terça-feira, 9 de outubro de 2012

APENAS LEVE UM TERÇO COM VOÇÊ E DEUS LHE PROTEGE









Há muitas histórias de pessoas que carregam o terço consigo para se proteger. Muitos nem o rezam (mas deveriam).

 Porém o simples fato de ter um terço na mão, levando-o com devoção,  já é sinal da garantia da intercessão da Virgem Mãe e da proteção de nosso Deus e Senhor.

O terço é um símbolo de fé. Ele nos convida a rezar, ainda que não façamos, às vezes, como se deve.  

Tê-lo nas mãos significa dizer ao mundo, a si mesmo e ao maligno que voçê é de Deus e Maria, pois "o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus" (Apo 12,17).

Existem os que usam por pura moda, para esses também acredito que Deus tem seus meios de tocar-lhes o coração e fazer com que uma moda possa lhes conduzir à espiritualização.

Coloco aqui algumas histórias que lembro do uso do terço sem nem sequer rezá-lo, mas também aí fica a recomendação da necessidade de recitá-lo para alcançar as graças celestes.








REI SE CONVERTE DEPOIS DE EXPERIÊNCIA PÓS-MORTE

  O Rei Afonso, de Leão e Galícia, desejando que todos os criados louvassem a Ssma. Virgem Maria com esta devoção, usava ostensivamente o Rosário, porém ele mesmo não rezava. No entanto, todos os súditos rezavam. Caindo em grave enfermidade, e quando todos o acreditavam morto, foi transportado em espírito ao terrível tribunal de Cristo. Viu ali todos os demônios, que o acusavam de seus crimes e pecados. 
Quando já pensava estar condenado, apareceu a Ssma. Virgem Maria em seu favor. 

Trouxeram então uma balança, onde de um lado foi colocado todo o peso de seus pecados.

No entanto Nossa Senhora colocou no outro lado o enorme rosário que ele carregava na cintura, e este pesava bem mais do que os pecados.

Nossa Senhora disse-lhe então: “Obtive isto de meu bom Filho. Como recompensa pelo pequeno serviço que fizeste, carregando na cintura o Rosário, a tua vida será por alguns anos prolongada. Emprega-os bem e faze penitências”.

O rei, voltando a si, disse: “Oh! Bendito o Rosário, que me livrou das penas eternas”. Passou o resto da vida com grande devoção ao Rosário, rezando-o todos os dias.





 OS VIDENTES DE FÁTIMA E LOURDES SEMPRE ANDAVAM COM O TERÇO, ANTES DAS APARIÇÕES:


O TERÇO NA APARIÇÃO DE LOURDES:
 
Apareceu uma "luz suave" que iluminou profusamente todo aquele lugar sombrio e no meio dela, surge uma SENHORA maravilhosa, aparentando a  idade de 16 a 18 anos, estava de pé, vestida de branco; o véu que cobria a cabeça descia até os pés; em redor da cintura tinha uma estreita faixa azul; no braço direito levava um terço; mantinha as mãos juntas e, nos pés, via-se duas rosas douradas.
Abre os braços num gesto de acolhimento, como quem convida à aproximar-se. Ela fica espantada. É como se tivesse medo, "não para fugir explica melhor, mas pela emoção do inusitado e adorável encontro". Esfregou os olhos diversas vezes, para inteirar-se que não era um sonho e que realmente estava diante de uma visão encantadora, que lhe sorria afetuosamente.
Então conta, Bernadette: 


 
- "Coloquei a mão no bolso e encontrei o terço. Queria fazer o Sinal da Cruz, mas não pude levar a mão até a cabeça. A mão caiu-me. 0 espanto apossou-se de mim mais fortemente, a minha mão tremia. 
A visão fez o Sinal da Cruz. Então tentei a segunda vez. E então pude. Logo que fiz o Sinal da Cruz, a grande comoção que sentia desapareceu. Pus-me de joelhos e rezei o terço na presença dessa linda Senhora. A Visão fazia passar as contas do Seu Terço com os dedos, mas não mexia os lábios. Quando acabei o terço, ELA fez um sinal para aproximar-me. Mas não ousei. Então desapareceu de repente".



APARIÇÃO DE FÁTIMA




Nas aparições de Fátima, conta-se que os 3 pastorinhos costumavam usar o terço em seus bolsos e o rezavam repidamente brincando.  

Quando viram Nossa Senhora viram que ela mesma usava um terço, como nos diz Lúcia:


"O vestido da Senhora era de uma alvura puríssima de neve, assim como o manto, orlado de ouro que lhe cobria a cabeça e a maior parte do corpo.
O rosto, de uma riqueza de linhas irrepreensíveis e que tinha um não sei que de sobrenatural e divino, apresentava-se sereno e grave e como que toldado de uma leve sombra de tristeza.
Das mãos, juntas à altura do peito, pendia-lhe rematado por uma cruz de ouro, um lindo rosário, cujas contas brancas brancas de arminho, pareciam pérolas."
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Usar um terço no bolso, na bolsa, no carro, nos traz proteção e paz, pois assim como a serpente de bronze no deserto (Num 21 8-9), nossos símbolos cristãos nos ajudam a elevar a mente a Deus. 
 
Basta olhar para o terço que levamos ou uma medalha da Virgem Maria e já estamos pensando, pedindo ou invocando a proteção. Não é preciso dizer nada, basta olhar e já sentimos que Deus está conosco, pois diz a escritura:

"tendo uma serpente mordido a alguém, quando esse olhava para a serpente de bronze, vivia." (Num 21,9)






Nenhum comentário:

Postar um comentário