misericórdia, como lemos em II Samuel (2,4-5).

Não ter seu corpo sepultado junto com sua família, ou mesmo sem ser enterrado é algo apresentado pela Bíblia como um castigo, como afirma I Reis (13,20-22).


O respeito ao cemitério, aos corpos e túmulos dos mortos, nos é apresentado em II Reis (23,16-19), ao mostrar que Josias respeita o corpo do homem de Deus, o profeta, mas não os corpos dos idólatras, como que castigando-os, queimando seus ossos em profanação ao altar dos deuses estrangeiros.





OS CORPOS DOS SANTOS SÃO SAGRADOS:

A Bíblia nos mostra que os corpos dos Santos (Atos 19,11-12), mesmo depois de mortos, ainda são cheios do poder de Deus, como podemos conferir na passagem de II Reis (13, 20-21).


Jesus menciona o respeito que os judeus tinham aos mortos, fazendo túmulos em memória dos profetas. Apesar de criticar os fariseus por não viverem a Palavra de Deus em verdade e espírito, Jesus não critica a prática de respeito aos mortos ( São Mateus  23,27-31)







Enterrar os corpos dos cristãos com dignidade e respeitar seus túmulos, zelando por eles é uma prática que nos lembra que todos somos outros cristos e merecemos ter um sepulcro, como o Cristo teve (São Mateus 27,57-60).




A IGREJA SEMPRE OROU E RESPEITOU OS DEFUNTOS:

A Igreja sempre teve cuidado com o corpo de seus fiéis e ,muito cedo, os cristãos compreenderam a necessidade de respeitar o túmulo de seus irmãos mais santos.  


Durante as perseguições romanas, eram nos cemitérios (as catacumbas romanas) que se celebravam as Missas, fazendo dos túmulos dos santos, o altar da celebração eucarística.

 E assim como Jó orou por seus familiares para serem purificados de seus pecados (Jó 1,5) e o Apóstolo São João afirma que podemos orar para que Deus perdoe os pecados do próximo (I João 5,15). 
Podemos e devemos orar pelos falecidos.

São Paulo, em outra passagem bíblica, também ora por uma amigo que, segundo o que podemos concluir de sua carta,  já era falecido (II Timóteo 1,16-18; 4,19).

A oração pelos falecidos também é mencionada no Antigo Testamento em II Macabeus 12, 42-46.
Ao orarmos pelos falecidos pedimos que eles sejam livres de suas faltas e compareçam puros e santos diante da face de Deus, pois o Senhor nos disse que há pecados que podem ser perdoados no outro mundo (Mateus 12,32)  e São Paulo nos diz que algumas almas, no dia de seu julgamento (Hebreus 9,27), são salvas passando por um fogo (I Coríntios 3,13-15), que denominamos de Purgatório.

 As flores e as velas são apenas símbolos materiais de nossa oração diante de Deus. 
A Missa, que é o sacrifício de Jesus feito uma só vez, mas renovado em nossos altares ( Lucas 22,19; I Coríntios 10,16), pois ele vive para interceder (Hebreus 7,25) , é a nossa maior e mais importante oração que pode livrar as almas de suas culpas.



A IGREJA TEM AUTORIDADE PARA DECIDIR UM DIA DE ORAÇÃO

A Igreja, que é "a coluna e firmeza da verdade" 1 Timóteo 3,15, recebeu de Cristo autoridade para ligar e desligar ( e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. São Mateus 16,19) e por isso definiu um dia específico para os cristãos católicos orarem e comemorarem os fiéis defuntos.

 Para nós, todos estão vivos em Deus (Lucas 20,38; Romanos 14,8). 

E por eles ofereceremos a Santa Missa, o sacrifício de Cristo, para que livres de suas culpas possam ver a Deus (Deut 32, 51-52).

Vejamos um trecho da Doutrina Católica no Catecismo:



"§1032 1032 Este ensinamento apoia-se também na prática da oração pelos defuntos, da qual já a Sagrada Escritura fala: "Eis por que ele [Judas Macabeu) mandou oferecer esse sacrifício expiatório pelos que haviam morrido, a fim de que fossem absolvidos de seu pecado" (2Mc 12,46). Desde os primeiros tempos a Igreja honrou a memória dos defuntos e ofereceu sufrágios em seu favor, em especial o sacrifício eucarístico, a fim de que, purificados, eles possam chegar à visão beatífica de Deus. A Igreja recomenda também as esmolas, as indulgências e as obras de penitência em favor dos defuntos:

Levemo-lhes socorro e celebremos sua memória. Se os filhos de Jó foram purificados pelo sacrifício de seu pai que deveríamos duvidar de que nossas oferendas em favor dos mortos lhes levem alguma consolação? Não hesitemos em socorrer os que partiram e em oferecer nossas orações por eles.

§1056 Seguindo o exemplo de Cristo, a Igreja adverte os fiéis acerca da "triste e lamentável realidade da morte eterna, denominada também de "inferno".

§1371 O Sacrifício Eucarístico é também oferecido pelos fiéis defuntos "que morreram em Cristo e não estão ainda plenamente purificados", para que possam entrar na luz e na paz de Cristo:

"Enterrai este corpo onde quer que seja! Não tenhais nenhuma preocupação por ele! Tudo o que vos peço é que vos lembreis de mim no altar do Senhor onde quer que estejais."
Santa Mônica

Em seguida, oramos [na anáfora] pelos santos padres e Bispos que faleceram, e em geral por todos os que adormeceram antes de nós acreditando que haverá muito grande benefício para as almas, em favor das quais a súplica é oferecida, enquanto se encontra presente a santa e tão temível vítima. (...) Ao apresentarmos a Deus nossas súplicas pelos que adormeceram, ainda que fossem pecadores, nós (...) apresentamos o Cristo imolado por nossos pecados, tomando propício, para eles e para nós, o Deus amigo dos homens.


§1414 Enquanto sacrifício, a Eucaristia é também oferecida em reparação dos pecados dos vivos e dos defuntos, e para obter de Deus benefícios espirituais ou temporais."













23 comentários:

  1. ao homem esta ordenado morrer uma só vez vindo depois disto o juizo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e São Paulo nos diz que " algumas almas", no dia de seu julgamento (ao homem esta ordenado morrer uma só vez vindo depois disto o juizo...Hebreus 9,27) , são salvas passando por um fogo (I Coríntios 3,13-15), que denominamos de Purgatório.

      Excluir
  2. Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos. Mateus 22:32

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você cita o Evangelho e não compreende? Deus não é Deus dos mortos, ou seja, pra vocês, protestantes "eavngélicos", quem morreu acabou-se, é pó, não se pode rezar a Deus por eles, como se Deus não fosse Onipotente e obedecesse ao nosso tempo cronológico.
      Para nós, católicos, cristãos desde os Apóstolos, da única Igreja fundada por Cristo, que vem desde o início, sabemos que os Santos, como Abrão, Isaque , Jacó, estão vivos em Deus. A morte não tem poder sobre os que são do Senhor (Romanos 8,38-39;II Coríntios 5,9).
      A morte não nos separa do Senhor (Romanos 8,38-39), mas nos une (II Coríntios 5,6-8; I Tessalonicenses 5,10; Filipenses 1,23) , pois vivos ou mortos pertencemos ao Senhor (Romanos 14,8) e procuramos agradá-lo (II Coríntios 5,9).

      Excluir
  3. jo fazia sacrificios qd seus filhos estavm vivos e nao mrotos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jó é um exemplo de que podemos e devemos orar por nossos familiares e São Paulo nos diz que os cristãos se batizavam por seus familiares mortos, mostrando que a oração pelos mortos é antiquíssima na Igreja:

      "Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?"

      1 Coríntios 15:29

      O costume de orar pelos mortos vem desde os primeiros cristaõs e temos cartas dos anos 100- 200 - 300 que afirmam isso.
      É triste ver como vocês se aafastaram da fé dos primeiros cristãos.

      Excluir
  4. Gostei... porem nao creio fielmente em td. Acredito q rezar pelos mortos seja uma forma d tentar ajuda los inconcientemente, porem a salvaçao e reino cm Deus sao outra coisa! ja estao todos salvos aqueles que reconheceram Jesus como seu unico Senhor e Salvador, (salvos do inferno), mas somos humanos, e no ceu nao entrara pecado algum por isso ao tocar da ultima trombeta seremos purificados por nossos ultimos pecados ainda nao confessos a Deus. Mas... nao acredito que orar aos mortos surtira efeito benefico a eles pois Jesus disse: deixem que os mortos orem por seus mortos. Ou seja, o que fazemos em vida sera determinante para onde iremos. E morte por morte nada mais eh q um sono sem sonhos, nao acredito que estaremos em sofrimento na morte, mas sim estaremos esperando a volta de Jesus para dai sim nos prepararmos para a gloria junto a Deus. Mas eh claro que eh benefico a nos mesmos orarmos, seja aos vivos ou aos mortos, pois Deus se alegra em saber a sinceridade em nossos coraçoes, e sabe que por mais que seja inutil orar aos mortos, fazemos isso com amor, com fe, e com esperança de que Deus nos ouça, mas nossas oraçoes nao traram efeito algum para aqueles que nao moreram em Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tayane Ribeiro
      1- Reconhecer Jesus como seu único Senhor e Salvador por si só não garante a salvação, não no jeito colocado pelos protestantes. Somos salvos pela fé, mas a fé que se manifesta em obras. Nem todo o que diz Senhor, Senhor, será salvo, diz a Bíblia em diversas passagens (Rm 1,7; Ef 1,4; Ef 4,12; 1 Tes 3,13; Mt 7,21), pois a fé sem as obras é inútil (Mt 7,21;Tg 2,17.24.26).
      2- Não sei em que passagem biblica você baseia essa sua doutrina de que " ao tocar da ultima trombeta seremos purificados por nossos ultimos pecados ainda nao confessos a Deus". Não conheço passagem bíblica que afirme isso.
      Pelo o contrário, a Bíblia afirma que recebemos a paga do bem ou do mal de nossos atos assim que morremos ( Heb 9,27; I Cor 5,10; Rom 2,6; Gal 5,7-10; Ef 6,8; Col 3,25; Heb 6,8), ou seja uns irão para o inferno e outros que não fizeram pecados tão grandes assim, deverão pagar de alguma forma Luc 12,47-48., o que chamamos de Purgatório, deverão passar pelo fogo (I Cor 3,15). O pecado é uma mancha Mac 7,15.20 e exige purificação 2 Sam 12,13-14, neste mundo ou no vindouro Mt 12, 32. Mas há pecado que não nos levam para o inferno (1Jo 5,16-17), porém devemos expiá-los em vida ou após a morte ( 2 Sam 12,13-14; Mt 12, 32).
      No último dia, do juízo final o purgatório não será mais necessário e aí sim teremos essa purificação que você fala.
      3- Jesus não disse "deixem que os mortos "orem" por seus mortos" ele disse que enterrem seus mortos, e o contexto fala não de mortos literalmente, mas de pessoas que ainda vivas não aceitaram o Evangelho (vivem, mas são mortos espiritualmente) .
      4- A morte não é um sono sem sonhos. As almas dos mortos estão em Deus, louvam, são conscientes, oram, interedem, clamam ( Lucas 9,30;16,19-31; Hebreus 11,4; Apocalipse 4,4;6,9-11; 7,13-15). Veja que São Paulo diz que Abel mesmo depois de morto ainda fala (Henreus 11,4), e que gostaria de morrer para estar com Cristo (Filipenses 1,23) ou que vivos ou mortos buscamos agradar a Deus (II Coríntios 5,1-10 fala sobre a morte e que ficamos conscientes após a morte)
      5- Para Deus o tempo não existe. Sua oração hoje Deus pode ouvir e usar em beneficio da pessoa que morreu, só deus sabe o que se passou na mente dessa pessoa nos últimos momentos de vida, se ela se arrependeu de seus erros,etc.
      Os protestantes exageram e restringem a misericórida de Deus a um tempo humano limitado, como se Deus pensasse como nós pensamos.
      6- São Paulo afirma que os cristãos se batizavam por seus mortos na intenção de salvá-los (I Coríntios 15,29), essa é uma das bases que mostram que a oração pelos mortos é antiga na Igreja. Se nossas orações podem dar a salvação ao nosso próximo em vida (Filipenses 1,19; 1 jo 5,16-17 ), porque não poderiam dar alívio a elas caso estejam no Purgatório? Pois não podemos salvar ninguém do inferno, mas podemos ajudar a libertá-las dos pecados no Purgatório, que é o mesmo que o cárcere descrito por São Pedro (I Ped 3,18-19).
      Essa intercessão (I Tim 2,1; ICor 13,5) é possível, pois todos formamos um só corpo, que é a Igreja, quer vivos ou mortos (Rm 14,8; Gl3,27-28) e tudo o que fazemos de bom redunda em benefício de todos (ICor 12,26-27).

      Excluir
  5. DEUS PROIBE PROSSIÇOES CLARAMENTE IS 45X20,,A SERPENTE DE METAL Q MOISES FEZ,..O REI EZEQUIAS DESTRUI A SERPEMTE DE METAL(AGRADOU A DEUS) PQ AS PESSOAS ESTAVAM ACENDENDO INCENSSO(VELAS ATUAIS) 2 RS 18X1...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vando Valber, se a procissão é pecado por que vocês imitam os católicos fazendo "marchas pra Jesus"?

      A citação de Isaías 45,20 se refere aos ídolos (imagens de deuses) e não às imagens dos Santos:

      nada sabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, e rogam A UM DEUS que não pode salvar.

      Agora, você leu Josué fazendo uma procissão com a Arca que tinha duas imagens de Anjos na tampa?

      -Josué, filho de Nun, convocou os sacerdotes e disse-lhes: Levai a arca da aliança, e sete sacerdotes estejam diante dela tocando as trombetas.

      7...Dai volta à cidade, marchando os guerreiros diante da arca do Senhor....8 puseram-se em marcha diante do Senhor, tocando os seus instrumentos; e a arca da aliança do Senhor os seguiu. 9.Marcharam os guerreiros diante dos sacerdotes...e à retaguarda seguia a arca; e durante toda a marcha ouvia-se o retinir das trombetas. (Josué 6)

      Você leu o livro de Neemias? "...e ordenei dois grandes coros em procissão, um à mão direita sobre o muro do lado da porta do monturo.(NEEMIAS 12,31)

      É bom ler e interpretar melhor viu. O povo fazia procissões levando imagens de Anjos em cima da Arca.

      Você disse bem: A SERPENTE DE METAL Q MOISES FEZ,..O REI EZEQUIAS DESTRUI A SERPEMTE DE METAL(AGRADOU A DEUS).... Agora explique por que.
      Vou lhe explicar:
      Deus mandou fazer a Serepente para o povo orar ao Senhor diante dela numa demonstração de fé, olhando para a sua estátua.
      Logo, NÃO É PROIBIDO FAZER IMAGENS E ORAR DIANTE DELAS.
      Com o tempo, a imagem da Serpente perdeu seu sentido e o povo viu nela uma deusa, logo, essa imagem passou a ser um ídolo (imagem de um deus falso) NÃO A IMAGEM DE UM SERVO, COMO OS ANJOS OU SANTOS OU UM SÍMBOLO DO PODER DE DEUS COMO A CRUZ. Por isso, a imagem da serpente foi destruída, porque tinha perdido seu significado de poder de Deus para ser uma deusa.
      Você é bem ignorante da fé cristã. Ainda hoje usamos incenso nas missas solenes, assim como se usava incenso noTemplo(Lev 2,1) (Lev 16,12) e se ofereceu incenso a Jesus (Mt 2,11) ou João viu os Anjos oferecendo incenso, símbolo da oração dos Santos.(Apo 8, 3-5)
      As velas representam a luz de Cristo, a luz que os Santos foram na terra (Mt 25,1) (Lc 12,35), pois por suas obras glorificamos ao Pai (Mt 5,16) e sempre foram usadas na Bíblia.(Lev 24, 1-4); (Ex 25, 31.37)(Apo 2,1)(Apo 1, 12-13)
      VAMOS ESTUDAR MAIS NÉ? COM A IGREJA CATÓLICA VOCÊ APRENDE MAIS, VIU!

      Excluir
  6. A marcha e passeata eh uma especie de procissão.
    Sou cristão luterano e temos imagens de Jesus em vitrais, pinturas, quadros, esculturas, crucifixos. Ajuda na contemplação. Veja luteranos beneditinos e luteranos franciscanos.
    Abraço
    Jorge

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Jorge. Devemos buscar o que nos une e não o que nos separa, mas há alguns que insistem em perseguir e não aceitar o modo de crer do outro. Que o diálogo entre as igrejas possa progredir e nos ajudar a fazer do Cristianismo um exemplo de união e não de desavenças.

      Excluir
  7. Desculpem , mas nenhuma explicação dada aqui justifica toda essa movimentação do povo em cemitérios!! Nenhum livros, capítulo ou versículo informado fala disso!!! Precisam exemplificar corretamente tais assunto, não fazemos com essa irresponsabilidade como aqui esta feito!!! Li e reli todos , e não vi nem uma relação com o assunto!! Isso é jogar pérolas aos porcos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mauro Vidal, seu erro é achar que tudo está escrito na Bíblia.
      Uma atitude bíblica, tem base na Bíblia e isso não quer dizer que virá escrito literalmente.

      Vem escrito para pastor usar paletó e gravata? Vem escrito para dar gritos de aleluia, pular e dançar num culto? Vem escrito que só a Biblia é a doutrina e de que basta ler ela e será salvo? Vem escrito que precisa comprar cd de cantor gospel? Vem escrito que qualquer um pode fundar uma igreja nova? Prove. Onde?

      A Igreja Católica foi a única Igreja deixada por Cristo (Mat 16,18-19), tem autoridade para decidir sobre doutrina (Mat 18,17), assim como teve autoridade para fazer a Bíblia.

      Antes da Bíblia Cristã, veio a Igreja Católica que decidiu quais seriam os livros do Novo Testamento, que a Bíblia seria composta do Novo e Antigo Testamento, que dividiu ela em capítulos e versículos, deu o nome de Bíblia, etc.

      1- Nenhum livro, capítulo ou versículo fala disso?
      O texto acima é claro: Nós, católicos, baseados na fé da ressurreição, damos testemunho dessa esperança, indo aos cemitérios, assim como o Profeta Ezequiel esteve num para contemplar esse mistério(Ezequiel 31,1).

      Você quer que venha escrito na Bíblia: "vá ao cemitério!" Mas nem tudo foi escrito, e a própria Bíblia diz isso (II Tes 2,15;Jo 20,30s; II Tim3,8). A Doutrina deve ser guardada e a Igreja é a Coluna da Verdade (I Tim 3,15), não a Bíblia, que sozinha não pode ser interpretada pessoalmente (II Ped 1,20.), como você faz.
      A Bíblia nos manda guardar a Doutrina e só uma Igreja a recebeu, a Católica (Tito 2:1; Tito 1:9; 1 Timóteo 6:3).

      E os cristãos desde os primeiros séculos visitavam cemitérios para orar por seus mártires. Já estudou história? A Igreja nasceu nas catacumbas, cemitérios romanos.

      1 - Essa movimentação toda em cemitérios é sinal de que nós cremos na Ressurreição dos Mortos, por isso cuidamos de seus túmulos, levamos flores, em sinal de respeito e amor e oramos para que estejam junto de Deus, como os cristãos oravam por seus mortos, como nos diz São Paulo( I Cor 15,29) .

      2- Irresponsável é ler a Bíblia como se ela fosse um manual de doutrina. A responsável de interpretar a Bíblia é a Igreja, a coluna da Verdade. São Pedro condena seu modo de interpretar a Biblia (II Ped 1,20;2 Pedro 3:15-17)
      Aprenda a estudar a Bíblia direito e estude com a Igreja que a fez, não com invenções de pastores.

      Excluir
  8. Explicar coisas para protestante cansa, adorei sua explicação acho k esse blogue e para os católicos ne.

    ResponderExcluir
  9. Nada disso aí é bíblico, vocês ensina a palavra de Deus errada,além disso vocês são adoradores de imagens,Apocalypse cap.22 versão.15.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1 - Você sabe o que é bíblico? A Igreja que fez a Bíblia não sabe interpretar e você sabe? O texto aqui escrito segue os ensinamentos da única Igreja que fez a Bíblia, logo a única que pode falar o que é bíblico.

      2 - É Bíblico andar com a Bíblia embaixo do braço? É bíblico usar paletó e gravata? É bíblico pedir 10% do salário? Tem escrito "10% do salário"? É bíblico? É bíblico dar berros e gritos histéricos durante o culto? É bíblico usar estrela de Davi, bandeira de Israel, rosas ungidas, o nome das milhões de igrejas, o nome "evangélico" no lugar de cristão?
      É bíblico bandas de rock num culto? É bíblico ser fã de cantor gospel? É bíblico vender e comprar cd gospel? É bíblico ficar correndo atrás de pastor "ungido"?

      3- Acho que vocês protestantes tem um monte de coisa que NÃO É BÍBLICA.

      4- Eu adoro imagem? Eu não sabia disso. Você está em minha mente e em meu coração? Você sabe o que eu penso?
      Nós, católicos, pensamos que adoramos a Deus, a quem não vemos. Você pode dizer que adoramos imagens, se quem adora somos nós? E sabemos e dizemos e testemunhamos que adoramos a Deus, adoração expressa em toda Missa quando nos ajoelhamos em adoração a Jesus no pão e no vinho.

      5 - Apocalipse (22, 15) serve para você também:
      " Mas, ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira."

      6 - Idolatria do dinheiro em suas igrejas você têm de sobra, vão para as igrejas querendo que Deus dê prosperidade e saúde, como se Deus fizesse negócios. Isso é idolatria. ADORADORES DO DINHEIRO:


      Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou AVARENTO, O QUAL É IDÓLATRA tem herança no reino de Cristo e de Deus.
      Efésios 5:5

      Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e AVAREZA, QUE É IDOLATRIA;
      Colossenses 3:5


      "tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão."
      Mateus 7:5

      Alguns fanáticos protestantes, como você, são orgulhosos, se acham mais santos que os outros e usam versículos isolados da Bíblia para querer criticar.
      Saiba que a Bíblia é para ser vivida. Quer ser exemplo? Faça com as obras. A Bíblia serve para todos, você não é mais santo que os católicos, nem ninguém. Aprenda a lê-la para se converter todos os dias, pois conversão é mudar o coração e não de religião.

      Excluir
  10. Alguns irmãos protestantes são muito iguinorantes, infelizmente interpretam a biblia de forma errada e acham que são donos da verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o pior é que se acham donos da verdade, o que é contraditório, pois quem prega a livre interpretação da B[iblia são eles. Logo, eles deveriam aceitar qualquer interpretação diferente deles, ja que qualquer um pode ler e interpretar a Bíblia na opinião deles.

      Excluir
    2. Não todos os protestantes, claro. Há muita gente aberta ao diálogo também entre eles.

      Excluir
  11. Tu sabe me informar alguma coisa sobre as orações rezadas nos cemitérios, que chamamos de visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca ouvi falar. Vou procurar saber. Há devoções populares que acontecem numa região e não em outra e que não dependem da Igreja Oficial. Creio que seja uma devoção popular. Vou me informar. Quem souber de algo deixe comentário.

      Excluir