sábado, 19 de maio de 2012

A VIRGEM MARIA É A ARCA DA ALIANÇA ( DA NOVA ALIANÇA) NOSSO PODER - PASSAGENS BÍBLICAS










Depois de refletir sobre o título Estrela da Manhã, pensei em pesquisar sobre o de Arca da Aliança, que rezamos também na ladainha de Nossa Senhora.

A  interpretação de Maria como Arca da Aliança é conhecida  desde o Concilio de Éfeso, em 446 ( Proclus of  Constantinople, 446).



Na figura acima, vemos a Arca da Aliança com a Virgem Maria que com a mão aponta para seu ventre, verdadeira Arca de Deus. 

Abaixo, na figura,  os israelitas marcham levando a Arca da Aliança. 









Maria é a Arca da Aliança, da Nova Aliança, pois assim com a Arca guardava as tábuas da lei (Heb 9,4), Maria guardou Cristo , a nova lei;











 assim como a Arca guardou o Maná , o pão descido do céu (Heb 9,4), Maria Guardou Jesus em seu ventre, o Pão  que dá a vida eterna.

A vara de Aarão , o sinal do escolhido por Deus, também estava na Arca (Heb 9,4).

  Jesus, o escolhido, o Messias, também ficou nove meses no seio de Maria.

Eis um trecho da Carta de São Paulo aos Hebreus que fala sobre a Arca:







Aí estava o altar de ouro para os perfumes, e a Arca da Aliança coberta de ouro por todos os lados; dentro dela, a urna de ouro contendo o maná, a vara de Aarão que floresceu e as tábuas da aliança; (Hebreus 9,4











Na figura acima, vemos a Arca ladeada pelos querubins e ao centro a Virgem Maria , que carrega em seu seio a Hóstia Sagrada, Jesus , Pão Vivo descido do céu. 

A Virgem está como na descrição do Apocalipse (12), coroada de doze estrelas, vestida de sol ( a cor dourada) e a lua aos pés.






Diz ainda que a Arca era coberta de ouro (Hb 9,4) , Maria também foi coberta pela graça , para ser plena em virtudes (Lc 1, 28) sendo livre do pecado pelos méritos antecipados de seu Filho para poder gerá-lo sem pecado, pois a Bíblia diz:
 

"Quem do imundo tirará o puro? ninguém (Jó 14,4) 

  “Que é o homem para que seja puro? E o que nasce de mulher, para que fique justo?” (Jó 15:14).

 “Como, pois, seria justo o homem perante Deus, e como seria puro aquele que nasce de mulher?” ( 25:4)

E Deus não pode conviver com o pecado:


Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo?
4 Aquele que é limpo de mãos e puro de coração;(...)
5 Este receberá do Senhor uma bênção, e a justiça do Deus da sua salvação. (Sl 23, 3-5)

1 Quem, Senhor, habitará na tua tenda? quem morará no teu santo monte?
2 Aquele que anda irrepreensivelmente (...) ( Sl 14, 1-2)



É impossível não se alegrar com Maria, a Virgem Arca Santa, por isso a Igreja a tem em tão alta veneração.

Os judeus também veneravam a Arca da Aliança, assim como veneramos a Virgem Maria.

Para os Judeus a Arca era o sinal de Deus na terra, para nós, cristãos católicos , a Virgem Maria é o sinal de Deus e o símbolo de nossa vitória.














Assim como os judeus oravam ao Senhor por meio da Arca e pediam que Deus manifestasse seu poder através dela, assim oramos à Virgem Maria para que por sua intercessão Deus nos dê força e vitória. 







Eis um trecho:


Senhor, Deus, vinde, pois, habitar nesta moradia, vós e a arca onde reside vosso poder. Senhor Deus, que vossos sacerdotes estejam revestidos de força salutar e que vossos devotos desfrutem de sua felicidade! (II Crônicas 6,41)

 Em Maria, Deus fez residir o seu poder através de seu Único Filho.
O poder de Maria não está nela mesma, assim como a Arca em si era só madeira e ouro, mas o poder de Maria, assim como a Arca, está naquele que ela carrega , carregou, e sempre carregará, pois mesmo depois que a Arca tivesse se perdido seu poder continuou ,como vemos na visão de São João no Apocalipse:













Abriu-se o templo de Deus no céu e apareceu, no seu templo, a arca do seu testamento. Houve relâmpagos, vozes, trovões, terremotos e forte saraiva. (Apocalipse 11,19)











Por isso, devemos nos alegrar e louvar a Deus, por meio de Maria, a Arca da Nova Aliança, assim como os israelitas, diante de uma urna de madeira, nós, diante da Mãe do Senhor:

Todo o Israel, ao fazer subir a arca da aliança do Senhor, soltava brados de júbilo, ressoando trombetas, trompas e címbalos, retinindo cítaras e harpas. (I Crônicas 15,28)


Com a Mãe do Senhor a nossa frente, não devemos ter medo de nada, pois Ela é todo o Poder de Deus em nosso meio, assim como a Arca :














Quando a arca se levantava, Moisés dizia: “Levantai-vos, Senhor, e sejam dispersos os vossos inimigos! Fujam de vossa face os que vos aborrecem!” (Números 10,35)









Assim como  a Arca era usada nas guerras dos israelitas para alcançar a vitória, nós, cristãos, devemos buscar o auxílio da Arca Santa, Maria, e nossos inimigos fugirão diante de nós.

Por isso, devemos invocá-la e se ajoelhar diante de Maria.

Ajoelhar-se não significa adorar Maria, pois é um sinal de respeito e no caso de Maria é sinal de respeito por ser ela a Arca por excelência de Deus.





















Moisés e os israelitas também se ajoelhavam diante da Arca , mas eles não a adoravam, adoravam a Deus que se fazia presente nela.

Assim, quando nos ajoelhamos diante de uma imagem de Maria, veneramos sua pessoa, assim como os israelitas veneravam a Arca, e adoramos a Deus que se faz presente nela.












Diz a Bíblia que Moisés ouvia a voz de Deus de cima da Arca e falava com o Senhor diante dela, claro de joelhos.

Assim, também , ouvimos Deus quando oramos a Maria e Deus fala conosco através dela:








Quando Moisés entrava na tenda de reunião para falar com o Senhor, ouvia a voz que lhe falava de cima do propiciatório colocado sobre a arca do testemunho, entre os dois querubins. E falava com o Senhor. (Números 7,89)










Alguns outros paralelos que podemos fazer entre Maria e a Arca:

Assim como Davi diante da Arca , Isabel diante de Maria também ficou admirada, mostrando que Maria é a Arca de Deus:






"Naquele dia, Davi teve medo do Senhor, e disse: Como entrará a arca do Senhor em minha casa? "(II Samuel 6,9)

 ou ainda:

Nesse dia, Davi teve medo de Deus: Como, disse ele, faria eu entrar a arca de Deus em minha casa? (I Crônicas 13,12)


Isabel disse:
 Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? ( Lc 1,43)

 Do mesmo modo que a Arca ficou três meses na casa de Obed lhe abençoando, Maria ficou três meses na casa de Isabel até que foi abençoada com o nascimento de São João Batista:



Eis o trecho:

A Arca de Deus ficou durante três meses com a família de Obededom, na sua casa; e o Senhor abençoou a família de Obededom com tudo o que lhe pertencia. (I Crônicas 13,14)

E ainda:

Ficou a Arca do Senhor três meses na casa de Obed-Edom de Get, e o Senhor abençoou-o com toda a sua família. (II Samuel 6,11)

No Evangelho de São Lucas lemos:
 Maria ficou com Isabel cerca de três meses. Depois voltou para casa. Completando-se para Isabel o tempo de dar à luz, teve um filho. ( Lucas 1, 56-57)






A Virgem Maria é a Arca da Nova Aliança pois,   "O Espírito Santo desceu sobre ela, e a força do Altíssimo a envolveu com a sua sombra. Por isso o ente santo que nasceu dela foi chamado Filho de Deus." ( Lucas 1,35) 
A descrição de que Maria foi coberta com a sombra e o poder de Deus é a mesma e única descrição encontrada na passagem sobre a Arca que lemos em:
 Então a nuvem cobriu a tenda de reunião e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. (Êxodo 40,34)

E era impossível a Moisés entrar na tenda de reunião, porque a nuvem pairava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo. (Êxodo 40,35

Era no tabernáculo que se achava a Arca , como lemos em:


Introduziu a arca no tabernáculo; e, tendo pendurado o véu de separação, cobriu com ele a arca da aliança, como o Senhor tinha ordenado a Moisés. (Êxodo 40,21)











É impossível negar a grandiosidade e o poder de Maria, como lemos no Apocalipse: 

"Abriu-se o templo de Deus no céu e apareceu, no seu templo, a arca do seu testamento. Houve relâmpagos, vozes, trovões, terremotos e forte saraiva.

Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas."
(Apocalipse 11, 19 ; 12,1 )
























20 comentários:

  1. MUITO OBRIGADO POR POSTAR TAMANHA SABEDORIA EM COMPARAR MARIA E A ARCA DA ALIANÇA, POIS SEMPRE FALO A TODOS QUE MARIA É A ARCA DA ALIANÇA. FAÇO UM COMPARATIVO COM VALORES, SENDO O QUE VALE MAIS:
    - UMA ARCA EM OURO COM O PÃO DO CÉU, OU
    - UMA ARCA HUMANA PERFEITA QUE TRAZ O PRÓPRIO DEUS DENTRO DE SI?

    MARIA A HUMANA PERFEITA, SOMENTE ELA PARA NOS LEVAR AOS BRAÇOS DO PAI, E COMO O PAI É INFINITAMENTE PODEROSO, NÃO PODERIA GUERREAR COM O inimigo, ASSIM NOSSA MÃE, A HUMANA PERFEITA FOI A ESCOLHIDA PARA ESMAGAR-LHE A CABEÇA, PERFEITO DEUS, QUEM COMO DEUS.

    OBRIGADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADO PELO COMENTÁRIO.

      REALMENTE, O PAI É INFINITAMENTE PODEROSO E PODERIA DESTRUIR O INIMIGO SEM NOSSA AJUDA HUMANA.

      MAS ELE QUIS A AJUDA DE MARIA EM SEU PLANO DE SALVAÇÃO, FAZENDO-A MÃE E EDUCADORA DE SEU FILHO, QUE É O PRÓPRIO DEUS COM O PAI E O ESPÍRITO SANTO.

      ADORADA E LOUVADA SEJA A TRINDADE SANTA.

      E AMADA E VENERADA SEJA MARIA, A MÃE DE JESUS, NOSSO SENHOR E DEUS, ASSIM , A MÃE DE DEUS.


      Excluir
  2. Apenas lembrando que a construção da arca foi determinada por Deus e era única. Não existe outras arcas por aí veneradas pelos judeus, já imagens e suas criações foram proibidas por Deus e mesmo prostrar - se diante delas foi veemente proibida! Uma determinação direta de Deus pode ser contestada?
    WILSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Arca foi determinada por Deus como figura das realidades superiores reveladas pela Nova Alianca Heb 8,13; 9,9-11. Maria foi a Nova Arca dessa Nova Alianca na plenitude dos tempos Luc 1,35; Gal 4,4.

      As imagens nao foram proibidas por Deus. Deus ordenou que se fizessem imagens Ex 25,18-22; Num 21,8-9. A Biblia relata que o Templo de Jerusalem era cheio de imagens e figuras de anjos, flores, animais 1 Re 6,23-28.35. Os israelitas quando se ajoelhavam diante da Arca para rezar se ajoellhavam diante das imagens dos anjos que pairavam sobre ela Heb 9,5, como tambem oraram diante da imagem da serpente de bronze Num 21,9. Deus mandou algo e depois ese contradisse? Nao. Deus proibiu imagens de deuses ( os idolos) e ordenou que se fizessem imagens ( representacoes e simbolos para nos ajudar a rezar e reconhecer espacos sagrados).

      Excluir
  3. Maria ressuscitou? E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
    Mt 28.18
    Doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos.
    At 4.2
    Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
    I Co 15.3,4
    Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.
    I Tm 2.5
    E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
    At 4.12
    Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
    II Pe 1.20,21

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Não há motivo para não se crer na Assunção de Maria, visto que muitos homens na Bíblia também foram elevados ao céu:

      como Moisés, apesar de morto (Jd 1,9);
      Henoc que "pela fé, foi levado, a fim de escapar à morte e não foi mais encontrado, porque Deus o levara (...)" (Hebreus, 11,5);
      Elias que subiu num carro de fogo, e foi arrebatado por Deus, em corpo e alma. (II Reis, II, 1-11).

      São Paulo nos afirma que "Cristo ressucitou dentre os mortos como primícias dos que morreram" ( I Cor 15,20) e que "assim como em Adão todos morreram, assim em Cristo , todos reviverão, cada qual porém em sua ordem; como primícias Cristo e, em seguida, os que forem de Cristo, na ocasião de sua vinda "(ICor 15,22-23).

      São Paulo afirma que cada um ressurgirá "cada qual porém em sua ordem" (I Cor 15,23), dando a entender que uns podem ressurgir primeiro que outros.

      E ainda diz mais: "Eis que vos revelo um mistério: nem todos morreremos, mas todos seremos transformados" ( I Cor 15,51).

      Assim, não há porque não crer na Assunção de Maria, visto que nem " todos morreremos, mas todos seremos transformados" ( I Cor 15,51).

      A única definição da Igreja é que Maria:

      "terminado o curso da vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à glória celestial".

      Nada mais justo para com aquela que foi a Mãe do Nosso Senhor ( Lc1,43),e Nosso Deus ( Jo 1,1;14).

      Ela que foi preservada da culpa de Adão ( Lc 1,28) pelos méritos da paixão de seu Filho e em virtude do mistério de sua encarnação (Lc 1,35).

      Ela que é a Arca da nova Aliança (Apoc 11,19), (Hb 9,4) , já que teve em seu ventre o Verbo (Jo 1, 1), a Palavra de Deus, e o Maná, o Pão vivo (Jo 6,35), Jesus, descido do céu (Jo 6,38), o Templo perfeito da Trindade (Lc1,35).

      Há uma diferença entre Ascenção de Jesus e Assunção de Maria.

      Ascensão significa voltar para o alto, Jesus que desceu do céu retorna ao Pai, é o próprio Deus que volta de onde saiu.

      Assunção significa ser elevada, Maria foi elevada ao céu.
      Ela é humana, não divina. É o primeiro ser humano, renovado por Cristo a entrar no céu de corpo e alma, não uma deusa.

      Ela nasceu na terra e pela graça divina foi elevada ao céu, pois para nós, católicos , é lógico que Deus não permitiria que aquela que deu sua carne e sangue caísse em corrupção.

      Se fomos remidos pelo sangue de Jesus e ele herdou esse sangue de Maria, já que ele era Deus e assumiu a carne e o sangue dela, era nescessário que ela fosse pura, livre de pecado, sendo assim, também não poderia padecer nas mãos da morte, como Ele não padeceu.

      É por causa de Cristo que Maria é venerada, e não o contrário.

      Como sustentar que Jesus é Deus, e nos salvou com seu sangue, se ele porventura se encarnasse no seio de uma mulher manchada pela culpa de Adão e herdasse o sangue do pecado?

      Nós seguimos as tradições deixadas pelos Apóstolos (2 Tessalonicenses 2,14; 2Timóteo 2,2; 2 João 1,12;) , pois pertencemos à única Igreja existente desde os primeiros séculos, desde os Apóstolos.

      Você quem segue invenções de homens, seitas que criam cada um sua interpretação particular, o que é condenado pela Bíblia (II Pedro 1,20-21)







































      Excluir
  4. Mostre-me:
    Qual Judeu orou ou rezou para a arca da aliança? Nenhum né,pois bem,por que? Porque rezar ou orar para um objeto ou morto é idolatria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mostre-me onde eu disse isso!
      O que está escrito é :
      "Moisés e os israelitas também se ajoelhavam diante da Arca , mas eles não a adoravam, adoravam a Deus que se fazia presente nela."

      LEIA A BIBLIA:

      "Josué rasgou suas vestes e prostrou-se com a face por terra até a tarde diante da arca do Senhor (VENERAÇÃO DE OBJETO OU IMAGEM), tanto ele como os anciãos de Israel, e cobriram de pó as suas cabeças." (Josué 7, 6)

      Venerar é respeitar não é adorar.
      IDOLATRIA É ADORAR OUTROS DEUSES, COMO O DINHEIRO E A RIQUEZA (COLOSSENSES 3,5) E VOCÊS FAZEM ISSO MUITO BEM. E não vejo preocupação dos "evangélicos" com esse tipo de idolatria.

      Rezar é conversar. Posso rezar a qualquer Santo, pois pedir oração de intercessão aos Santos e Justos é uma prática antiga na Bíblia (Gênesis 20,7. 16-18;Isaías 37,1-5;Jó 42,8;1 Samuel 7,5,8-9, etc)

      Para nós cristãos católicos, da única Igreja fundada por Jesus desde o início dos Apóstolos, nossos Santos não estão mortos, pois Jesus mesmo disse e a Bíblia afirma isso, eles estão VIVOS EM DEUS ( Lucas 20,38; Filipenses 1,23). , podem orar, louvar, interceder e nos ouvir (Hebreus 11,3-4;Hebreus 12,1;Apocalipse 5,7-8;Apocalipse 6,8-10;

      A morte não tem poder sobre os que são do Senhor (Romanos 8,38-39;II Coríntios 5,9).
      A morte não nos separa do Senhor (Romanos 8,38-39), mas nos une (II Coríntios 5,6-8; I Tessalonicenses 5,10; Filipenses 1,23) , pois vivos ou mortos pertencemos ao Senhor (Romanos 14,8) e procuramos agradá-lo (II Coríntios 5,9).

      A intercessõ dos Santos é eficaz (Filipenses 1,19; Tiago 5,15-18;Romanos 15,29-32; 2 Coríntios 1,8-11;)
      Devemos recordar os Santos ((Hebreus 13,7;(São Tiago 5,10)

      Invocar os Santos e fazer sua memória é uma prática bíblica, como vemos nos textos em que Moisés ora ao Senhor invocando os nomes de Abrão, Isaac e Jacó, para que Deus ouça seu pedido (Êxodo 32,13; Deuteronômio 9,27) ou como Eliseu invocando o nome de Elias (II Reis 2,14) ou Esdras recordando Moisés (Neemias 1,8).



      Como "não há homem justo sobre a terra que faça o bem sem jamais pecar" (Eclesiastes 7,20) e que todos pecamos (I João 1,8), enquanto peregrinamos nesta terra (I Pedro 1,17) a Igreja sempre invocou o auxílio da intercessão dos Santos que já estão no céu (Apocalipse 5,8), as almas que já chegaram à perfeição (Hebreus 12,23) e que nos cercam como uma nuvem (Hebreus 12,1).

      A intercessão deles nos é importante pois a Bíblia diz que "a oração dos homens retos lhe é agradável" (Provérbios 15,8) e que "o Senhor está longe dos maus, mas atende à oração dos justos" (Provérbios 15,29).

      VÁ ESTUDAR A FÉ CATÓLICA ANTES DE FALAR BOBAGENS!

      Excluir
    2. Parabéns, como faço pra ser um católico consciente como você Orion?

      Excluir
    3. Parabéns, como faço pra ser um católico consciente como você Orion?

      Excluir
    4. EVERTON FRANKLIN, não sou um bom católico, pois sou imensamente pecador, e bom católico creio que só os Santos. Mas creio e imploro a Misericórdia Divina.
      Mas tudo o que sei e aprendi, sei por ler a Bíblia, o Catecismo da Igreja, as vidas dos Santos e seus escritos e também por ter pertencido durante muitos anos a movimentos e grupos de oração e Liturgia da Igreja.
      É preciso ler a Bíblia, mas também estudar o Catecismo e debater as dúvidas com um padre ou religiosos católico de confiança, pois há muita história por baixo de cada gesto, ritual, ou oração que temos em nossa Igreja.
      Estude que vale a pena. Essa é uma fé única que nos preenche plenamente.

      Excluir
    5. Ué ... cade todo mundo ... o Orion pois pra correr kkkkkkk

      Excluir
  5. Parabéns Orion, continue no "bom combate"... A paz de Cristo e o amor de Maria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz de Cristo e o Amor de Maria, UnKnown. Seja sempre bem vindo.

      Excluir
  6. Tudo é amor. A união daqueles que estão caminhando (Igreja Peregrina), daqueles que estão junto ao Senhor (Igreja Triunfante) e daqueles que estão na antessala do paraíso, no purgatório (Igreja Padecente), trata-se de vínculo de amor, expressada na oração de intercessão. É o Corpo Místico de Jesus, onde Ele é a cabeça. É a comunhão dos Santos. Não há nada mais lindo do que essa realidade que confirma as palavras de São João: DEUS É AMOR. Nós, Cristão, devemos nos unir; não nos afastar. Poucos católicos, protestante e evangélicos sabem que Lutero venerava, com admiração, Nossa Senhora. Vejam: “Peçamos a Deus que nos faça compreender bem as palavras do
    Magnificat… Oxalá Cristo nos conceda esta graça por intercessão de sua Santa Mãe! Amém. (Martinho Lutero, “Comentário do
    Magnificat”). “Maria é digna de suprema honra na maior medida” — art. IX da Apologia da Confissão de fé de Augsburg
    (documento-texto muito importante do Luteranismo). Para Martinho Lutero nunca foi problema a virgindade de Maria, muito
    menos ser ela escolhida para ser mãe do Salvador por isso ele afirma: “Não há honra, nem beatitude, que se aproxime sequer,
    por sua elevação, da incomparável prerrogativa, superior a todas as outras, de ser a única pessoa humana que teve um Filho em
    comum com o Pai Celeste” — Martinho Lutero, “Deutsche Schriften, 14, 250″. Ele tinha tamanha admiração e respeito por Maria,
    que recitava todos os dias o “Magnificat”o canto de Maria e sempre acreditou que ela seria proclamada bem aventurada por
    todas as nações. Assim escreve a M.Basilea Schlink : “Lutero honrou Maria até o fim de sua vida, santificava suas festas e
    cantava diariamente o Magnificat (…) perdeu-se na igreja evangélica, em tempos posteriores à Reforma, todas as festas a Maria
    e tudo o que nos trazia sua lembrança (…) estamos padecendo as conseqüências dessa herança de receio e temor. Entretanto
    Lutero nos diz naquela citada frase que nunca poderemos exaltar suficientemente a mulher que constitui o maior tesouro da
    cristandade depois de Cristo. E não há como ser diferente, pois se esse silêncio que se deu pós-Lutero acerca de Nossa Senhora fosse correto, estar-se-ia abafando a voz do próprio Espirito Santo que, através de Maria, vaticinou: "Doravante todas as gerações me chamarão bem aventurada" (Lc1,48). Como se vê, se as gerações de hoje chamam Nossa Senhora de Bem-Aventurada é graças a santa persistência dos católicos. Assim sendo, não há mais lugar para divisões tolas, por motivos até mesmo desconhecidos, pois remontando à Lutero vemos o zelo dele pela devoção mariana. Está na hora de seguirmos juntos, como irmãos, ligados pelo amor, esse grande AMOR que é Deus.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correção feita. Obrigado, passou despercebido mesmo.

      Excluir
  8. MARIA É A MULHER REVESTIDA DE SOL NO LIVRO DO APOCALIPSE 12
    Uma mulher vestida com o sol
    "Um grande sinal apareceu no céu : uma mulher vestida do sol"
    (Apocalipse 12: 1)
    A BÍBLIA MOSTRA QUE:
    Deus veste ternamente Adão e Eva após a queda (Gênesis 3:21) e que leva muito bem os lírios (Mateus 6,30).

    E no Alliance , Deus adorna Jerusalém ou Israel com roupas fins (Ezequiel 16,10-13) e o Profeta disse: "Vista-se em esplendor, ó Sião ! "(Isaías 52,1). Jerusalém respondeu: " Eu exultar no Senhor [...] porque ele cobriu as vestes da salvação , envolveu o manto da justiça ." (Isaías 61,10).

    Agora em Apocalipse 12.1, Deus demonstra o seu amor para a 'mulher', dando roupas tudo o que é de melhor, isto é, "o sol".

    Na Bíblia , o sol é a marca mais emblemática de Deus, ele expressa transcendência.

    Especificamente, o autor do Apocalipse vê no meio dos sete candelabros de ouro, ou seja, as sete igrejas como um filho do homem" ou seja, o Cristo ressuscitado e " seu rosto resplandecia como o sol em todo o seu poder " (Apocalipse 1, 16).

    Quanto à visão da cidade, nunca há noite, mas ela não precisa de luz solar natural (Apocalipse 21, 23 e 22, 5), é iluminado pela " glória de Deus", com " o Cordeiro "o" Senhor Deus ".

    RESUMINDO:
    A mulher revestida de "sol" é Maria, revestida na presença de Deus, de Cristo que deu sua vida, e é glorificado.
    A palavra grega para sol neste contexto é helios, que significa o sol, ou os raios do sol, ou a luz do dia.

    Biblicamente isso significa “vestida de sol”?
    Sobre isso nos diz a Escritura?
    “Porque o Senhor DEUS é nosso sol e nosso escudo, o Senhor dá a graça e a glória. Ele não recusa os seus bens àqueles que caminham na inocência.”
    Salmo 84,11.

    “Mas sobre vós que temeis o meu nome, levantar-se-á o Sol de justiça que traz a salvação em seus raios.”
    Malaquias 4,2

    A Virgem está como na descrição do Apocalipse (12), coroada de doze estrelas, vestida de sol ( a cor dourada) e a lua aos pés.






    Diz ainda que a Arca era coberta de ouro (Hebreus 9,4) , Maria também foi coberta pela graça , para ser plena em virtudes


    POR ISSO MARIA É A NOVA ARCA DA ALIANÇA:
    Pois a arca, é o sinal da Mulher
    Perfeitamente em Apocalipse São João fez essa ligação entre a Arca da Aliança no céu (Apocalipse 11, 19) e o sinal grandioso da Mulher vestida com o sol (Apocalipse 12,1).
    USANDO TIPOLOGIAS E PARALELOS ENTRE MARIA E A ARCA:
    Pois a Arca da Aliança continha maná (alimento vindo do céu), a vara de Aarão (autoridade do Sumo Sacerdote), e os Dez Mandamentos (a Palavra de DEUS) (Hebreus 9,4).
    Maria carregou em seu ventre a Palavra de DEUS (João 1,1.14) , o Sumo Sacerdote de DEUS (Hebreus 5,1-10) , e o Pão que veio do céu (João 6,51), o antítipo do maná.
    "Quem do imundo tirará o puro? ninguém (Jó 14,4)

    “Que é o homem para que seja puro? E o que nasce de mulher, para que fique justo?” (Jó 15:14).

    “Como, pois, seria justo o homem perante Deus, e como seria puro aquele que nasce de mulher?” (Jó 25:4)


    ResponderExcluir
  9. MEU FACE QUEM QUISER ENTRAR E SE APROFUNDAR EM PATRÍSTICA E FONTES PRIMÁRIAS SOBRE IGREJA MARIA PEDRO CÂNON ETC... https://www.facebook.com/edmilsoncatolico

    ResponderExcluir